A inversão de Zé Ricardo



Zé Ricardo tem feito um bom trabalho de reconstrução do Vasco (Foto: Jorge Rodrigues/Eleven)

Martín Silva, Yago Pikachu, Erazo, Ricardo Graça e Henrique; Desábato, Wellington, Wagner, Evander e Paulinho; Andrés Ríos.

Zé Ricardo usou exatamente esta mesma escalação nas duas partidas da 2ª fase da Libertadores, contra o Universidad Concepción. Porém, com uma pequena alteração entre o primeiro e o segundo jogo: a inversão de lado de Wagner e Paulinho.

Pode parecer apenas um detalhe, mas fez toda a diferença no duelo de São Januário.

Com um canhoto na esquerda e um destro na direita, os jogadores tiveram mais facilidade para fazer jogadas de linha de fundo, cruzando bolas saindo da linha do goleiro. E foi exatamente assim que nasceram os dois gols vascaínos: de Wagner para Paulinho, no primeiro tento, pela esquerda, e do jovem para Pikachu, no segundo, em jogada trabalhada no lado oposto.

Quando atuam de pé trocado – o destro na esquerda e o canhoto na direita -, a tendência é que estes jogadores busquem o corte para o meio e a finalização com a perna boa, ou então um cruzamento mais fechado, em direção ao gol, como foram os dois de Rildo, por exemplo, que resultaram no tento de Pikachu, no Chile, e um contra, sobre o Volta Redonda, no Carioca.

Ambos, porém, ajudados por falhas individuais dos defensores.

Não dá para contar com estes erros sempre, é preciso construir com mais eficiência. E foi o que fez o Vasco com as mudanças de seu treinador. Antes do primeiro gol, com passe de Wagner para Paulinho, o meia havia levantado duas bolas para a área, pelo lado direito, de perna invertida, em cobranças de falta. Todas nas mãos do goleiro. No primeiro cruzamento pela esquerda, gol.

Se foi uma opção definitiva ou algo apenas para o duelo com o Concepción, só descobriremos no decorrer dos próximos jogos. Mas uma coisa ficou clara: Zé tem conseguido dar opções e variações a um time que até pouco tempo passava mais por um desmanches do que por uma reconstrução.



MaisRecentes

Ex-Barcelona é uma das novidades do time sub-20 do Vasco



Continue Lendo

De volta ao Vasco, Martin Silva se aproxima de recorde pelo clube



Continue Lendo

Vasco prorroga os contratos de dois jogadores do sub-20



Continue Lendo