Entre base e profissional, gestão de Eurico Miranda contratou quase 130 jogadores em três anos; alguns sequer atuaram



Christianno foi o primeiro reforço regularizado pelo Vasco na gestão de Eurico (Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br)

Alexis Barreiro, Nickolas Mariano e João Carlos; Daniel Sant’anna, Jean Daniel, Erick Daltro, Bruno Telles e Jéferson; Daniel Rozen e Erick Luís. É bem verdade que está faltando um goleiro, mas você reconheceria este time do Vasco se o visse em campo?

É compreensível que não. Talvez o torcedor sequer conheça – ou se lembre – de alguns destes nomes, mas todos eles vestiram a camisa vascaína durante a atual gestão de Eurico Miranda. Ou melhor: assinaram contrato, mas jamais atuaram em uma partida do clube.

Os dez jogadores fazem parte da lista levantada aqui pelo blog, e que contém 107 nomes que assinaram contratos profissionais com o Vasco, seja para atuar na base ou na equipe principal, entre janeiro de 2015 e novembro de 2017, período entre a posse de Eurico e a nova eleição do clube.

Ou seja, cerca de 10% das contratações sequer chegaram a pisar no gramado em um jogo do time – sub-20 ou profissional. E o número já aumentou desde o fim da temporada passada.

Com o projeto do Expressinho – o time B que realizará amistosos pelo clube -, mais 16 atletas assinaram vínculos profissionais com o Cruz-Maltino no fim de 2017. Volume que certamente aumentará nos próximos dias, já que um elenco inteiro vem sendo montado para atuar pela equipe – alguns jogadores já vem treinando com o elenco, como o volante Renan Melo, por exemplo,  mas ainda não foram regularizados. Os seis reforços confirmados para o elenco do técnico Zé Ricardo – Desábato, Rildo, Luiz Gustavo, Thiago Galhardo, Riascos e Erazo – também não constam na lista, tendo em vista que ainda não foram registrados.

Ou seja, somando base, profissionais, Expressinho e atletas anunciados mas ainda não regularizados, o total de jogadores contratados pela atual diretoria chega a 127 – dois deles contratados duas vezes (Riascos e Eduardo Melo). Neste caso, levando em consideração apenas os que assinaram contratos profissionais. Jovens com vínculos de amador, como Athyla e Ivan, que defenderam o sub-20 em 2016, não entraram na listagem.

CONTRATADOS SEM JOGAR

Entre os jogadores que foram contratados mas não atuaram, citados no início da matéria, dois nomes chamam a atenção: o zagueiro Nikolas Mariano e o volante Daniel Sant’anna, que apareceram no BID – Boletim Informativo Diário da CBF – e no BIRA – Boletim Informativo de Registro de Atletas da FERJ – como jogadores do clube, mas jamais foram apresentados ou integrados ao elenco profissional. Na época, o Blog do Garone tentou contato via assessoria do clube para saber a condição dos atletas, mas não obteve resposta.

Nickolas foi contratado mas nunca atuou pelo Vasco (Foto: Divulgação/Corinthians)

Nick, como é chamado o defensor, acabou sendo emprestado posteriormente ao Oliveirense, de Portugal. Já Daniel, que passou pela base do cruzmaltino na gestão anterior de Eurico, ‘cumpriu’ seus três meses de contrato e jamais defendeu outro clube.

O mesmo aconteceu na base.

O colombiano Alexis Barreiro, até então reforço para o sub-20, também não disputou nenhuma partida pelos juniores. O zagueiro passou por um período de teste, foi aprovado, mas logo foi emprestado ao Artsul, sendo dispensado em seguida.

Jean Daniel, volante que chegou do Barueri, foi outro que chegou e saiu sem ao menos realizar um jogo.

MUITO VOLUME NA BASE E BAIXO APROVEITAMENTO DOS REFORÇOS

Entre os 49 jogadores contratados para a base neste período, apenas um foi aproveitado nos profissionais, até agora: Paulo Vítor. O atacante, porém, não foi uma descoberta da comissão técnica que rendeu frutos. O atacante na verdade foi criado em São Januário, mas havia se transferido sem custos para o Fluminense. Ao assumir, a diretoria conseguiu convencer o jovem atleta a retornar, criando um problema judicial com o Tricolor, mas que em seguida foi resolvido.

Dos 49 novos nomes, quase metade deixou o Vasco antes do encerramento dos seus contratos. Ao todo, foram 22 rescisões, com a grande maioria deixando o clube após alguns poucos jogos. Como foi o caso, por exemplo, de Diego Sinhorini, filho do técnico Doriva, que chegou junto com o pai, disputou sete partidas pelo sub-20, e deixou a equipe em seguida, inclusive encerrando sua carreira como jogador de futebol.

Diego, filho de Doriva jogou pouco pelo sub-20 do Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

Outros atletas chegaram e saíram com ainda menos jogos disputados, foram os casos do atacante Victor Santiago, artilheiro da Copa São Paulo de 2015, pelo Cruzeiro, e do volante Íkaro, ex-Fluminense, que atuaram apenas cinco vezes.

Marcel, vindo do Corinthians, passou pela Colina tendo feito apenas um jogo.

Dos 49 contratados, apenas um está nos profissionais – PV –  e somente oito fazem parte do elenco cruz-maltino que disputa a Copa São Paulo de Juniores: os zagueiros Ulisses e Caio Marcelo, o lateral-esquerdo Luan, os atacante Marrony e Léo Reis, o volante Bruno Ritter e o meias Matheus Moresche e Lucas Pederzoli.

RENOVAÇÕES SEM USO

Mais um dado que chama a atenção ao analisar a movimentação de contratos de jogadores do Vasco nos últimos três anos é a renovação com atletas pouco aproveitados. Durante este período, a diretoria renovou os vínculos de nomes como Douglas Silva – rescindiu três meses depois -, Sandro Silva, Yago, Renato Kayser, Victor Bolt, Emerson Carioca – sub-20 -, William Barbio, Bruno Henricky – base – e Kadu Fernandes, que jamais fizeram parte dos planos dos treinadores vascaínos.

PASSAGENS METEÓRICAS

Além dos jogadores que passaram pelo clube neste período sem atuar, muitos outros tiveram apenas breves experiências dentro do gramado. Dos 58 reforços contratados para o time principal, oito não jogaram e outros 12 disputaram dez ou menos jogos oficiais pelo time: Seymour (1), Lucas Rocha (2), Mosquito (2), Victor Bolt (3), Jackson Caucaia (3), Romarinho (4), Fellype Gabriel (4), Bruno Ferreira (5), Matheus Índio (6), Jean Patrick (7), Bruno Paulista (10) e Emanuel Bianchuchi (10).

O chileno Seymour fez apenas um jogo pelo Vasco (Foto: Paulo Sérgio/Lancepress)

Ou seja, de todas as contratações para os profissionais (58 no total), cerca de 35% atuou em dez partidas ou menos, o que equivale, mais ou menos, a apenas um 1/6 de toda uma temporada.

Outros, como Muriqui, Anderson Martins, Kelvin, Dagoberto e Luis Fabiano, por exemplo, nomes caros e conhecidos, foram a campo 20 vezes ou menos.

OS MAIS LONGÍNQUOS

Entre as contratações feitas no primeiro trimestre da gestão de Eurico Miranda – entre janeiro e março de 2015 -, apenas dois jogadores seguem no Vasco: os laterais Madson e Bruno Ferreira. O primeiro foi titular durante grande parte do triênio, sendo o reforço com mais jogos neste período: 137. Em contrapartida, Bruno foi a campo apenas cinco vezes – e em 2018 não deverá ser utilizado novamente.

A REFERÊNCIA

Da lista com mais de 100 nomes, um deles – na verdade um apelido – se destaca: Nenê. Um dos mais antigos do grupo – contratado em agosto de 2015 -, foi o segundo que mais atuou entre os reforços (130 vezes) e é o maior goleador do período, com 43 gols.

Nenê é o maior artilheiro na gestão de Eurico Miranda (Foto: Nelson Costa/Vasco)

CONTRATADOS PARA OS PROFISSIONAIS
– Data da publicação no BID, nome, posição e tipo de contrato
– Todos os jogadores listados assinaram contratos profissionais

1 – 26/01/2015 – Christianno – lateral-esquerdo – contrato empréstimo
2 – 27/01/2015 – Bruno Ferreira – lateral-direito – contrato definitivo
3 – 27/01/2015 – Erick Luis – atacante – contrato definitivo – NÃO ATUOU
4 – 27/01/2015 – Jean Patrick – volante – contrato empréstimo
5 – 29/01/2015 – Victor Bolt – volante – contrato definitivo (prorrogou o contrato em 08/01/2016) (rescindiu em 01/01/2017)
6 – 29/01/2015 – Serginho – volante – contrato empréstimo
7 – 29/01/2015 – Lucas – volante – contrato empréstimo
8 – 29/01/2015 – Marcinho – meia – contrato definitivo
9 – 29/01/2015 – Madson – lateral-direito – contrato definitivo (contrato prorrogado em 10/06/2016)
10 – 29/01/2015 – Romarinho – atacante – contrato definitivo
11 – 02/02/2015 – Erick Daltro – lateral-esquerdo – contrato definitivo – NÃO ATUOU (contrato encerrado em 27/01/2017)
12 – 04/02/2015 – Julio dos Santos – meia – contrato definitivo (contrato renovado em 04/01/2017) (rescindiu em 18/07/2017)
13 – 19/02/2015 – Gilberto – atacante – contrato empréstimo
14 – 24/02/2015 – Aislan – zagueiro – contrato empréstimo (assinou novo contrato em 09/03/2016)
15 – 26/02/2015 – Mosquito – atacante – contrato empréstimo
16 – 26/02/2015 – Daniel Rozen – meia – contrato definitivo – NÃO ATUOU
17 – 09/03/2015 – Dagoberto – atacante – contrato empréstimo
18 – 12/03/2015 – Matheus Índio – meia – contrato empréstimo (rescindiu em 11/08/2017)
19 – 27/03/2015 – Emanuel Biancuchi – meia – contrato definitivo
20 – 08/05/2015 – Diguinho – volante – contrato definitivo (contrato prorrogado em 06/06/2016)
21 – 12/05/2015 – Julio César – lateral-esquerdo – contrato definitivo
22 – 22/05/2015 – Nikolas Mariano – zagueiro – contrato definitivo – NÃO ATUOU (contrato prorrogado em 26/08/2015) – contrato encerrado em 30/08/2016
23 – 25/05/2015 – Jackson Caucaia – volante – contrato empréstimo
24 – 28/05/2015 – Riascos – atacante – contrato empréstimo
25 – 01/07/2015 – Herrera – atacante – contrato definitivo (rescindiu seis meses depois)
26 – 03/07/2015 – Andrezinho – meia – contrato definitivo (contrato prorrogado em 10/03/2016)
27 – 17/07/2015 – Bruno Gallo – meia – contrato definitivo (contrato prorrogado em 16/12/2016) (rescindiu em 21/07/2017)
28 – 11/08/2015 – Nenê – meia – contrato definitivo (contrato prorrogado em 20/01/2016)
29 – 13/08/2015 – Jorge Henrique – atacante – contrato definitivo (contrato prorrogado em 31/08/2016) – rescindiu em 06/04/2017
30 – 13/08/2015 – Seymour – volante – contrato empréstimo
31 – 21/08/2015 – João Carlos – zagueiro – contrato definitivo – NÃO ATUOU
32 – 03/09/2015 – Leandrão – atacante – contrato definitivo (rescindiu em 16/05/2017)
33 – 03/09/2015 – Jéferson – meia – contrato definitivo – NÃO ATUOU (contrato prorrogado em 28/10/2015)
34 – 14/09/2015 – Bruno Teles – lateral-esquerdo – contrato definitivo – NÃO ATUOU
35 – 06/01/2016 – Yago Pikachu – lateral-direito – contrato definitivo
36 – 13/01/2016 – Marcelo Mattos – volante – contrato definitivo (contrato renovado em 04/01/2017)
37 – 08/04/2016 – Daniel Sant’anna – zagueiro – contrato definitivo – NÃO ATUOU
38 – 20/05/2016 – William – volante – contrato empréstimo
39 – 24/05/2016 – Fellype Gabriel – meia – contrato definitivo
40 – 06/07/2016 – Rafael Marques – zagueiro – contrato definitivo
41 – 18/07/2016 – Junior Dutra – atacante – contrato definitivo (rescindiu em 18/01/2017)
42 – 19/07/2016 – Ederson – atacante – contrato empréstimo (rescindiu em 18/07/2017)
43 – 18/01/2017 – Muriqui – atacante – contrato definitivo (rescindiu em 11/07/2017)
44 – 20/01/2017 – Escudero – meia – contrato definitivo
45 – 03/02/2017 – Jean – volante – contrato empréstimo
46 – 03/02/2017 – Gilberto – lateral-direito – contrato empréstimo
47 – 04/02/2017 – Kelvin – atacante – contrato empréstimo
48 – 09/02/2017 – Wagner – meia – contrato definitivo
49 – 10/02/2017 – Manga Escobar – atacante – contrato empréstimo
50 – 22/02/2017 – Luis Fabiano – atacante – contrato definitivo
51 – 16/05/2017 – Paulão – zagueiro – contrato empréstimo
52 – 19/05/2017 – Breno – zagueiro – contrato empréstimo
53 – 30/05/2017 – Wellington – volante – contrato empréstimo
54 – 02/06/2017 – Lucas Rocha – zagueiro – contrato empréstimo
55 – 03/07/2017 – Bruno Paulista – volante – contrato empréstimo
56 – 04/07/2017 – Ramon – lateral-esquerdo – contrato definitivo
57 – 18/07/2017 – Andrés Ríos – atacante – contrato definitivo
58 – 26/07/2017 – Anderson Martins – zagueiro – contrato definitivo

Expressinho do Vasco vem realizando amistosos (Foto: Sarah Borborema/Vasco)

CONTRATADOS PARA O EXPRESSINHO
– Data da publicação no BID, nome, posição e tipo de contrato
– Todos os jogadores listados assinaram contratos profissionais

59 – 23/11/2017 – Daniel Pessoa – atacante – contrato definitivo (Expressinho)
60 – 05/12/2017 – Nathan – atacante – contrato empréstimo (Expressinho)
61 – 12/12/2017 – Jonathan Brian – atacante – contrato definitivo (Expressinho)
62 – 12/12/2017 – Eduardo Melo – meia – contrato definitivo (jogador nº 11 da lista da base, abaixo – recontratado) (Expressinho)
63 – 12/12/2017 – Rogélio Balotelli – atacante – contrato definitivo (Expressinho)
64 – 12/12/2017 – Jéferson – meia – contrato empréstimo (Expressinho)
65 – 13/12/2017 – Diogo – atacante – contrato definitivo (Expressinho)
66 – 15/12/2017 – Joseph – volante – contrato empréstimo (Expressinho)
67 – 15/12/2017 – Alex de Souza – meia – contrato definitivo (Expressinho)
68 – 18/12/2017 – Daniel Felipe – zagueiro – contrato empréstimo (Expressinho)
69 – 20/12/2017 – Willian – lateral-direito – contrato empréstimo (Expressinho)
70 – 20/12/2017 – Romário – atacante – contrato empréstimo (Expressinho)
71 – 20/12/2017 – Wellington Lucas – zagueiro (base) – contrato definitivo (Expressinho)
72 – 20/12/2017 – Mayron – meia (base) – contrato definitivo (Expressinho)
73 – 20/12/2017 – Enric Ferro – lateral-esquerdo (base) – contrato definitivo (Expressinho)
74 – 20/12/2017 – Yuri – lateral-direito (base) – contrato definitivo (Expressinho)

JOGADORES CONFIRMADOS QUE AINDA NÃO FORAM REGULARIZADOS

75 – Leandro Desábato – volante
76 – Rildo – atacante
77 – Thiago Galhardo – meia
78 – Luiz Gustavo – zagueiro
79 – Riascos – atacante ( jogador nº24 na lista de profissionais contratado – recontratado)
80 – Erazo – zagueiro

JOGADORES CONTRATADOS PARA A BASE
– Data da publicação no BID, nome, posição e tipo de contrato
– Todos os jogadores listados assinaram contratos profissionais

1 – 12/03/2015 – Emerson Carioca – meia (base) – contrato definitivo (prorrogou o contrato em 15/01/2016)
2 – 15/04/2015 – Gabriel  Braga – atacante (base) – contrato definitivo (rescindiu sete meses depois)
3 – 15/04/2015 – Diego Sinhorini – meia (base) – contrato definitivo (rescindiu cinco meses depois)
4 – 08/05/2015 – Marcel – volante (base) – contrato definitivo (rescindiu três meses depois)
5 – 11/05/2015 – Alexandre Melo – meia (base) – contrato empréstimo
6 – 11/05/2015 – Daniel Gonçalves – zagueiro (base) – contrato empréstimo
7 – 19/05/2015 – Jussa – meia (base) – contrato definitivo
8 – 03/06/2015 – Paulo Vítor – atacante (base) – contrato empréstimo
9 – 15/06/2015 – Ikaro – volante (base) – contrato definitivo (rescindiu oito meses depois)
10 – 17/06/2015 – Marrony – atacante (base) – contrato definitivo (prorrogou em 13/11/2017)
11 – 17/06/2015 – Eduardo Melo – meia (base) – contrato definitivo
12 – 23/09/2015 – Matheus Peixe – lateral-direito (base) – contrato empréstimo (rescindiu em 09/01/2017)
13 – 24/09/2015 – Arthur Minota – zagueiro (base) – contrato definitivo (rescindiu em 13/11/2017)
14 – 24/09/2015 – Halls – goleiro (base) – contrato definitivo
15 – 05/11/2015 – Matheus Raniel – zagueiro (base) – contrato empréstimo (rescindiu em 09/01/2017)
16 – 17/11/2015 – Pedro Guilherme – lateral-esquerdo (base) – contrato definitivo (rescindiu em 05/04/2017)
17 – 01/02/2016 – Gabriel Silva – atacante (base) – contrato empréstimo (rescindiu seis meses depois)
18 – 02/02/2016 – Diogo Hereda – lateral-direito (base) – contrato definitivo (rescindiu em 27/01/2017)
19 – 03/02/2016 – Jean Daniel – volante (base) – contrato definitivo – NÃO ATUOU
20 – 19/02/2016 – Gerônimo – atacante (base) – contrato empréstimo (rescindiu seis meses depois)
21 – 19/02/2016 – Manoel – lateral-esquerdo (base) – contrato empréstimo (rescindiu seis meses depois)
22 – 23/02/2016 – Alexis Barreiro – zagueiro (base) – contrato definitivo (rescindiu oito meses depois) – NÃO ATUOU
23 – 18/03/2016 – Matheus Marcondele – meia (base) – contrato definitivo (rescindiu em 02/06/2017)
24 – 24/05/2016 – Victor Santiago – atacante (base) – contrato empréstimo (rescindiu em 27/01/2017)
25 – 10/06/2016 – Elias – lateral-esquerdo (base) – contrato definitivo (rescindiu em 17/03/2017)
26 – 01/07/2016 – Léo Couto – meia (base) – contrato definitivo (rescindiu em 11/09/2017)
27 – 26/07/2016 – Paulo André – goleiro (base) – contrato empréstimo (rescindiu em 27/06/2017)
28 – 25/08/2016 – Felipe Santos – atacante (base) – contrato definitivo (rescindiu em 20/03/2017)
29 – 09/09/2016 – Yuri Aguiar – meia (base) – contrato definitivo (rescindiu em 16/08/2017)
30 – 16/09/2016 – Felype Hebert – atacante (base) – contrato definitivo
31 – 16/09/2016 – Murillo – zagueiro (base) – contrato empréstimo
32 – 20/09/2016 – Patrick Teles – meia (base) – contrato empréstimo (rescindiu em 08/07/2017)
33 – 20/09/2016 – Vinicius Sanches – meia (base) – contrato empréstimo
34 – 20/09/2016 – Denílson – volante (base) – contrato empréstimo
35 – 16/12/2016 – Luis Henrique Lelis – volante (base) – contrato definitivo
36 – 16/12/2016 – Bruno Ritter – volante (base) – contrato definitivo
37 – 10/01/2017 – Matheus Moresche – meia (base) – contrato definitivo
38 – 19/01/2017 – Luan – lateral-esquerdo (base) – contrato empréstimo (prorrogou em 05/06/2017)
39 – 19/01/2017 – Rafael Garutti – zagueiro (base) – contrato definitivo (rescindiu em 16/08/2018)
40 – 19/04/2017 – Ulisses – zagueiro (base) – contrato empréstimo (prorrogou em 14/06/2017)
41 – 27/04/2017 – Bruno Chiaromonte – volante (base) – contrato definitivo
42 – 28/04/2017 – Charles – lateral-direito (base) – contrato empréstimo
43 – 05/07/2017 – Léo Reis – atacante (base) – contrato empréstimo
44 – 24/07/2017 – Caio Marcelo – zagueiro (base) – contrato empréstimo
45 – 21/08/2017 – Robert – atacante (base) – contrato empréstimo
46 – 29/08/2917 – Lucas Pederzoli – meia (base) – contrato definitivo
47 – 22/11/2017 – Léo Santos – atacante (base) – contrato definitivo
48 – 11/12/2017 – Edmar – lateral-esquerdo (base) – contrato definitivo
49 – 20/12/2017 – Warley – meia (base) – contrato definitivo



  • PEDRO IVO COELHO CABRAL

    Essa é e sempre foi uma das maneiras do S.r Eurico e sua trup organizar seus esquemas com empresários de pseudo jogadores e lavarem dinheiro da instituição para contas físicas… troca de favores… jeitinhos.. toma aqui e me da ali… comissões pagas com intenções de dilubriar a Instituição e a constituição…. coisas que advogados da espécie do S.r Eurico adoram fazer… advogados como o Eurico que amam as brechas das leis e sabem tirar proveito próprio delas .. agem sem o mínimo de moralidade… se escondento atrás de papeladas e artigos ultrapassados que nunca fazem valer a maior das leis, que é a verdade e a justiça moral… é nisso que o CRVG está enfiado e viciado… qual profissional sério e no auge iria querer se vincular ao Vasco? Só aceitam quando existe um interesse pessoal… um projeto pessoal de se projetar no futebol tendo a visibilidade de um gigante como o Vasco ou se reencontrar no esporte quando se vem de temporadas pouco proveitosas para suas carreiras…
    Mas só fazem com a gente o que permitimos… e se o atual gestor do Clube permite tudo isso é porque gosta e quer assim… Eurico, seu Lafranhudo, deixe o Vasco em paz…. o Vasco não carece de uma pessoa como vc e com suas intenções. O mesmo vale para sua prole.

  • Gajo Romário

    A quantidade de dinheiro que foi lavado nessas transações, é algo absurdo. E ninguém está sabendo de nada.

  • Joao Gabriel

    Sapo velho, suma do Vasco, você e sua “famiglia” de mafiosos. O pior de tudo é que ainda existem sócios que votam nesse crápula.

  • Diogo Nunes

    Já deu p essa praga do euvírus, está desmontando o Vasco. Já foi Anderson Martins, agora foi o Matheus Vital.. sério mesmo! Estou achando que iremos passar vergonha nessa pré-libertadores!

  • Fernando Azevedo

    uma média aproximada de 3,6 contratações por mês… que que é isso!

MaisRecentes

Vasco regulariza seus primeiros reforços para 2018



Continue Lendo

Anunciado pelo Vasco, Rafael Galhardo é mais um reforço que chega ao clube após sequência de lesões



Continue Lendo

Valor da venda de Mateus Vital será o mais baixo entre as promessas do Vasco negociadas nos últimos anos



Continue Lendo