Derrota à primeira vista



Vasco foi derrotado pelo Cruzeiro por 3 a 0 (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Vasco foi derrotado pelo Cruzeiro por 3 a 0 (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Quem assistiu a Vasco x Cruzeiro, nesta quinta-feira, talvez tenha presenciado a partida mais rápida da história do Campeonato Brasileiro. Com apenas um minuto de jogo já tínhamos, em Volta Redonda, um vitorioso e um derrotado bem definidos.

Acreditem, amigos, é possível até questionar se o insucesso cruzmaltino não aconteceu antes mesmo da bola rolar. Foi um embate tão cômodo para a equipe mineira que pareceu combinado de antemão. Sei que não foi, mas um desavisado poderia achar, tamanho o acanhamento ofensivo do mandante.

O Vasco foi tão inofensivo quanto um vegetariano em uma churrascaria.

Só isso explicaria mais uma mudança drástica de Milton Mendes na equipe, sacando os jovens Guilherme Costa e Mateus Vital para as entradas de Wagner e Escudero. Mais incompreensível ainda: antes titulares, os garotos sequer se tornaram opções para a etapa final.

E não são os primeiros a passarem por isso – Pikachu e Nenê que o digam.

O trabalho de Milton Mendes à frente do Vasco, até o momento, tem a consistência de uma moleira de um recém-nascido. Os critérios técnicos e táticos parecem variar de acordo com o mapa astral de cada atleta. Se Júpiter estiver em Virgem, jogam os aniversariantes setembro. Do contrário, apenas os nascidos em datas com números primos.

Ou algo parecido, não sei.

O gol de Thiago Neves, fruto de um chute despretensioso em diagonal, contou com o olhar preguiçoso de Martin Silva, que apenas acompanhou a bola morrer no canto. Nem um salto, daqueles que se conhece a ineficiência mas ajuda a esconder a falta de atenção. Ou reação. Nada, nenhuma ação.

Lembrou a infância no pinball, quando a bolinha descia exatamente pelo meio e pouco havia a se fazer. Apesar disso, apertávamos os botões, balançando as hastes com toda força e velocidade para evitar a derrota. Há honra na tentativa, apesar do insucesso.

Martin, entretanto, já pegava uma nova ficha quando a bola quicou pela segunda vez dentro da área sem que ninguém a tirasse. Foi o primeiro vencido entre os derrotados.

E quando um time se propõe a sofrer um gol de cruzamento com um minuto de jogo, amigos, não há nada que mude seu destino na partida. É algo que se padece apenas em dias onde a derrota é iminente. E foi.

Depois disso, todo o resto foi cerimônia.

E o Cruzeiro, o cerimonialista.

Já o Vasco, um mero convidado. Mais uma vez.



  • Cleiton Peixoto Gonçalves

    Isso tudo é culpa do Milton Mendes. Chegou e já desmontou o time todo…. Beleza gostaria de ver a molecada jogar mesmo, mas se olhar no papel e comparar com os moleques de 97. Tinha uma referencia no ataque que era Edmundo. Felipe, Pedrinho por exemplo na época não decidiam sozinhos! No minha opinião o Caso do Nenê é sim culpa do Milton. Poxa o cara de 36 anos ele me coloca de ponta para subir e voltar marcando!

    Ele simplesmente queria que isso acontecesse. Primeiro foi banco e Nenê respeitou e ficou na dele depois coloca o cara de Ponta esquerda! Tá de sacanagem!
    Ele queria simplesmente queria essa reação do Nenê. Jogar o cara contra o Vasco!
    Agora vem na mídia dizendo que não tirou o cara!
    Não Milton quem tirou o Nenê foi minha Vovozinha que está morta a 30 anos!

    Jorginho com um time bem inferior a isso fez muito mais! Milton você soube colocar uma pá de área no difunto! sou vascaíno desde os 7 anos de uma família de torcedores da Mulambada!

    Sinto que se não tivermos uma referencia como Nenê no meio rápido vamos para o buraco. Com Wagner que só sabe toca para trás, escudeiro atrapalhado, por sinal um péssimo presente de Natal do Eurico e MATHEUS Vital, que no futuro pode ser que de em algo, mas não agora!
    Segundona à Vista!

    Muito obrigado Milton por ter queimado o Rodrigo, pois só sabia arrumar problema interno, mas queimar o Nenê você foi longe de mais, mesmo ele abaixo do se esperava ele sim é muito melhor do que temos hoje! Seria uma boa transição para ajudar os moleques, como ajudou o Douglas!

    SDS Vascaínas de um sofredor!

    • Ton Paiva

      Concordo contigo. Nada a a acrescentar.

  • Alessandro Louzada

    Na boa..Culpar APENAS o Milton Mendes chega a ser sacanagem. Todo jogo tem uma falha BISONHA de algum jogador de defesa. Tb nao entendi pq Vital e Guilherme SEQUER entraram no decorrer do jogo, mas acredito que seja pelo mesmo motivo que Henrique vem sendo vaiado e Allan voltou pro Sub-20, erros consecutivos dessa garotada, a torcida cai em cima. Alguns reclamam que Milton nao deu PADRAO TATICO, mas como manter um padrao, se TODO JOGO tem uma falha individual? Milton ja errou e vem errando, mas esses dois jogos, ele nao teve culpa alguma. Elenco nao tem opcoes no meio campo, Jean ter que comecar jogadas? Paulinho e PV ter que vir no meio campo buscar o jogo? Vai me desculpar, mas nem Tite faria um bom trabalho com esse elenco atual.

  • Vander Vasco

    Vai ser sofrido conseguir os outros 23 pontos que faltam até o final!!!

    #FORAEURICO

  • Ton Paiva

    Desabafo de um vascaíno qualquer.

    O futebol do Vasco tem que suspender as atividades até lembrarem e terem capacidade de representar o clube que foi o primeiro campeão do Brasileiro, o primeiro campeão do Maracanã, que foi Bi campeão do torneio internacional que depois se transformou em mundial interclubes (um deles foi uma vitória de virada de 4×3 sobre o Real Madrid, na época, era o atual campeão europeu e isso no estádio deles); o primeiro clube brasileiro a conquistar a Libertadores da América (na época se chamava Campeonato Sul Americano); o clube que ficou 17 anos fora do campeonato carioca por não abrir mão de seus jogadores negros e os operários (classe que incluía brancos e mestiços pobres) e mesmo assim é um dos grandes do Rio. E como se não bastasse ter outras tantas conquistas no Brasil e fora dele, tem o estádio que foi construído com dinheiro e mão de obra de seus torcedores e dirigentes da época (sim, São Januário é, verdadeiramente, nosso)
    O Vasco é sim Gigante, não à toa chamado de Gigante da Colina e todos sabem, mas só nós torcedores respeitamos isso.
    Texto: Helton Paiva

  • Paulo Wagner

    O jogo de ontem foi o sinal de alerta de que alguma coisa não está bem em São Januário. Ou melhor, entre o técnico e a equipe. Nunca, em toda a minha vida, vi um time do Vasco tão apático, tão sem vontade de nada, a não ser ver o jogo terminar logo. O primeiro gol foi sintomático disto. Que gol ridículo!!!! E, daí pra frente, o Cruzeiro mandou e desmandou no jogo. Fez o que quis. O time do Vasco nem ao menos tentou fingir que queria alguma coisa a mais da partida. O segundo tempo, então, foi absolutamente patético, com o Cruzeiro ficando longos minutos tocando a bola como queria e a o Vasco, tal qual arame liso, olhando a troca de passes sem nem esboçar alguma marcação. E isso até mesmo de um jogador reconhecidamente aguerrido como o Jean. O lance do Sassá na linha de fundo, dando nó em pingo d’água sem que alguém tirasse a bola dele foi triste de ver. Uma vergonha.

    Lembro de uma declaração do Dé Aranha quando ele era o treinador do Botafogo, e o Botafogo foi goleado pelo Fluminense (acho): “Se estão com raiva de mim, então briguem comigo. Reclamem pra mim. Mas fazer o que fizeram (levar uma sonora goleada), isso não!!! O clube tem uma história. Os torcedores não merecem isso!”. Esse é o sentimento do torcedor vascaíno, tantas vezes esquecido por quem deveria zelar por ele.

    Pra finalizar, o time foi uma nulidade: sem ataque, sem defesa, sem armação, sem troca de passes e sem vergonha nenhuma! Nenhuma mesmo! Só espero que o Eurico não espere demais para tomar uma atitude. Pode até não ser a demissão do Milton Mendes. Mas ele, como presidente e responsável pelo clube, não pode esperar em excesso para colocar o trem de volta nos trilhos. Exatamente o contrário do que fez em 2015. E, antes que eu me esqueça: CELSO ROTH DE NOVO, NÃO!!!!!!

  • Paulo Wagner

    Outra coisa: que raios de CAPPRES é esse que não funciona! O Vasco tem uma penca de jogadores machucados! Como assim? Todos os zagueiros, com a exceção do Rafael Marques e do Lucas Rocha (ainda) estão machucados! Luis Fabiano (que sempre achei que não acrescentaria nada ao time), fora. Há tempos! Jomar e Caio Monteiro não saem do departamento médico….Será boicote dos jogadores????? Ou o salário está atrasado????? O que acontece???? O Vasco é o time que menos jogou esse ano. Como pode ter tanta gente no departamento médico???

  • Luiz Eduardo Vaz

    O principal culpado de tudo isso tem nome e sobrenome…Eurico Miranda…foi ele quem contratou dois NÃO TÉCNICOS, Cristóvão e MM…foi ele quem contratou os EX-JOGADORES Muriqui, Escudero, Wágner, etc…ou seja perdemos 3 meses com o Cristóvão e já perdemos uns 3/4 com o MM e sabe Deus quanto tempo mais perderemos com esse FALSO treinador…André, só discordo do seu texto quando você diz que o Vasco perdeu com um minuto de jogo…o Vasco perdeu ao entrar em campo quando escalou Escudero e Wagner no meio campo…os caras não marcam, não constroem, não se apresentam etc etc…eles sabem que não aguentam correr 90 minutos então eles se poupam, ficam enganando que estão marcando…9 contra 11 é impossível…pior que a escalação são as substituições, totalmente sem sentido, ninguém sabia o que fazer em campo tal a zona que ele protagonizou com as substituições…futebol é CONJUNTO, basta ver o limitado mas bem armado e intensivo time do Corínthians…é óbvio que ele não tem culpa do Rafael Marques fazer o que fez, é um erro individual de um jogador medíocre, mas com um time bem armado jogadores limitados não comprometem…o Vasco tem um elenco fraco, isso ninguém discute mas com essa garotada dava pra montar algo bem melhor…Só vejo um treinador parado no momento que poderia melhorar esse time, Ricardo Gomes…foi ele que montou aquele último time do Vasco que prestou, em 2011…Cristóvão só deu sequência ao que o RG fêz…

  • Luiz Eduardo Vaz

    O primeiro gol é um exemplo claro de um time mal treinado, embora seja um dos que tem mais tempo para isso por só disputar o CB…o Thiago Neves bateu relativamente baixo a falta, qualquer jogador com 1,80 não precisava nem pular para tirar a bola, mas quem estava na marcação do jogador do Cruzeiro, Escudero ??? um dos mais baixos do time…

MaisRecentes

O ‘anti-gol’



Continue Lendo

Vasco volta a vencer três jogos seguidos na Série A do Brasileiro após cinco anos



Continue Lendo

Em enquete, Anderson Martins é eleito o melhor do Vasco em campo pelo segundo jogo consecutivo



Continue Lendo