Diego Souza era o presente de Natal pretendido pelo Vasco



Diego Souza disputou 87 jogos e marcou 30 gols pelo Vasco (Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

Diego Souza disputou 87 jogos e marcou 30 gols pelo Vasco (Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

Escudero não era o ‘nome bomba’ que o Vasco esperava anunciar no Natal. A grande contratação que o clube vinha tentando era a de Diego Souza, mas o negócio esbarrou em uma questão simples: dinheiro.

O jogador, campeão da Copa do Brasil pelo Cruz-Maltino em 2011, já havia sido sondado em novembro, quando o Sport brigava contra o rebaixamento. Uma possível queda do time poderia ajudar a negociação, mas não foi o que aconteceu. E o ânimo vascaíno diminuiu.

Com a possibilidade de perder Nenê, o nome do artilheiro do Brasileirão voltou à pauta. Dessa vez, com mais força. Porém, a equipe pernambucana novamente não se mostrou disposta a liberar o atleta – que tem contrato até o fim de 2017 – sem uma compensação financeira, o que tornou a sua chegada improvável.

A pedida foi considerada fora da realidade do clube.

Sua contratação não foi descartada pela diretoria, mas outros nomes passaram a ser analisados para suprir essa carência no meio-campo. Principalmente se a saída de Nenê for confirmada.



MaisRecentes

Bruno César não é Maxi López



Continue Lendo

Sub-20 do Vasco poderá superar o desempenho do time de 2010, que revelou Allan e Luan



Continue Lendo

A Martín o que é de Martín



Continue Lendo