Lucas Crispim e Maxi Rodriguez têm que ser titulares do Vasco



Lucas Crispim marcou contra a Ponte (Foto: Cléber Mendes/LANCE!Press)

Lucas Crispim marcou contra a Ponte (Foto: Cléber Mendes/LANCE!Press)

A vitória não veio. O bom futebol, tão pouco. Ainda assim, o empate com a Ponte Preta foi melhor do que as derrotas para Santa Cruz e América-RN. Não pela circunstância, mas pela ligeira melhora em campo, mesmos sem Douglas, seu principal articulador.

E essa pequena evolução está ligada principalmente a dois nomes: Lucas Crispim e Maxi Rodriguez. Mesmo não conseguindo a vitória, a dupla – que não vinha sendo titular – foi a grande responsável por criar as melhores jogadas da equipe. Rápidos, habilidosos e procurando sempre jogar de frente para o gol adversário, os dois tem sido os únicos a conseguirem furar as defesas adversárias, quebrar as retrancas e incomodar as zagas sem ser na base da força.

Quem sai?! Com o futebol insosso que o Vasco tem demonstrado, quem for para o banco não deixará saudades. Num time com tanta fragilidade técnica e de tão pouca inspiração, deixar Crispim e Maxi de fora é um crime.

É hora de usarmos o que temos de melhor. É hora de querer mais!

@BlogDoGarone
/BlogDoGarone



MaisRecentes

Artilheiro, Maxi López assume também o posto de garçom no Vasco



Continue Lendo

Thiago Galhardo ultrapassa Wagner e Andrey no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

O indefensável



Continue Lendo