‘Lembra dele no Vasco?’ – Celso



Celso nos profissionais do Vasco em 97 (Foto: Reprodução/Facebook)

Celso nos profissionais do Vasco em 97 (Foto: Reprodução/Facebook)

Neste fim de semana, o time de masters do Vasco foi a Petrópolis participar de um amistoso em comemoração aos 104 anos do clube Petropolitano. Na equipe vascaína, com a camisa 9, o centroavante Celso abriu o placar na vitória por 3 a 1. Mas… você lembra dele no Vasco?

Celso chegou a São Januário em 90, vindo do Bonsucesso, com apenas 18 anos de idade. Atuando pelos juniores do clube, o atacante se destacou pelo faro de gol apurado e logo foi tido como uma das grandes esperanças cruz-maltinas para o futuro.

Porém, uma grave lesão no joelho deixou o jogador por muito tempo afastado dos gramados. Quando retornou, acabou sendo emprestado ao América-MG, onde começou sua carreira profissional.

No Coelho, virou ídolo e ganhou o apelido de Celso ‘Gol’. O sucesso em Minas fez com que o atacante retornasse à Colina em 97, para a disputa do Campeonato Carioca. Em seu segundo jogo pelo Cruz-Maltino, marcou o gol da vitória sobre o Madureira, mas foi só. Após cinco partidas, acabou retornando ao clube mineiro, onde manteve sua fama de artilheiro.

Celso é ídolo do América-MG (Foto: Arquivo/Estado de Minas)

Celso é ídolo do América-MG (Foto: Arquivo/Estado de Minas)

Celso se destacou ainda atuando ao lado de Deco, no Salgueiros, de Portugal, na temporada 98/98. O meia acabou negociado com o Porto, enquanto que o golador retornou ao Brasil para defender o Internacional.

Antes de se aposentar, ainda defenderia o Coelho em mais três oportunidades, além de atuar por equipes como América-RJ, Avaí, Cabofriense, Democrata-MG, Boavista e Olaria. Atualmente Celso é presidente do Seropédica FC.

Ficha do Jogador
Celso Costa da Silva
Atacante, 07/09/1971, Rio de Janeiro-RJ

Pelo Vasco
1997 – 5 jogos e 1 gol

Estreia de Celso pelo Vasco:
Vasco Da Gama 3 x 0 Bangu
Data: 12/01/1997
Campeonato Carioca
Local : Estádio De São Januário (Rio De Janeiro – RJ)
Arbitro : Jorge Fernando Rabello
Público : 1.640
Gols : Ramón (Vasco 4/1ºT), Ramón (Vasco 9/2ºT) e Ramón (Vasco 40/2ºT)

Vasco – Carlos Germano, Pimentel, Tinho, Moisés, Cássio (Felipe), Luisinho, Ney Santos, Juninho, Ramón (Cristiano), Mauricinho e Celso (Gian) Técnico : Antônio Lopes

Bangu – Eduardo, Didi (Fabinho), Cléber (Mongol), Naílton, Marcão, Paulo Campos, Marcelo Cardoso, Ado, Humberto, Edílson e Serginho Técnico : Luís Alberto

Primeiro gol de Celso pelo Vasco:
Vasco Da Gama 2 x 1 Madureira
Data: 15/01/1997
Campeonato Carioca
Local : Conselheiro Galvão (Rio De Janeiro – RJ)
Árbitro : José Carlos Santiago
Público : 2.305
Gols : Ney Santos (Vasco 22/1ºT), Celso (Vasco 38/1ºT) e Nasa (Madureira 13/2ºT)

Vasco – Carlos Germano, Pimentel, Tinho, Moisés (João Luís), Felipe, Luisinho (Cristiano), Ney Santos, Juninho, Ramón, Mauricinho (Gian) e Celso Técnico : Antônio Lopes

Madureira – Arthur, Cafezinho, Marçal, Fábio, Josecler, Borçato, Nasa, Acássio, Wagner, Fred (Reginaldo) e Julinho (Édson) Técnico : Antônio Clemente



  • MODESTO PANGAREEEEEEEEE

    SEGUNDA DIVISAOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

    • Percy Santos

      MODESTO PANGAREEEEEEEEE és um monte de bosta de cavalo manco

  • ODILON SILVA = RJ

    Penso que ele ficou mai tempo em São Janu, que o tal de GILBERTO.

MaisRecentes

Após rescindir com o Vasco, zagueiro de 19 anos assina com o Atlético Mineiro



Continue Lendo

Vasco acerta o retorno de atacante revelado na base do clube



Continue Lendo

O óbvio e o imprevisível



Continue Lendo