Dez motivos para acreditar no título do Vasco



Rafael Silva Botafogo-Rafael-Wagner-Meier-LANCEPress_LANIMA20150426_0247_52
Todo torcedor que se preze tem um quê de superstição em si. Como dizem: ‘Não há ateu quando um avião está para cair’. E uma final de campeonato é quase isso. Aliás, futebol é algo bem semelhante a isso, um turbilhão de emoções.

Quando a bola rola – ou até mesmo antes -, todo mundo se apega à alguma coisa: números, estatísticas, amuleto da sorte, pé de coelho, cueca rasgada, histórias, coincidências, posição na poltrona… Tudo é motivo para acreditar, ter fé e até mesmo fazer uma previsão do que está por vir. Mas, obviamente, cada um olha o seu lado.

Como bem disse certa vez o folclórico/mito/lenda Neném Prancha: ‘Se macumba ganhasse jogo, Campeonato Baiano terminava empatado’. E é bem por aí. No fim, sabemos que quando a bola rola, toda história começa a ser reescrita. Não há mal que sempre dure e nem bem que não acabe, já diz o ditado.

Tabus está aí para serem quebrados e jejuns para serem encerrados.

Os botafoguenses se apegam ao fato de não perderem uma final para o Vasco desde a Taça Guanabara de 1965. Relembram as finais de 90 e 97, dos gols de Carlos Alberto Dias e Dimba. Outros garantem que o jejum de 12 anos do Cruz- Maltino sem vencer o Estadual pode pesar e recontam a velha história de vice e etc.

Mas e do lado vascaíno, nada à favor? Nenhum número ou histórico para se agarrar? Claro que tem.

Há quem não goste de ver o time entrando em campo com a vantagem do empate, porém, o último título vascaíno no Carioca saiu exatamente assim. O Gigante venceu a primeira partida contra o Fluminense por 2 a 1 e, de quebra, repetiu o placar no duelo seguinte.

Aliás, atuar com a vantagem não é uma novidade. No histórico gol de Cocada contra o Flamengo, em 88, os cruz-maltinos também precisavam apenas empatar para ficar coma taça, mas o golaço do lateral deu toque todo especial a comemoração.

No Brasileiro de 97, novamente a vantagem ao nosso favor. Dois empates em 0 a 0 com o Palmeiras e o tricampeonato nacional chegava a Colina.

Além de já ter conquistado diversos outros títulos atuando com o ‘privilégio’ da igualdade no placar, outros números e curiosidades também podem servir para os vascaínos mais supersticiosos se apegarem:

– Na história do confronto, o Vasco possui 51 vitórias a mais que o Botafogo – 139 x 88. É a maior supremacia de um time nos clássicos do Rio de Janeiro.
– O Vasco nunca ficou mais de 12 anos sem vencer um Carioca.
– Vasco não sofre gols há três clássicos.
– Vasco não perde há quatro clássicos.
– Nos últimos 11 clássicos válidos por competições oficiais, o Vasco sofreu apenas uma derrota. Foram seis empates e quatro vitórias.
– Vasco não perde para o Botafogo desde 2013 (há 4 jogos).
– Vasco não perde por mais de um gol de diferença desde novembro do ano passado.
– Vasco não perde um clássico por mais de um gol de diferença desde 2013
– A dupla Luan e Rodrigo sofreram apenas duas derrotas em 36 jogos juntos pelo Vasco
– Desde 2005 o time que perdeu o primeiro jogo da final não é campeão carioca. A última vez foi uma ‘ virada’ do Fluminense sobre o Volta Redonda. Ou seja, quem sai na frente, tem terminado na frente.

FACEBOOK – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
TWITTER – https://twitter.com/BlogDoGarone



  • Messi FJV

    No nosso último título carioca a fornecedora de material esportivo também era a Umbro…

  • mc

    1(um) motivo para acreditar no título do BOTAFOGO:

    O vasco é sempre VICE.

    • adriano

      O Vasco é vice ai na sua casa quando voce sai ele entra kkkkkkkk

    • Vascão

      Um motivo para acreditar que vc é CORNO vc é FLAMENGUISTA KKKKKKKK

  • JC

    Bom, estamos com vantagem, que segundo o ganhador de títulos Dagoberto, do alto da sua experiência, é algo ilusório se o time não entrar em campo “queimando pneu” (!). Portanto, todo cuidado é pouco! Se deixarmos escapar essa oportunidade a coisa vai ficar preta pro Vasco! Portanto, fé em Deus e pé na tábua!

  • Zeca Pinto

    O nosso maior problema era a questão psicológica (tabu) contra o Flamengo, e isso já superamos. E se considerarmos a campanha do Vascão, ela está entre as três melhores do campeonato. E quanto ao time, o Doriva conseguiu dar um padrão de jogo ao time com o elenco que temos. E se existe alguma dúvida na escalação na cabeça do Doriva e do torcedor é no quarto homem do meio campo: Bernardo ou Marcinho, este último, não deveria ir nem no banco, pois não está na sua condição física ideal e, talvez, nem chegue a isso. O time é: Martin, Madsno, Luan, Rodrigo e Cristiano (Henrique nunca aprovou); Serginho, Guinazu, Júlio dos Santos e Bernardo (John Clay); Dagoberto e Gilberto. Se precisar fechar mais no segundo tempo, saca Bernardo e coloca Anderson Sales ou então coloca o Lucas. Se Dagoberto cansar, entra o Rafael Silva. E pronto. Vamos ser campeões, não tenho dúvidas! Saudações Vascaínas!

  • ODILON SILVA – RJ

    Até os falecidos vascaínos vão ajudar.

  • ODILON SILVA – RJ

    Pra cima dos caras SADDAM MIRANDA.

  • ODILON SILVA – RJ

    Maracanã lotado de vascaínos, Maracanã entupido de vascaínos, ainda tem uns e outros que fazem de tudo para afastar o VASCO e sua torcida do maracanã. Ainda tem gente fazendo de tudo para afastar o VASCO do maracanã, difícil de acreditar.que exista gente que não sente alegria e felicidade em vê um maracanã tomado de vascaínos.

  • O Vascão vai ser campeão pq é mais time que o bostafogo e ta jogando com garra,fibrae força de campeão.Vascão 2 x 1. de virada pra se mais gostoso

  • FLAPENTATRIHEXATRI

    Eu já vi esse filme…vai ser vice de novo!!!…e nos penaltis!!kkk

    • Vascão

      EU SEI DE UMA COISA, TODO FLAMENGUISTA É CORNO KKKKKKKKKKKK

      • FLAPENTATRIHEXATRI

        Cornos, até alguns podem ser; mas todo bacalhau é bi de segunda, viu?kkkkk

  • Racional

    Garone, vc esqueceu de mencionar as finais dos campeonatos estaduais de 1948 e 1968 vencidas pela equipe da estrela solitária contra o Vasco da Gama.
    E acrescentando, só para efeito de informação: a última final de estadual vencida pelo Vasco da Gama, foi no dia 23 de março de 2003 com o score final de 2 a 1 para a equipe da colina contra o Fluminense. Isto é, já se completaram os 12 anos sem títulos estaduais.
    Abçs.

  • MULAMBO COMO SENTE N TEM ESTADIO PRA JOGAR SO GANHA SOMENTE NO APITO e a MIDIA SUJA A TE APOIA EDMUNDO TE HUMILHOU PEDRINHO TE CALOU NO MARACA SOU SEU MAIOR TERROR H VASÇÃO

    • FLAPENTATRIHEXATRI

      E o que adianta, vcs falam em estádio, mas a dívida está na casa dos 700 milhões, e vão ter que ralar e muito para se equacionarem, pq o “roubo voltou”!!!kkkkkk

MaisRecentes

A classificação do Vasco e a torcida única



Continue Lendo

Garçom, Escudero ganha três posições no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

A fábula do Fabuloso



Continue Lendo