‘Lembra dele no Vasco?’ – Viola



Viola foi comandado por Joel no Vasco (Foto: Cléber Mendes/LANCE!Press)

Viola foi comandado por Joel no Vasco (Foto: Cléber Mendes/LANCE!Press)

Um dos maiores artilheiros da história da Copa do Brasil, Viola foi um dos atacantes mais marcantes do fim da década de 90. Aos 30 anos, tetracampeão do mundo pela Seleção, foi contratado pelo Vasco em 99 e também deixou sua marca.

Uma dos jogadores mais carismáticos da história do futebol brasileiro, o goleador conquistou as torcidas de todos os clubes que passou – Corinthians, Palmeiras e Santos, entre outros – e com o Cruz-Maltino não foi diferente. Com seu jeito irreverente, seus gols e comemorações inesquecíveis, o atacante caiu nas graças dos torcedores vascaínos em pouco tempo.

Com muita raça e disposição ajudou o Vasco a conquistar o Brasileirão 2000 e a Mercosul, também no mesmo ano. Mesmo contando com a forte concorrência de Romário, Edmundo, Euller e Donizete durante sua passagem pela Colina, sempre teve seu espaço no elenco.

Na histórica final da Mercosul contra o Palmeiras, entrou no intervalo de jogo com o time perdendo por 3 a 0, substituindo o volante Nasa, e mudou a partida. Viola participou de três dos quatro gols na inesquecível virada e cravou seu nome na história do clube.

Em 2008, já próximo dos 40 anos de idade, retornou à São Januário mas como adversário. Defendendo as cores do Duque de Caxias, o centroavante enfrentou o Vasco e acabou sendo aplaudido de pé pelos cruz-maltinos presentes ao ser substituído. Homenageado, Viola deixou o gramado às lágrimas.

‘Gol toda hora, é do Viola!’. Inesquecível!

FICHA DO JOGADOR
Paulo Sérgio Rosa
atacante, 01/01/1969 , São Paulo – SP

Pelo Vasco
1999 – 30 jogos – 9 gols
2000 – 61 jogos – 10 gols
2001 – 25 jogos – 7 gols
Total – 116 jogos e 26 gols

ESTREIA PELO VASCO:

Vasco Da Gama 0 x 0 Sport Recife (PE)
Data: 25/07/1999
Campeonato Brasileiro
Local : Ilha Do Retiro (Recife – PE)
Arbitro : Carlos Eugênio Simon
Público : 20.505
Gols :

Vasco – Caetano, Maricá, Géder, Mauro Galvão, Gilberto, Nasa, Paulo Miranda, Juninho, Alex Oliveira, Viola (Donizete) e Edmundo Técnico : Antônio Lopes

Sport Recife – Albérico, Saulo, Marcio, Sandro Blum, Vítor, Sangaletti, Wilson Gottardo, Wallace, Nildo, Juninho Petrolina (Irani) e Leonardo Técnico : Fito Neves

PRIMEIRO GOL PELO VASCO:

Vasco Da Gama 3 x 1 Vitória (BA)
Data: 22/08/1999
Campeonato Brasileiro
Local : São Januário
Arbitro : Paulo César De Oliveira
Público : 29.055
Gols : Ramón (Vasco 46/1ºT), Viola (Vasco 1/2ºT), Paulo César (Vasco 21/2ºT) e Artur (Vitória 26/2ºT)

Vasco – Carlos Germano, Paulo César (Maricá), Odvan, Géder, Gilberto, Nasa, Juninho, Alex Oliveira (Amaral (Paulo Miranda)), Ramón, Donizete e Viola Técnico : Antônio Lopes

Vitória – Fábio Costa, Rodrigo, Moisés, Flávio, Paulo Rodrigues, Otacílio, Baiano, Fernando, Artur, Tuta e Manoel
Técnico : Toninho Cerezo

ACOMPANHE O BLOG DO GARONE NAS REDES SOCIAIS:
Facebook – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
Twitter – https://twitter.com/BlogDoGarone



  • ODILON C SILVA – RJ

    Tai , foi um jogador que caiu nas graças da galera da CRUZ DE MALTA, bem estilo vascaíno, carismático, folclórico, irreverente, humilde, porque não dizer, bom de bola, realmente merece um lugar na galeria dos imortais que vestiram a camisa vascaína.

  • Acho que todo vascaino se lembra dele;afinal foi um jogador muito importante e honrou a camisa do gigante da colina com garra e dedicação.

  • JC

    Teve boa passagem pelo CRVG mas apesar de ser disciplinado, alegre, folclórico, irreverente, humilde, como diz o Odilon, o seu futebol era apenas razoável ( que me perdoe o atleta de tantas glórias) mas de nível melhor que os atuais. No jogo contra o Palmeiras, naquele célebre 4 x 3 para o Vasco, um dos grandes jogos ao qual assisti na minha vida, foi de fundamental importância. Essa a minha opinião.

MaisRecentes

O vaivém do Vasco para 2018



Continue Lendo

Sub-23: Vasco acerta com mais dois jogadores do São Gonçalo



Continue Lendo

Desábato será o 34º estrangeiro a defender o Vasco neste século



Continue Lendo