O dia em que Garrincha vestiu a 7 do Vasco



Garrincha em seu jogo único pelo Vasco (Foto: Revista do Vasco de 1967)

Garrincha em seu jogo único pelo Vasco (Foto: Revista do Vasco de 1967)

Dia 28 de outubro de 1933, nascia Garrincha, o Anjo de Pernas Tortas. Maior ídolo da história do Botafogo e um dos deuses imortais do futebol brasileiro. Apesar de ter brilhado com a camisa do Glorioso, Mané é daqueles que está acima de qualquer rivalidade e merece ser lembrado com carinho por todo torcedor.

E, apesar da ligação com o time de General Severiano, Garrincha também teve seu dia de ‘vascaíno’. Porém, infelizmente, o corpo do eterno camisa 7 da Seleção já não suportava mais.

Em 1967, após passagem frustrada pelo Corinthians, o ponta acabou sendo emprestado ao Vasco para uma de suas ‘últimas chances no futebol’. Visivelmente fora de forma e debilitado pelo consumo excessivo de álcool, disputou somente uma partida amistosa pelo Cruz-Maltino e foi devolvido ao time paulista.

Os 90 minutos em que Garrincha desfilou seu talento com a camisa vascaína foi um privilégio para poucos. Na modesta cidade de Cordeiro, no interior do Rio de Janeiro, o gênio brilhou, fez gol e foi protagonista da goleada sobre o combinado de atletas locais.

Primeiro e único jogo de Mané com a Cruz de Malta em seu peito.

FICHA DO JOGO

Vasco 6 x 1 Seleção de Cordeiro
Data: 20/7/1967
Local: Cordeiro (RJ)
Gols: Bianchini 14m/1ºt, Bianchini 18m/1ºt, Zezinho 21m/1ºt, Bianchini 35m/1º t, Milano 10m/2ºt, Garrincha 20m/2ºt e Valfrido 35m/2ºt

Vasco: Édson Borracha (Celso); Djalma, Ivan (Joel), Álvaro e Almir; Paulo Dias e Ézio; Garrincha, Bianchini (Sílvio), Zezinho (Valfrido) e Okada (William). Técnico: Ademir Menezes

@BlogDoGarone
/BlogDoGarone



MaisRecentes

Bruno César não é Maxi López



Continue Lendo

Sub-20 do Vasco poderá superar o desempenho do time de 2010, que revelou Allan e Luan



Continue Lendo

A Martín o que é de Martín



Continue Lendo