Montoya está longe de ser o ‘novo Conca’, mas merece mais chances no Vasco



Montoya em ação pelo Vasco em 2014 (Foto: Carlos Costa/LANCE!Press)

Montoya em ação pelo Vasco em 2014 (Foto: Carlos Costa/LANCE!Press)

Torcedor tem uma mania estranha de achar que tudo que vem de fora é melhor do que o que temos aqui, mesmo sem conhecer direito. Basta ter um sotaque diferente que já chega com status de ‘futuro ídolo’. Mas nem sempre é assim.

Santiago Montoya chegou ao Vasco em 2013 sem que praticamente ninguém o tivesse visto jogar ou ouvido falar. Afinal, quem assistia jogos do All Boys no Brasil? Convenhamos, ninguém.

Mesmo desconhecido, antes mesmo que vestisse a camisa vascaína, já era ‘idolatrado’ por grande parte da torcida. Acho muito legal apoiar os jogadores que chegam, mas que façam com todos, não apenas com os estrangeiros.

Montoya está longe de ser o ‘novo Conca’, como alguns pintam, por acharem que amanhã ele irá brilhar em outro time. Não vai. Aliás, o colombiano precisa suar muito a camisa ainda para sonhar em ser titular da equipe cruz-maltina.Mas com certeza merece mais oportunidades do que tem tido.

Santiago é jovem, tem velocidade e habilidade, mas ainda precisa saber a hora certa de acelerar e de cadenciar o jogo. É um jogador em formação, mas com potencial. Nada de encher os olhos, nada fora do comum, mas pertence ao Vasco e deve ser lapidado e valorizado.

Assim como precisamos parar de gerar grandes expectativas somente pelo fato da chegada de um gringo no time – vide os fiascos com Chaparro, Irrazabal, Villanueva e etc -, o clube precisa também voltar a dar valor ao que é seu – ainda que não venha da base – e parar de valorizar o que é dos outros, como nos casos dos atletas emprestados.

Montoya não é craque, mas pode vir a ser um bom jogador. Para isso, precisa jogar.

Reserva para a meia o Vasco já tem. Faltam os titulares.

Facebook – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
Twitter – https://twitter.com/BlogDoGarone



MaisRecentes

Artilheiro, Maxi López assume também o posto de garçom no Vasco



Continue Lendo

Thiago Galhardo ultrapassa Wagner e Andrey no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

O indefensável



Continue Lendo