Destaque no Japão, atacante revela: ‘Jogar no Vasco foi um sonho’



Patric é o artilheiro do Gamba Osaka (Foto:Divulgação)

Patric é o artilheiro do Gamba Osaka (Foto:Divulgação)

Natural de Macapá, no Amapá, Patric vem sendo um dos destaques do Gamba Osaka, do Japão, nesta temporada. Apesar de não ser um grande conhecido da torcida brasileira, o atacante já acumula em sua carreira passagens por 14 clubes do país. O mais importante deles, o Vasco.

Formando atualmente dupla com Lins, ex-Criciúma, o centroavante, que é o artilheiro do time na J-League com 8 gols, afirma estar vivendo o seu melhor momento da carreira.

“Cheguei num time que estava na 15ª posição e hoje somos vice-líderes com um confronto direto pela frente. Além disso, estamos na final da Copa Nabisco e na semifinal da Copa do Imperador. Nossa chance de conquistar um título na temporada é muito grande. Isso pesa muito, principalmente por se tratar de um time que ano passado estava na divisão de acesso. Isso tudo tem sido muito importante, posso entrar para a história do clube,”, disse o jogador em entrevista exclusiva ao Blog do Garone.

Aos 27 anos de idade, o goleador falou também de sua passagem por São Januário. Entre 2010 e 2011, Patric defendeu a equipe sub-23 cruz-maltina e atuou também em oito jogos pelos profissionais, vestindo a camisa de número 30, e não balançou as redes nenhuma vez.

Apesar de ter tido poucas oportunidades na Colina, o atleta relembrou com carinho a sua passagem por lá.

“Jogar no Vasco foi um sonho. Tive pouca oportunidade mas isso faz parte do futebol. O Vasco tinha dois atacantes que viviam um bom momento (Alecsandro e Elton). Mesmo assim foi um aprendizado que me deu experiência e ajudou muito a chegar onde estou e a viver o que vivo no Japão. Ainda sonho em voltar a jogar no Brasil e disputar o Campeonato Brasileiro em times com grandes torcidas.”, revelou o artilheiro que já defendeu também Atlético-GO, Americano e Paysandu, entre outras equipes.

Esta é a terceira passagem de Patric pelo Japão. Antes do Gamba Osaka, o centroavante já havia tido rápidas passagens pelo Kawasaki Frontale e o Ventforet Kofu. Seu último clube no Brasil foi o Fortaleza, no primeiro semestre deste ano.

/BlogDoGarone
@BlogDoGarone



  • Joel Melo dos Santos

    Efeito Guardiola?

  • Durval P Castro

    Q seja feliz a onde está.

MaisRecentes

Vasco rescinde contrato de goleiro do sub-20



Continue Lendo

Nenê volta a abrir vantagem na liderança do Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

Nenê se isola como o 4º maior artilheiro do Vasco neste século



Continue Lendo