Júlio César, Diguinho e Carlos Alberto no Vasco? Só um tem vaga



Carlos Alberto já jogou pelo Vasco (Foto: André Portugal/LANCE!Press)

Carlos Alberto já jogou pelo Vasco (Foto: André Portugal/LANCE!Press)

No fim da tarde desta quinta-feira surgiu a notícia da possibilidade do Vasco contratar Júlio César, Diguinho e Carlos Alberto para o Campeonato Brasileiro. Três jogadores que estão sem clube e ainda não atuaram na temporada.

Honestamente, ao meu ver, um risco muito grande e desnecessário para o clube. Do trio, o lateral talvez seja o único caso a se pensar. O lado esquerdo vascaíno segue sem dono e precisa urgentemente de reforço. Christianno não convence. Dependendo do salário pedido, visto que está em baixa no mercado, pode ser uma boa opção.

Diguinho não é mau jogador. Aliás, tirando alguns exageros em campo, poderia até ser um bom reforço. Mas o volante recebia um salário de cerca de R$ 250 mil no Fluminense. No teto salarial vascaíno de R$ 100 mil, já seria uma valor absurdo para um jogador que chegaria para brigar por posição onde a equipe não é carente, visto que Guiñazu e Serginho têm tido atuações seguras. Neste valor, que se gaste com um camisa 10 que chegue para tirar o meio-campo cruzmaltino do marasmo que anda.

Já Carlos Alberto é um caso à parte. Reconheço a sua importância para o time de 2009, onde foi o único jogador de nome a aceitar o desafio de trazer o Vasco novamente para a Série A. Comeu a bola. Foi capitão, referência e craque daquele time, que subiu sem susto, ao contrário do ano passado. Mas já deu. Talvez não para o futebol, mas para São Januário sim.

Até acho que a torcida vascaína deveria respeitar mais CA19 pelo que fez em sua primeira temporada, mas daí a voltar para o clube… Já é demais.

Se retornar, terá sempre a sombra dos erros do passado pelo clube. Na primeira bola perdida, será ‘esmagado’ pela torcida. O prestígio do seu primeiro ano na Colina – onde também foi contestado várias vezes – acabou. Passou.

Pode até ser que os três aceitem uma redução salarial, mas ainda assim não seria o suficiente. O Vasco, hoje, precisa de um lateral-esquerdo e um camisa 10. Talvez, no mercado atual, Júlio César possa vir a ser o 6 vascaíno, mas com certeza Carlos Alberto não será esse maestro. E Diguinho? Desnecessário no momento.

FACEBOOK – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
TWITTER – https://twitter.com/BlogDoGarone



MaisRecentes

Presente de grego



Continue Lendo

Especial 120 anos: o maior Vasco de todos os tempos



Continue Lendo

Jorginho teve um dos piores aproveitamentos de um técnico do Vasco nesta década



Continue Lendo