O matemático Edmundo



Edmundo brilhou em 97 (Foto: Reprodução/NetVasco)

Edmundo brilhou em 97 (Foto: Reprodução/NetVasco)

Edmundo era 10, mas estreou com a 9 no Vasco e brilhou com a 7 no Palmeiras. Em 96, voltou para ter a 10 às costas. Na camisa e na nota.

Mas Edmundo também já foi seis. No dia 11 do mês nove do ano de 1997, jogou por 11 e encantou milhões.

Com 27 segundos Edmundo fez um. Depois, só no segundo. Aos 23, pela direita, o pé 41 amplia. Aos 27, pelo meio, driblando o camisa 1, de esquerda, transforma em goleada.

Edmundo é número primo, divisível apenas por si próprio. É também filho e pai da torcida. Edmundo é ímpar, único. Aos pares, quebra recordes.

Aos 29 faz o 4º. Aos 34, humilhando o zagueiro, o 5º. Aos 44, driblando três, faz o 6º. Edmundo é 10! É mil!

Há 18 anos, naquele 11/09, Edmundo fez seis, poderia ter feito sete – perdeu um pênalti -, e escreveu seu nome na eternidade (8). Fez um gol para cada ‘a’ no extenso nome do adversário: União São João de Araras.

‘A’ de artilheiro. De Animal.

Edmundo foi craque elevado às mais altas potências. Potente craque elevado ao mais alto mundo. O dos gênios da bola, dos matemáticos do esporte, que criam e quebram números.

Com a bola nos pés, Edmundo foi um multiplicador de alegrias.

FICHA DO JOGO

Vasco Da Gama 6 x 0 União São João (SP)
Data: 11/09/1997
Campeonato Brasileiro
Local : São Januário
Árbitro : Cléver Assunção Gonçalves
Público : 1.313

Gols : Edmundo (Vasco 1/1ºT), Edmundo (Vasco 23/2ºT), Edmundo (Vasco 27/2ºT), Edmundo (Vasco 29/2ºT), Edmundo (Vasco 34/2ºT) e Edmundo (Vasco 44/2ºT)
Expulsão : Balu (União)

Vasco – Márcio, César Prates, Mauro Galvão, Alex, Felipe, Luisinho (Odvan), Juninho (Mauricinho), Nasa (Fabrício Eduardo), Ramón, Edmundo e Pedrinho Técnico : Antônio Lopes

União São João – Adnan, Paulo Salles, Lica, Balu, Léo, Augusto, Ricardo Lima, Kelly (Vagner), Mazinho (Leonardo ((Jefferson), Itamar e Lizandro Técnico : Basílio



  • Lucas Callado França

    Edmundo vestiu a camisa do Flamengo e balançou os documentos pra torcida do Vasco.
    Quem faz isso nunca pode ser considerado ídolo. Sem mais.

    • Claudio

      E a maioria dos torcedores esquecem disso, é um “animal”, o apelido lhe caiu bem, não achas?

  • ODILON SILVA = RJ

    Era um grande time vascaino, época boa, era o auge da perfeita administração do grande presidente ANTONIO SOARES CALÇADA………….Depois veio o maldito euriquismo no poder do clube, nunca mais o VASCO foi o mesmo.

MaisRecentes

Caio Monteiro marca seus primeiros pontos no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

A zona vascaína



Continue Lendo

O ‘novo’ Nenê



Continue Lendo