O camisa 10 pode estar em casa



Julio dos Santos deve atuar na posição de Dagoberto (Foto: Eduardo Valente/LANCE!Press)

Julio dos Santos deve atuar na posição de Dagoberto (Foto: Eduardo Valente/LANCE!Press)

Quando Julio dos Santos chegou ao Vasco, escrevi um texto intitulado ‘Um camisa 10 paraguaio, porém original’Era uma avaliação do então novo reforço vascaíno tendo como base suas atuações pelo Cerro Porteño na Libertadores de 2014.

Desde então, porém, o atual camisa 7 cruz-maltino jamais atuou na posição que o fez alcançar a artilharia da competição sul-americana na temporada passada. Mais recuado e jogando pela lateral do campo, Julio tem feito boas atuações, se entrosando bem com Madson, mas sem poder mostrar o que talvez seja a sua maior virtude: a qualidade no último passe.

Jogando distante do gol adversário, o paraguaio ainda não marcou nenhum gol no ano e deu apenas uma assistência, de cabeça, em jogada ensaiada. Pouco para quem tem sua visão de jogo e poder de finalização.

Sem Dagoberto, no domingo, contra o Atlético-MG, Doriva poderá adiantar o meia, que sem a bola tem feito papel de volante. Esta será a primeira real experiência fazendo a função que o destacou no Paraguai.

Apesar do jogo complicado, Julio dos Santos tem total condições de mostrar que pode ser o 10 que tanto o Vasco necessita. Se falta velocidade, sobra qualidade ao ‘novo maestro’ para achar seus companheiros bem posicionados e em condições de marcar, algo que andou escasso nas últimas partidas.



MaisRecentes

Jorginho teve um dos piores aproveitamentos de um técnico do Vasco nesta década



Continue Lendo

A vitória amarga



Continue Lendo

Sub-20: Vasco contrata atacante do Cruzeiro; zagueiro renova



Continue Lendo