Há 30 anos, Romário marcava seu 1º gol como profissional



Time do Vasco no amistoso contra o Nova Venécia, em 85 (Foto: Reprodução)

Time do Vasco no amistoso contra o Nova Venécia, em 85 (Foto: Reprodução)

Tetracampeão do mundo, mais de mil gols na carreira, eleito o melhor jogador em 94, campeão brasileiro, artilheiro do Brasil… Os feitos de Romário, um dos maiores atacantes da história do futebol, são vastos.

Entre tantos recordes e conquistas, muitas vezes o início da carreira acaba se perdendo no meio de tantas informações. Mas foi no dia 18 de agosto de 1985, na pequena cidade de Nova Venécia, no Espírito Santo, que o Baixinho deu o pontapé inicial na sua busca pelo milésimo gol.

Após seis longos meses de sua estreia pelos profissionais do Vasco – contra o Coritiba -, finalmente o jogador desencantou e marcou seus primeiros gols da carreira. Enfrentando o time da casa em um amistoso, o jovem de apenas 19 anos balançou as redes duas vezes na goleada por 6 a 0.

Substituto de Dinamite da partida, a entrada do garoto no time frustou a torcida, que queria ver o ídolo cruz-maltino de perto. Porém, mal sabiam que presenciariam o 1º gol de um dos maiores jogadores do futebol mundial. Aliás, a maioria sequer acreditava que o Cruz-Maltino realmente iria a campo, visto que o clube capixaba havia sido fundado a apenas dois anos e há três meses não disputava uma partida.

A história de que o Vasco chegaria a cidade para um amistoso virou motivo de piada entre os moradores e até mesmo gerou dúvidas nos jogadores do Nova Venécia, que sequer vinha treinando. Por fim, o amistoso acabou sendo realizado e entrou para a história do esporte.

A partida marcou ainda a estreia do zagueiro Newmar, que fez parte da lista inicial de Telê Santana para a Copa do Mundo de 82, e que viera do Náutico para São Januário. Recém contratado, era a grande novidade daquela equipe que tinha ainda Geovani, Silvinho e Mauricinho no ataque, além do até então desconhecido Romário.

O camisa 11 encerrou a carreira em 2007, com 319 gols marcados com a camisa vascaína em 417 partidas disputadas.

FICHA DA PARTIDA

Vasco Da Gama 6 x 0 Nova Venécia (ES)
Data: 18/08/1985
Amistoso Interestadual
Local : Estádio Zenor Pedrosa (Nova Venécia – ES)
Arbitro : Fábio dos Santos
Público : 2.708
Gols : Silvinho (Vasco 13/1ºT), Geovani (Vasco 32/1ºT), Newmar (Vasco 14/2ºT), Santos (Vasco 35/2ºT), Romário (Vasco 38/2ºT) e Romário (Vasco 40/2ºT)

Vasco – Roberto Costa, Edevaldo (Donato), Newmar, Ivan (Fernando), Paulo César, Vítor, Geovani (Dudu), Luís Carlos (Gersinho), Mauricinho (Santos), Silvinho e Romário Técnico : Antônio Lopes

Nova Venécia – Dinha (Rogério), Solimar, Carlos Leal, Silas e Lauro (Gustavo); Elias, Carlos Frigério e Cuti (Tuíra); Zequinha (Amaral), Anselmo e Irineu (Carlinzinho).
Técnico: Paulo César Lacerda.

ROMÁRIO PELO VASCO:

Pelo Vasco
1985 – 41 jogos e 24 gols
1986 – 67 jogos e 38 gols
1987 – 59 jogos e 33 gols
1988 – 29 jogos e 24 gols
1999 – 2 jogos e 3 gols
2000 – 72 jogos e 66 gols
2001 – 41 jogos e 42 gols
2002 – 25 jogos e 26 gols
2005 – 45 jogos e 30 gols
2006 – 17 jogos e 18 gols
2007 – 19 jogos e 15 gols
Total – 417 jogos e 319 gols



MaisRecentes

Ríos se torna o 2º estrangeiro com mais gols pelo Vasco na história do Brasileiro



Continue Lendo

As duas faces de um empate



Continue Lendo

Artilheiro do Vasco, Pikachu vem tendo sua maior média de gols da carreira



Continue Lendo