A importância de Maxi López no Vasco



Maxi López é uma das esperanças do Vasco para fugir do Z4 (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Desde que estreou pelo Vasco, no duelo contra o Palmeiras, pela 18ª rodada do Brasileirão, Maxi López tem sido peça fundamental no ataque cruzmaltino. Neste período, o time marcou apenas seis gols, porém, todos eles com a participação do argentino, que balançou as redes duas vezes e deu as assistências para os outros quatro. A última delas, para o seu novo companheiro de ataque, Andrés Ríos, no clássico contra o Flamengo.

Apesar do número de passes ser maior do que o de gols neste início com a camisa vascaína, o seu poder de finalização também tem sido um dos destaques. Com boa presença de área, tanto no jogo aéreo quanto nos pivôs, Maxi tem a 12ª maior média de finalizações deste Brasileirão. São 21 tentavas em apenas oito jogos disputados – 2,6 por partida.

Se excluirmos sua estreia, quando atuou por apenas 17 minutos contra o Palmeiras e não teve nenhuma oportunidade, e levarmos em consideração apenas os jogos como titular, sua média sobe para três finalizações por partida. É a maior média da equipe e a segunda melhor da competição, perdendo apenas para Roger Guedes, ex-Atlético Mineiro, que deixou o clube com média de 3,4 por rodada – 41 finalizações em 12 jogos.

Faltando apenas 14 confrontos para o fim do Brasileiro, fica cada vez mais claro que o Vasco dependerá de seu camisa 11 para escapar das últimas posições na tabela.

MAXI LÓPEZ NO VASCO
– Dados do Footstats

8 jogos (7 como titular)
2 gols
4 passes para gol
6 assistências para finalização
8 finalizações em gol
13 finalizações pra fora
3 desarmes

Youtube: Canal do Garone
Twitter: @BlogDoGarone
Facebook: /BlogDoGarone
Instagram:@BlogDoGarone



MaisRecentes

Ex-Barcelona é uma das novidades do time sub-20 do Vasco



Continue Lendo

De volta ao Vasco, Martin Silva se aproxima de recorde pelo clube



Continue Lendo

Vasco prorroga os contratos de dois jogadores do sub-20



Continue Lendo