Faltou intensidade e sobrou soberba ao Vasco



Doriva não conseguiu fazer com que o time mantivesse o ímpeto no 2º tempo (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)

Doriva não conseguiu fazer com que o time mantivesse o ímpeto no 2º tempo (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)

A melhor forma de demonstrar respeito ao seu adversário é seguir buscando o gol, independente do placar. Essa máxima do futebol é antiga, mas pelo visto o Vasco de Doriva não conhece muito bem.

O time venceu o Rio Branco, do Acre, mas não conseguiu anular o jogo de volta. Nenhum problema nisso, normal. O que incomoda a torcida é o fato do time não ter tentado matar a partida quando teve oportunidade. Teve espaço e campo para isso, faltou intensidade e sobrou soberba.

O Vasco vinha fazendo uma boa partida, conquistando uma vitória tranquila. Yago e Índio mostraram personalidade, Thalles voltou a marcar, Douglas Silva também, e Bernardo viveu mais uma noite de garçom, mesmo pouco atuante. Mas bastou voltar do intervalo que a postura mudou.

De um time que trabalhava a bola com calma na intermediária adversária e era incisivo com seu veloz atacante, passou a ser uma equipe burocrática que rodava a bola sem objetivo quase no seu campo de defesa, aguardando o apito final. Medo de quê? De quem?

Faltou respeito ao adversário e à torcida, que foi lá não só para assistir uma vitória, mas um futebol bem jogado e disputado. O que o Vasco parou de fazer no segundo tempo.

E se tem uma coisa que pune quem não a trata bem, é a bola. Ela sabe que está lá para ser chutada, mas acha estranho quando passa muito tempo longe de uma rede para descansar. Já que os vascaínos desistiram de coloca-la em sua ‘caminha’, o Rio Branco foi lá e fez. Um golaço, por sinal.

Não acho que o fato de ter mais um jogo atrapalhará em algo. Aliás, como jornalista e torcedor, quanto mais duelos melhor. Novamente o Expressinho deverá ir à campo, e acho difícil que o time do Acre consiga aprontar algo na Colina. Mas que sirva de lição para os jogadores cruz-maltinos que, mais uma vez, pecaram pela própria falta de ímpeto. Às vezes parece que estão todos satisfeitos na reserva.

Por sorte, o problema do dia foi a atitude e não a técnica. É algo mais fácil de ser corrigido. Nada como uma boa bronca e uma ameaça de barração para eles entenderem o recado.

O castigo, dessa vez, é só ter que jogar mais uma partida. Porém, mais pra frente, pode custar a classificação ou até mesmo um título.

FACEBOOK – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
TWITTER – https://twitter.com/BlogDoGarone



  • Time preguiçoso. Jogadores sem o menor respeito para com a torcida que compareceu em peso e esperava um futebol decente. Não me lembro quando assisti um jogo do Vasco com prazer. Hoje em dia é um sacrifício. A gente fica até com vergonha. Pior, não percebo no técnico a indignação pelo futebol preguiçoso mostrado pelos jogadores. Horrível!

  • Reginaldo Rabelo

    Mas, foi bom. Eu já tinha essa percepção e tive oportunidade de tecer alguns comentários nessa linha, inclusive aqui neste espaço.
    Espero que a Comissão Técnica e, principalmente, a Diretoria (responsável pela montagem do elenco), pois não creio que o Doriva tenha indicado a maioria dos 40 que hoje temos sob contrato se aperceba da necessidade de reformulação do grupo, a partir desse grupo que hoje se apresentou em Rio Branco.
    Vamos lá:
    1) Martin Silva – sem falhas;
    2) Nei – custa crer que esse rapaz tenha sido um importante lateral durante alguns anos no Inter-RS. Pelo menos no Vasco, sempre atuou muito mal, o que hoje voltou a confirmar;
    3) Douglas Silva – excluindo os titulares(Luan e Rodrigo) é nosso melhor zagueiro;
    4) Lorran – fraquissimo na marcação, soberbo no controle de bola e cruza muito mal. No lance do gol, estava distraído e não marcou o cara que recebeu a bola nas suas costas. Henrique, quando escalado, sempre apresentou mais que o Lorran;
    5) Guinazu – fim de carreira, com uma interminável troca de bolas com os zagueiros, sem nenhuma ação vertical;
    6) Vitor Bolt – FRAQUISSIMO, como já o fora nos 45 minutos em que atuou contra o Boavista;
    7) Yago – reserva, nada mais que isto;
    8) Thalles – ainda acredito no seu futebol;
    9) Mateus Indio – sua saída do Vasco dois anos atrás – por ganância dos seus empresários – interrompeu o desenvolvimento de sua carreira e não sei se dá para recuperar o tempo;
    10) Anderson Salles – zagueiro mediano, inferior aos 3 citados no comentário sobre o Douglas Silva;
    11) Bernardo – não dá mais para esperar muito dele. Precisaria melhorar a parte física e a cabeça, mas tem sempre idéias diferentes quanto à vida;
    12) Mosquito – mesma observação quanto ao Mateus Indio;
    13) Montoya – pelo menos terá o contrato encerrado no início de jul/15 e espero que a diretoria não faça a mesma besteira que foi a prorrogação do contrato do Guinazu;
    14) Romarinho – filho do Romário, e só.
    Portanto, meus amigos, com essa patota não se poderia esperar mais. Jogo facílimo, mas a maioria – no 2º tempo – não queria nada com o jogo.
    As estes 8/9, sem condições eu juntaria mais uns 10 do atual elenco, numa pomposa capitaneada pelo Marcinho e partiria para a contratação de uns 4 reforços reais para se juntar a Martin Silva, Madson, Luan, Rodrigo, Cristiano, Lucas, Serginho, Julio dos Santos, Jhon Cley, Gilberto, Dagoberto, Jordi, Jean Patrick, Douglas Silva, Henrique, Lucas Barbosa(sub-20), Bruno Cosendey(sub-20), Thalles, Yago, Kadu(sub-20), Emanoel Biancucchi,
    e tentaria formar um grupo que possa prosperar, o que não será possível com 40 jogadores à disposição do técnico a cada treinamento.

    • Derek

      montoya teve contrato renovado até 2017

      • dido – rezende

        pode emprestar para o macae.

      • Reginaldo Rabelo

        Não consta do BID(CBF) nem no BIRA(FERJ). Se for confirmado, lamento.

    • Thicardozo

      O Henrique deve ser o pior jogador nos treinos…nunca ganha uma chance no time titular. Tbm acho que ele é o melhor lateral esquerdo que nós temos.

      • um carinha bom de bola, mas deu azar 2 vezes ki engrenou, se machucou ele é melhor ki a Fusão entre chistiano e lorran di boa msm…gosto do henrique é questão de tempo ele voltar lorran tah lascado

    • dido – rezende

      porque que só agente ve os defeitos do vasco…os caras estao la no dia a dia e nao tem esta visao pq.

    • Luiz

      Quem invetou esse Mosquito, jogador sem sangue, perdeu todas as jogas, Indio cheio de gracinha futebol que e bom nada. Prestem atenção no Evander, jogador para ser trabalhado, tem facilidade de chutar fora da área, coisa rara em jogador brasileiro.

  • Reginaldo Rabelo

    Faltou colocar a palavra mais importante: BARCA(capitaneada pelo Marcinho), para levar o grupo preguiçoso e sem talento a que me referi.

  • tulio

    Os reservas que jogaram deveriam mostrar mais garra e vontade. Aproveitar a chance pra mostrar serviço. Só gostei de algumas do tal Indio. Fora Bernardo !!!

  • tulio

    O tal Anderson Salles é baixo e não é rápido. Lorran é um jogador comum, dificil acreditar que foi pra seleção sub 20. Nei é HORROROSO !

  • Adiantou poupar o time? O Vasco andava em campo, contra um time que no primeiro tempo, ainda deu um trabalho, mas é fraco e se arrastava em campo. No segundo tempo, com o Rio Branco entregue, os jogadores do Vasco que pensam que são craques, começaram a menosprezar o Rio Branco, em certo ponto o´Mateus Indío começou a passar o pé por cima da bola e fazer firula, achando que o jogo já estava resolvido, mas não jogava pra isso, era uma moleza só (se esses jogadores vieram jogar por que não vão jogar domingo, poderiam ter se empenhado mais), o adversário foi buscar forças da onde não tinha e vai fazer o jogo de volta, muito provavelmente em uma quarta feira antes de uma semifinal do campeonato carioca, algo que vai atrapalhar ainda mais. Sou Acreano e Vascaíno, e fui assistir ao jogo. O Vasco pagou pelo seu menosprezo ao adversário e por alguns jogadores acharem que são “craques”. Depois não adianta reclamar de que ficou um gostinho ruim por não eliminar o jogo de volta.

  • Ângelo Valério

    Reginaldo Rabelo, parabéns por sua análise. Mas infelizmente para nós , aquelas amebas que fazem parte da diretoria , não tem metade da visão que você tem. E isso porque dizem que o respeito voltou. Fodam- se eles todos. Pra que respeito sem time?

  • Concordo com Jose Bonfim e Reginaldo.O tal do Lorran é inacreditável.OYago só sabe ciscar e puxar a manga da camisa.OAnderson não tem estatura de zagueiro.
    Precisamos urgentemente de meiode campo .InvestiriaEvandrno Andrei, Bruno Cosendey e Evander ou traria alguem de fora ou o próprio Almir do Bangu.Triste é ler no site oficial o Doriva dizer que foi um bom jogo.

  • Cara que time feio eu sinceramente não acreditei que era o time do Vasco muito fraco tamo ferrado vamos cair de novo.

  • fb

    Nada ver quase todo jogos vão ter jogo de volta so o Vasco quem deu mole,com o time reserva ainda,esta mídia sempre vai ser contra o Vasco,mesmo quando joga bem,Vasco Vasco Vasco ……..sempre nao precisamos da mídia pra crescer não.

  • Com todo respeito ao time do Rio Branco, mas o Vasco tinha a obrigacão de eliminar o jogo da volta.É inadmissivel que o time volte dormindo para o 2 tempo, o que vimos foi um time preguicoso sem poder de definir uma partida e isto não se refere somente ao jogo de ontem,isto vem acontecendo em todas as partidas.
    Sinto saudade daquele VASCO de duas decadas atrás, onde víamos o time realizar partidas memoráveis, aniquilar os seus adversarios sem piedade, sinceramente tem vários jogadores se é assim que podemos dizer que não merecem vestir esta camisa gloriosa cito como exemplo:
    Montoya,Ney,Thales,Cristiano,Sandro Silva,etc.
    Os jogadores tem que se entregarem mais em campo, comer a grama, ter garra,fatores que nós torcedores aqui do lado de fora não vemos dentro de Campo.
    Avante Vascão!

  • RAS

    Não entendo como muitos “vascaínos” ainda teimam em criticar Guinazu. Se juntar todos do elenco ainda não se consegue obter a raça e dedicação que esse cara tem, não existe bola perdida pra ele. Corre para todas, desarma, briga pela bola… coisa que muito pseudojogador de 20 e poucos anos não faz. Guinazu é o típico primeiro volante, está no time justamente para isso, não para ser um Pirlo nem um Kroos.

  • dido – rezende

    pra mim a culpa é apenas do doriva…..
    falta de comando a beira do campo.

  • O “Mosquito” da dengue deve estar voando até agora, não apareceu para jogar. Com a palavra o” sr. euriquinho”. Do jeito que está vai contaminar o elenco.

  • José Luis Soares

    Perfeita a análise do Reginaldo Rabelo. Parabéns cara !!! Disse tudo que eu / nós queríamos dizer.
    Está aí a receita. Não é difícil.
    ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
    Pergunto : quando um dos nossos volantes vai fazer um gol como o rapaz do Rio Branco fez ? NUNCA !!!!! Eles não passam do meio campo adversário.
    Se o Jonatas Paulista é pior que o tal de Vitor Bolt, manda o garoto embora, é impossível ser pior que este Bolt.
    De repente manda embora por insuficiência técnica ( como foi o caso do zagueiro ítalo dos juniores, hoje na Inter de Milão ) …….
    +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
    E a falta de vontade da garotada ???? Lorran, Mateus Índio, Mosquito.

  • OLAIR JOSE DOS SANTOS

    Essa preguiça dos jogadores do Vasco é antiga, não para acreditar que o cara veste essa camisa e não tenha vontade e raça para ganhar um jogo e jogar bem, para poder continuar figurando entre os titulares. Acorda diretoria.

  • Marcos Soares

    Breve havera renovaçao com a caixa economica por uns 15 milhoes, por detalhes tbm esta o patrocinio com a viton 44 que dara cerca de 15 milhoes tbm, alguns patrocinios pontuais para as finais do carioca, vai haver um respiro financeiro consideravel, a equipe tem pelomenos uma base : martin silva, madson, luan, rodrigo, cristiano, guinha, gilberto, dagol, lucas, “bernardo” , thales, julio dos santos, mais alguns da base podem render, porem ainda e pouco, precisa-se de meio campo, um camisa 10, libertadores ta ai, sempre aparecem otimos jogadores para a posiçao, o restante da equipe do vasco e formada por apostas.. pelomenos nesse periodo que virá antes de iniciar o Brasileirao, nao tragam mais apostas..

  • pwagnerbr

    Há anos vejo o Vasco com um defeito fatal para um time de futebol: falta fome de gol! Falta fome de matar o jogo! De ser impiedoso com o adversário. Há anos vejo o Vasco se contentar com um a zero. Dois a zero é goleada. E invariavelmente, o time se complica no final dos jogos por achar que tem tudo sob controle. Por achar ue é melhor, quando na verdade não é. Falta fome a esse time do Vasco! Fome de gol. Fome de vencer bem, sem margem para discussão.

MaisRecentes

O clássico Evander



Continue Lendo

Evander e Andrés Ríos ganham posições no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

O Vasco e a ‘síndrome da Caverna do Dragão’



Continue Lendo