Há 30 anos, Romário marcava seu 1º gol como profissional



Time do Vasco no amistoso contra o Nova Venécia, em 85 (Foto: Reprodução)

Time do Vasco no amistoso contra o Nova Venécia, em 85 (Foto: Reprodução)

Tetracampeão do mundo, mais de mil gols na carreira, eleito o melhor jogador em 94, campeão brasileiro, artilheiro do Brasil… Os feitos de Romário, um dos maiores atacantes da história do futebol, são vastos.

Entre tantos recordes e conquistas, muitas vezes o início da carreira acaba se perdendo no meio de tantas informações. Mas foi no dia 18 de agosto de 1985, na pequena cidade de Nova Venécia, no Espírito Santo, que o Baixinho deu o pontapé inicial na sua busca pelo milésimo gol.

Após seis longos meses de sua estreia pelos profissionais do Vasco – contra o Coritiba -, finalmente o jogador desencantou e marcou seus primeiros gols da carreira. Enfrentando o time da casa em um amistoso, o jovem de apenas 19 anos balançou as redes duas vezes na goleada por 6 a 0.

Substituto de Dinamite da partida, a entrada do garoto no time frustou a torcida, que queria ver o ídolo cruz-maltino de perto. Porém, mal sabiam que presenciariam o 1º gol de um dos maiores jogadores do futebol mundial. Aliás, a maioria sequer acreditava que o Cruz-Maltino realmente iria a campo, visto que o clube capixaba havia sido fundado a apenas dois anos e há três meses não disputava uma partida.

A história de que o Vasco chegaria a cidade para um amistoso virou motivo de piada entre os moradores e até mesmo gerou dúvidas nos jogadores do Nova Venécia, que sequer vinha treinando. Por fim, o amistoso acabou sendo realizado e entrou para a história do esporte.

A partida marcou ainda a estreia do zagueiro Newmar, que fez parte da lista inicial de Telê Santana para a Copa do Mundo de 82, e que viera do Náutico para São Januário. Recém contratado, era a grande novidade daquela equipe que tinha ainda Geovani, Silvinho e Mauricinho no ataque, além do até então desconhecido Romário.

O camisa 11 encerrou a carreira em 2007, com 319 gols marcados com a camisa vascaína em 417 partidas disputadas.

FICHA DA PARTIDA

Vasco Da Gama 6 x 0 Nova Venécia (ES)
Data: 18/08/1985
Amistoso Interestadual
Local : Estádio Zenor Pedrosa (Nova Venécia – ES)
Arbitro : Fábio dos Santos
Público : 2.708
Gols : Silvinho (Vasco 13/1ºT), Geovani (Vasco 32/1ºT), Newmar (Vasco 14/2ºT), Santos (Vasco 35/2ºT), Romário (Vasco 38/2ºT) e Romário (Vasco 40/2ºT)

Vasco – Roberto Costa, Edevaldo (Donato), Newmar, Ivan (Fernando), Paulo César, Vítor, Geovani (Dudu), Luís Carlos (Gersinho), Mauricinho (Santos), Silvinho e Romário Técnico : Antônio Lopes

Nova Venécia – Dinha (Rogério), Solimar, Carlos Leal, Silas e Lauro (Gustavo); Elias, Carlos Frigério e Cuti (Tuíra); Zequinha (Amaral), Anselmo e Irineu (Carlinzinho).
Técnico: Paulo César Lacerda.

ROMÁRIO PELO VASCO:

Pelo Vasco
1985 – 41 jogos e 24 gols
1986 – 67 jogos e 38 gols
1987 – 59 jogos e 33 gols
1988 – 29 jogos e 24 gols
1999 – 2 jogos e 3 gols
2000 – 72 jogos e 66 gols
2001 – 41 jogos e 42 gols
2002 – 25 jogos e 26 gols
2005 – 45 jogos e 30 gols
2006 – 17 jogos e 18 gols
2007 – 19 jogos e 15 gols
Total – 417 jogos e 319 gols



  • Pulga

    Eeee Romário… tem ngm hoje no futebol brasileiro que limpe as chuteiras do Baixinho. Foi mt gênio.

  • ODILON SILVA = RJ

    Uma grande descoberta do VASCO, agora olha quem está no meio campo, o grande GEOVANI……

  • Claudio

    Fala peixe! esse era o jogador, por sinal muito profissional, onde quer que atuou; mas hoje é essa palhaçada de não poder vestir outra camisa.

MaisRecentes

Pikachu ganha quatro posições no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

O ‘chef’ Milton Mendes



Continue Lendo

Vasco rescinde com atacante do sub-20



Continue Lendo