Moneyball



moneyball-poster2
‘A sua meta não deveria ser comprar jogadores, e sim vitórias. E vitórias vêm com bases conquistadas’. Essa frase é do filme ‘Moneyball: o homem que mudou o jogo’.

O longa conta a história real de um gerente de uma equipe de beisebol que precisa inovar para superar a falta de dinheiro em caixa. Qualquer semelhança com a realidade do Vasco é mera coincidência.

Para montar um time com pouca verba, Billy Beane, do Oakland Athletics, se junta a Peter Brand, que trabalha com cálculos e estatísticas do jogo. Em cima desses números, montaram um plantel cheio de desconhecidos que quebraria o recorde de vitórias consecutivas em uma temporada.

É claro que são esportes completamente diferentes, mas com objetivos iguais: vence quem fizer mais pontos. E, para isso, os times precisam de ‘pontuadores’. No caso do futebol, jogadores que marquem gols. Não apenas de um goleador, mas de um grupo com capacidade de marcar.

Por exemplo, na ocasião, eles calcularam que precisavam de ‘X’ bases roubadas para marcar ‘Y’ pontos e ganhar ‘Z’ jogos no ano. Com base nisso, contrataram atletas que, agrupados, teriam capacidade para obter estes números, baseado no desempenho estatístico destes atletas e não apenas em achar bom ou não.

Gilberto é o artilheiro do Vasco mas ainda não marcou no Brasileiro (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)

Gilberto é o artilheiro do Vasco no ano mas ainda não marcou no Brasileiro (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)

Trazendo isso para o futebol, mais precisamente para o Vasco, a última grande equipe campeã nacional que o clube teve, em 2011, por exemplo, marcou 132 gols. O time rebaixado em 2013, balançou as redes 92 vezes na temporada. Uma diferença grande de 40 tentos.

Numa conta simples, para ficar no meio termo, o projeto vascaíno deveria contemplar um grupo que fosse capaz de marcar algo em torno de 110 gols no ano. Isso para passar sem riscos.

Óbvio que depende da criação, do conjunto, de não sofrer mais gols do que faz… Mas vou me ater aqui a uma conta simples para nos ajudar a avaliar o poder ofensivo da equipe atual.

O trabalho feito, logicamente, é muito mais complexo. Mas fiz o levantamento dos gols marcados por cada jogador do atual elenco cruz-maltino em 2014, para termos noção do que o grupo, na forma que está, poderia – ou pode – realizar na temporada.

GOLS DE JOGADORES DO VASCO EM 2014

Madson – 2 gols
Nei – 0 gols
Jean Patrick – 2 gols
Christianno – 5 gols
Júlio César – 0 gols
Lorran – 0 gols
Rodrigo – 5 gols
Luan – 0 gols
Anderson Salles – 6 gols
Douglas Silva* – 6 gols
Aislan – 0 gols
Jomar – 0 gols
Guiñazu – 0 gols
Serginho – 3 gols
Lucas – 2 gols
Diguinho – 0 gols
Jackson Caucaia – 1 gol
Julio dos Santos – 16 gols
Jhon Cley – 1 gol
Bernardo* – 3 gols
Montoya* – 3 gols
Marcinho* – 5 gols
Dagoberto – 9 gols
Thalles – 10 gols
Riascos – 3 gols
Mosquito – 2 gols
Rafael Silva – 6 gols
Éder Luís – 9 gols
Gilberto – 7 gols

TOTAL: 106 gols
* Jogadores que já deixaram o clube

Julio dos Santos ainda não marcou em 2015 (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Julio dos Santos ainda não marcou em 2015 (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Somando o número de gols de cada jogador em 2014, chegamos a 106 tentos. Porém, o maior goleador no ano passado foi o meia Julio dos Santos, com 16 gols. Nesta temporada, em contrapartida, ainda não balançou as redes uma vez sequer até o momento.

Dagoberto, que vem em seguida, marcou apenas um em 2015 e agora se recupera de lesão. Éder Luís voltou recentemente, ainda não reestreou mas também contribui para esse número que parece próximo do ideal e não é.

Ou seja, o trio Éder/Julio/Dagol, em 2014, fez 34 gols. Este ano ainda não atuaram juntos, dois estão entregues ao departamento médico e apenas um tento foi marcado.

Excluindo os três, que não vêm rendendo o esperado ou sequer estão jogando, o número de gols cai para 72. É quase a metade daquele elenco campeão da Copa do Brasil e 20 a menos que o grupo que acabou rebaixado há duas temporadas.

Claro, são números variáveis a cada ano e que não refletem uma verdade absoluta, mas nos ajuda a ter uma noção dos problemas enfrentados pela equipe em 2015. Até agora, foram 44 gols em 33 jogos, uma média de 1,3 por partida.

Com pelo menos mais 33 jogos pela frente – 31 no Brasileiro e 2 pela Copa do Brasil -, caso mantenha a média, chegará apenas ao total de 88 gols no ano. Cinco a menos que em 2013, ano do último rebaixamento.

Talvez seja melhor dar uma olhadinha em ‘Moneyball’ antes que o ‘Inferno de Dante’ se instaure de uma vez e o ‘Poderoso Chefão’ tenha que assistir mais ‘Um corpo que cai’, deixando ‘Rastros de Ódio’…

Já está ficando ‘Todo mundo em pânico’!



  • ademilson

    sábado e dia de mas um vexame do vasco…..e como sempre a diretoria vai demitir o técnico…e também como sempre vai atras do papai Joel santana como sempre…….

  • Perfeito Garone,ja vi esse filme umas duas vezes e é exatamente como você descreveu fazendo uma analogia a real situação do Vasco !!!! Acabo de ler que seis garotos da base vão se juntar aos profissionais e desses seis pelo menos 4 ja vi jogar e podem somar demais,até serem titulares ! Precisamos de vitórias pra ver que não esta tudo perdido !

  • Kellton_CRVG.

    Diretoria não está preocupada, anote ai! Campeonato deste ano não terá rebaixamento e ano que vem será mata mata com 24 clubes, turno único e classificando 8.

    • Matheus Brito

      Ou seja, não nos preocupemos, uma virada de mesa vem aí. Que orgulho hein?

  • Lucas Silva de Medeiros

    Engraçado dizer que estatística não ganha jogo e olhar os campeões pelo mundo estão sempre entre os 5 melhores em 90% dos critérios.

    Estatística nada mais é que quantificar a técnica de um jogador, ou seja, um indicador de eficiência. Exemplos:
    Visão de jogo + Passe + Movimentação = Passes certos
    Técnica de remate + leitura do goleiro = Bola na rede
    Tem diversos critérios que podem ser treinados e avaliados. Falta os clubes verem a importância disso desde a base, até na captação de jogadores.

    No livro Moneyball eles contratam um arremessador ótimo que só não é contratado pelos times grandes por que arremessa estranho.

    Temos que contratar jogadores eficientes, temos que treinar jovens e medir sua capacidade em cada fundamento, e aperfeiçoar baseado em dados.

  • È preocupante e ainda ñ tinha me dado conta do quanto o é,ou logo logo Doriva cai, ou só vamos acordar faltando 4,5 rodadas pro final, tragédia á vista,acredito ki ele ñ passe das 10 rodadas, metade de um turno e cai, pensei em M.Oliveira mas o palmeiras já levou,joel santana à vista, como o caro citou acima, ou põe a base pra dá a suas caras claro com responsabilidade, ou babal, 2ª divisão koké dia tamo aê, é melhor prevenir o quanto antes, vi os lances contra o cruzeiro, parece ki fizeram uma macumba ou coisa ruin na defesa, do vasco, os caras congelam, enquanto o time adversário falta entrar com bola e tudo, rever esses tópicos o quanto antes, , afinal se foram 7 rodadas,

  • Garcia Lopes

    O Vasco já caiu. Acordem galera. Time de segunda divisão deve disputar aquilo que tem capacidade. Portanto não sofram mais, esta é a realidade, ja caiu!!!!

    • FCO JAMES

      Este idiota deve fazer parte da mulambada dos Urubus. Ou não?

  • Silvio

    Boa análise Garone. O Beisebol é o esporte onde o time com as melhores estatísticas é o campeão em quase 99% das vezes o imponderável acontece muito poucas vezes, diferente do futebol, e as análises estatísticas são muito mais avançadas não existindo estudos semelhantes no futebol. porém seria muito interessante ver um time fazer contratações de reforços e montagens de elencos com jogadores que completem as estatísticas do elenco para um grupo mais forte,mas isso será muito difícil de acontecer no Brasil. É uma pena sua coluna ser quase exclusiva do vasco seria muito interessante discutir outras coisas do futebol com suas ideias.

  • Vamos manter a calma. A maioria não acreditava no Vasco ser campeão . E foi !
    Por incrível que pareça , o time têm tido um desempenho melhor coletivamente , só não faz gol e vem tomando gols inacreditáveis . Aí está o problema ! A bola não entra, pois chutam errado , não estão treinando os fundamentos . De frente para gol , não pode cabecear com os olhos fechados , chutar com a parte externa do pé , organizar jogadas de aproximação e defini-las corretamente . Entre o chute correto e o passe para o lado , chutar corretamente . Pombas !
    As falhas de cobertura se repetem , por ter gente se escondendo do jogo , quem quer assistir os adversários jogarem , pede para sair e vai para arquibancada . O fato de ter ganho o campeonato , não transforma nenhum jogador em craque . A falta de comprometimento coletivo É A CRISE . Avante Vascão !

  • Eduardo Leal

    Garone, fantastico post… eu acompanho o baseball ha 15 anos, e sou fanatico pelo Vasco… eu venho ao longo dos anos em conversa com amigos, levantando a ideia que enquanto o futebol nao começar a usar os numeros,as estatisticas como informação primordial de trabalho, seguiremos montando times com jogadores caros e ineficientes…ou esperar a sorte de despontar algum talento fora de serie da nossa base.O Vasco deveria montar um departamento de estatisticas e scounting,para poder trazer bonas jogadores pro nosso time,descobrir valores para a nossa divisão de base e tambem para ajudar no trabalho de formação dos nossos atletas…por exemplo…Lateral tem que saber cruzar!!! E cruzar 90% certo na marca do penalti….Centro avante tem que chutar 95% dentro dos limites do gol,com uma eficiencia de 60%…isso tem que ser treinado e lapidado na base…Abraços e Saudações Vascainas

  • gerson

    boa Garone,mas infelixmente essa diretoria burra acha que esta tudo certo e nao vai atras dessas coisas interesantes.

  • Alexandre F.G.

    Enquanto o Vasco for dirigido por pessoas que só pensam em si, que só querem se promover e/ou ganhar em cima do clube, vai ser humilhação… porque ninguém me convence dessa quantidade de jogadores de qualidade duvidosa que foram contratado em 2015 (sendo que 15 já saíram)… e ainda dizem que “o respeito voltou”… mas aonde? o torcedor de verdade, aquele que é ponderado, sabe que isso nunca foi verdade, e a prova está sendo a campanha no Brasileirão, pífia e horrorosa!

  • Renato

    Texto sensacional! Ja chega de contratar na base do “esse é bom, esse não é”, principalmente em relação aos treinadores. Vc demite um técnico pra pegar qual depois? O que o(s) candidato(s) ao emprego tem de bom? Qual esquema cada um prefere usar? Apesar desse início péssimo do Vasco seria absurdo demitir o Doriva. Vc pode ser um ótimo cozinheiro mas não vai conseguir fazer omeletes sem ovos.
    E Garone, seria interessante fazer ao contrário a sua análise. Ao invés de levar em conta o ataque, leve em conta a defesa também. Quantos gols o Vasco levou em 2011? E quantos levou em 2014? E por ai vai.
    Grande abs

  • Urubu Noiado

    A situação do futebol carioca é caótica, vejamos:
    -Botafogo luta na segundona pra volta a série A mas logo volta a cair como sempre acontece;
    -Bacalhau a mesma coisa do Botafogo com um agravante a volta do Eurico Buchudo que já deixou o clube na pior e não se conformou tornou a voltar pra terminar a exterminação do bacalhau que não conseguiu completar e em 2015 a cova tá aberta e no final do nacional vai ser jogada a pá de cal na cova do bacalhau;
    -Urubu esse já devia ter visitado a segundona se não fosse a rápida atuação do STJD por que ôôôôôô time feio e agora tá pagando caro por jogadores em final de carreira pode até não cair mas vai lutar muito pra escapar, outra coisa tem os torcedores mais iludidos do Brasil que pensam ter um time que presta, não consegue nem se classificar pra final do carioca perdendo para o Tigres, uma porcaria;
    -FLU pó de arroz não vai cair mais deveria pagar a série B e para isso trouxe o Magno que foi figura marcante na série B.
    Enfim, o futebol do Rio tá mais pra várzea que pra campeonato.

  • Rafael

    A coisa está tão feia que arriscaria, se fosse presidente, a dispensar quase todos e por um time de jovens da base. Pelo menos iam ganhar experiência e ano que vem teria uma boa base. 2017 lutaria por alguma coisa. Martin Silva;madson; luan; Rodrigo; Lorran; serginho + base ; andrey; índio; evander ; Thales ou kayser

    Cansado de ver pena de pau como: Bernardo, Cristiano, nei, manu, Júlio César, diguinho, guina,yago,etx

  • Diogo

    Estamos a anos-luz dessa realidade!

  • E O PIOR. NÃO VEJO FALAR EM CONTRATAÇÃO TODOS ESTÃO SE REFORÇANDO MENOS O VASCO. APESAR DE ACHAR QUE É CEDO MAS JA ESTOU TEMENDO O REBAICHAMENTO

    • Matheus Brito

      “rebaiCHAram” a gramática agora

  • ivo lopes

    Sábado estreia um novo programa humorístico na globo, dirigido por esse palhaço
    do Eurico Miranda, zona total

  • Thiago

    Os números mostram que o Julio está jogando fora de posição??

    • André Schmidt

      Provavelmente.

  • kauray_thees@hotmail.com

    Presidente Eurico Ângelo de Oliveira Miranda. Atenção! Necessitamos de Competência. Gostaríamos de ver trabalhando no Vasco o capacitado e experiente técnico EMERSON LEÃO. Mas temos o DORIVA. Treinador este que sabe trabalhar. Mais necessita ainda de mais experiência, tem potencial, tem qualidade e um futuro muito promissor. mas vai ter a responsabilidade de ser o diferencial dentro e fora de campo. O cara tem muito que mostrar porque veio. O VASCO tem que fazer um contrato para estes profissionais de pelo menos de 03 anos. Temos a necessidade de contratar os seguintes jogadores urgente: O RONALDINHO GAUCHO .-meio-atacante-craque-excelente jogador, tem liderança, é versatil, tem habilidade, tem faro de gol, esta querendo voltar a jogar no Brasil.–+–O DORIVA não é o culpado. Mas necessita ainda de mais experiência, tem potencial, tem qualidade e um futuro muito promissor. TEM A MISSÃO DE ENCONTRAR UM ESQUEMA TÁTICO COM O MATERIAL HUMANO QUE TEMOS. MUDAR O ESQUEMA TÁTICO PARA–+–1–+–2–+–4–+–3–+–1–+–.Mas vai ter a responsabilidade de ser o diferencial dentro e fora de campo. O cara tem muito que mostrar porque veio.–+–
    + MARTIN SILVA-01 +
    + LUAN-04 + RODRIGO-03 +
    + MADSON-02 + SERGINHO-08 + GUINÃSU-05 + JÚLIO CÉSAR-06 +
    + JULIO DOS SANTOS-07 + ANDREZINHO-10 +RIASCO-11 +
    + GILBERTO-09 +
    + RESERVAS + JORDY-12 + ANDERSON SALLES-13 + JEAN PATRICK-14 + LUKAS-15 + EMANUEL BIANCCUCHI-16 + THALLES-17 + RAFHAEL SILVA-18 + JAKSON-19 + RAFHAEL VAZ-20 + JONH KLEY-21 + CRISTIANO-22 + JOMAR-23 + GUILHERME COSTA-24 + THIAGO MOSQUITO-25 + MATHEUS INDIO-26 + RENATO KAYSER-27 + MATHEUS BARBOSA-28 + BRUNO CONSEDEY-29 + YAGO-30 + LORRAN-31 + HENRIQUE-32 + GABRIEL FELIX-33 + CHARLES-34 + (BERNARDO-35 + EDER LUIS-36) + ATENÇÃO: Se não lembrei de alguns jogadores e porque não fazem a menor falta usa-los como moeda de troca.

MaisRecentes

Sem espaço no Vasco, Renato Kayser é emprestado mais uma vez



Continue Lendo

Decisivo, Nenê se torna o 4º maior artilheiro do Vasco neste século



Continue Lendo

Nenê volta a pontuar no Troféu Ademir Menezes; Manga ganha posições



Continue Lendo