De olho na Libertadores, Nenê pode quebrar recorde pelo Vasco



Nenê tem 34 assistências pelo Vasco (Foto: Carlos Ezequiel Vannoni/Eleven)

Vice-artilheiro do Vasco em 2015 com 9 gols marcados em apenas quatro meses, goleador do time em 2016, com 21 tentos, e liderando a artilharia novamente em 2017, com 13 bolas na rede, Nenê pode atingir o topo de outra estatística do time na próxima rodada: o de assistências nesta década.

Contra o Cruzeiro, no último fim de semana, o meia teve uma atuação irregular, errando seis dos 24 passes que tentou na partida. Porém, foi dele o cruzamento certeiro para Paulão marcar o gol da vitória vascaína. Essa foi a 11ª assistência do meia na temporada, e a 34ª com a camisa do Cruzmaltino desde a sua chegada, em agosto de 2015.

Com isso, Nenê agora está a apenas um de igualar a marca de Éder Luís e, claro, a dois de superar o atacante como o maior garçom do clube nesta década. Feito que pode ser atingido neste domingo, contra a Ponte Preta, em partida decisiva para o Vasco. Uma vitória colocará o time de São Januário de volta na Libertadores após cinco anos distante da competição continental.

E motivos para acreditar que um novo recorde possa ser estabelecido neste fim de semana não faltam. Com 58 passes para seus companheiros, o meia-atacante é o 5º jogador que mais cria chances de gol no Brasileirão, de acordo com dados do Footstats. Apenas Lucas Lima, do Santos – vendido ao Palmeiras -, Gustavo Scarpa, do Fluminense, Thiago Neves, do Cruzeiro, e Reinaldo, da Chapecoense, superam o vascaíno no ranking.

Nenê, porém, precisará da ajuda de seus companheiros. O Vasco tem o 4º pior ataque da competição, com apenas 38 gols anotados. Quatro deles feitos pelos adversários, contra.

Dos 63 gols marcados pela equipe na temporada, o camisa 11 participou diretamente de 27 deles, com 13 bolas na rede, 11 assistências e três cruzamentos que resultaram em gols contras. O número é equivalente a 42,8% do total. Yago Pikachu – cinco gols e três assistências – e Luis Fabiano – seis tentos e dois passes -, são os que mais se aproximam do armador, tendo participado oito vezes cada (12,6%).

MAIORES GARÇONS DO VASCO NOS ANOS 10
– A partir de 1º de janeiro de 2010

1º – Eder Luis – 35 assistências
2º – Nenê – 34 assistências
3º – Fagner – 29 assistências
4º – Juninho Pernambucano – 27 assistências
5º – Bernardo – 21 assistências
6º – Felipe – 20 assistências



MaisRecentes

O vaivém do Vasco para 2018



Continue Lendo

Sub-23: Vasco acerta com mais dois jogadores do São Gonçalo



Continue Lendo

Desábato será o 34º estrangeiro a defender o Vasco neste século



Continue Lendo