‘Lembra dele no Vasco?’ – Quiñonez



Quiñonez em sua apresentação no Vasco (Foto: reprodução)

Quiñonez em sua apresentação no Vasco (Foto: reprodução)

Quando chegou à São Januário, vindo do Barcelona, do Equador, Quiñonez chamou a atenção por seu visual diferente, com seu cabelo imenso. Apesar do ‘susto’ inicial, o defensor arrumou a defesa cruz-maltina que viria a conquistar o título nacional no final da temporada.

Titular da seleção do Equador, o jogador chegou à Colina com moral. Pela negociação, o clube teve que desembolsar 350 mil dólares, por um contrato de apenas um ano.

Dos nove jogos que disputou pelo torneio, sete foram ao lado de Marco Aurélio, com quem formou a dupla de zaga titular. Apesar do bom desempenho, a dupla de zaga seria desfeita na temporada seguinte.

Além de de ter se tornado um dos ícones do bicampeonato brasileiro, o equatoriano viria a “ajudar” novamente o Vasco a levantar uma taça de expressão: a Libertadores da América.

Não, Quiñonez não fazia parte do elenco vascaíno. Porém, vestindo novamente a camisa do Barcelona de Guayaquil, enfrentou seu o Gigante na final do torneio continental.  E, na primeira partida da final, em São Januário, o defensor falhou ao tentar cortar de cabeça um passe rasteiro e deixou Donizete livre para abrir o placar.

O Vasco venceu fácil os dois jogos e conquistou o maior título de sua história. Mesmo não levantando a taça, o zagueiro ficou mais uma vez marcado na história do Cruz-Maltino.

Apesar do erro, o equatoriano encerrou a carreira como um dos maiores ídolos do clube onde foi revelado e chegou a treiná-lo em 2007.

FICHA DO JOGADOR

Hólger Abraham Quiñonez Caicedo
Zagueiro, 13/10/1967, San Carlos – EQU

PELO VASCO

1989 – 10 jogos e 0 gols
1990 – 29 jogos e 0 gols

TOTAL – 39 jogos e 0 gols

ESTREIA DE QUIÑONEZ PELO VASCO:

Vasco Da Gama 0 x 0 São Paulo (SP)
Data: 29/10/1989
Campeonato Brasileiro
Local : Estádio Do Maracanã (Rio De Janeiro – RJ)
Arbitro : Arnaldo César Coelho
Gols :

Vasco – Acácio, Mazinho, Quiñónez, Marco Aurélio (Leonardo Siqueira), Cássio, Zé do Carmo, Andrade, Tita, Bismarck, Bebeto e Tato (William) Técnico : Nelsinho Rosa

São Paulo – Anselmo, Zé Teodoro, Adílson, Ricardo Rocha, Nelsinho, Flávio (Bernardo), Bobô, Raí, Mário Tilico, Nei e Paulo César Técnico : Carlos Alberto Silva

/BlogDoGarone
@BlogDoGarone



MaisRecentes

Vasco ainda procura o substituto de Douglas Luiz



Continue Lendo

Próximos seis jogos podem definir o destino do Vasco no Brasileiro



Continue Lendo

As mãos invisíveis



Continue Lendo