De Leão a Edmundo: confira uma seleção de jogadores que atuaram por Vasco e Palmeiras



Edmundo é ídolo dos dois clubes (Foto: Arquivo LANCE!)

Edmundo é ídolo dos dois clubes (Foto: Arquivo LANCE!)

Ídolos, ídolos, clubes à parte. Ou não?

Na história das duas equipes, é bem comum encontrarmos atletas que defenderam os dois times durante suas carreiras. Por conta disso, montei uma seleção com alguns jogadores que se destacaram:

1 – Leão – Um dos maiores goleiros da história do Palmeiras, Emerson Leão venceu três campeonatos nacionais pelo clube (69/72/73) antes de se transferir para o Vasco, em 78, onde atuou por três temporadas.

2 – Zé Maria – Exímio cobrador de faltas, Zé Maria foi campeão do Rio-São Paulo com o Vasco em 99. Em seguida se transferiu para o Palmeiras, onde também teve curta passagem.

3 – Júnior Baiano – Sempre questionado por onde passou, Baiano é inquestionável no que diz respeito a títulos conquistados. Pelo Verdão, uma Libertadores e a Mercosul. Pelo Cruz-Maltino, outra Mercosul e um Campeonato Brasileiro.

4 – Rafagnelli – Campeão sul-americano invicto pelo Vasco em 48, o defensor argentino teve rápida passagem pelo Palmeiras em 1954.

5 – Amaral – Uma das figuras mais carismáticas do futebol nos últimos anos, Amaral foi outro a cair nas graças das torcidas de Palmeiras e Vasco. No Palestra, venceu dois Brasileiros e três Paulistas.

6 – Mazinho – Peça fundamental no título brasileiro de 89 do Vasco, Mazinho repetiu o feito pelo Palmeiras em 93.

7 – Jorge Mendonça – Habilidoso e temperamental, viveu sua melhor fase da carreira com a camisa do Palmeiras, no fim da década de 70, quando chegou até a Seleção Brasileira. Em 80, atuou pelo Vasco por seis meses.

8 – Jair Rosa Pinto – O ‘Jajá de Barra Mansa’ formou o trio de ataque do Vasco na década de 40 ao lado de Lelé e Isaías, seus antigos companheiros de Madureira, que ficou conhecido como os ‘Três Patetas’. Em 51, ajudou o Palmeiras na conquista da Copa Rio.

9 – Evair – Um dos maiores ídolos da história do Palmeiras, conquistou dois brasileiros e uma Libertadores pelo clube. No Cruz-Maltino, em seis meses, venceu um Brasileiro reeditando dupla ao lado de Edmundo.

10 – Edmundo – Ao lado de Evair, um dos maiores ídolos recentes dos dois clubes. Bicampeão brasileiro pelo Palmeiras e uma vez pelo Cruz-Maltino, teve sua carreira marcada pelas atuações destacadas nas duas equipes.

11 – Vavá – Um dos maiores artilheiros da história do Vasco, o atacante foi campeão do mundo com a Seleção em 58 e 62, e do Torneio de Paris pelo Cruz-Maltino, em 57. Entre 61 e 64 defendeu as cores palmeirenses.

Outros: Fernando Prass, Léo Moura, Pimentel, Juninho Paulista, Felipe, Pedrinho, Sorato, Mauricinho, Dodô, Luizão, Edílson Capetinha, Diego Souza, Alan Kardec, Válber, Ranielli, Baiano, Paulo Baier, Euller, Pedrinho Vicençote, Nílson Pirulito, Jorginho Paulista, Alecsandro, Viola, Léo Lima, Bernardo…

Lembra de mais alguém? Comenta aí!



MaisRecentes

Falta de dinheiro ou má gestão? Vasco contratou dois times apenas em 2018



Continue Lendo

A importância de Maxi López no Vasco



Continue Lendo

Ríos diminui diferença para Yago Pikachu no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo