Cruzeiro e Atlético-MG: exemplos da má administração vascaína



Dedé brilhou no Vasco e foi bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

Dedé brilhou no Vasco e foi bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro (Foto: Paulo Sérgio/LANCE!Press)

Fábio no gol. Uma zaga formada por Dedé e Jemerson. No meio de campo, Nilton, Rafael Carioca e Marlone. André e Alisson formando a dupla de ataque. Tudo isso sob o comando do técnico de Marcelo Oliveira.

Não, isso não é um simples selecionado de atletas de Cruzeiro e Atlético-MG. É a lista de jogadores, mais o treinador, que passaram pelo Vasco e fizeram parte das conquistas dos clubes mineiros nesta temporada. São a prova viva de que o Gigante tinha tudo para lutar por muito mais, mas se perdeu no caminho.

Dos oitos jogadores citados, apenas Rafael Carioca e André – que acabou dispensado pelo Galo antes do fim da Copa do Brasil -, chegaram à São Januário com uma carreira já consolidada. Todos os outros eram até então pouco – ou nada – conhecidos, ou crias da casa. Jemerson, por exemplo, passou uma semana na base do clube mas acabou não ficando. Assim como aconteceu com Anderson Talisca, hoje no Benfica.

Alisson chegou emprestado pelo próprio Cruzeiro, poderia ter sido envolvido em definitivo na negociação de Dedé. Mas não. Acabou afastado e depois dispensado daquele time que acabou rebaixado em 2013. Dá para explicar? Hoje é bicampeão brasileiro…

Estivemos próximos de nos estabilizarmos novamente no TOP 3 da elite do futebol brasileiro, mas retrocedemos, graças às más administrações. Agora precisamos correr contra o tempo e, principalmente, os jogadores perdidos.

Facebook – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
Twitter – https://twitter.com/BlogDoGarone



  • Eduardo Mendes

    Amigo, só uma correção. Em momento algum o Alisson esteve próximo de ficar em definitivo no Vasco. Até porque existe uma multa alta e o clube mineiro não fixou sequer os direitos econômicos para o Vasco comprar.

    • André Schmidt

      Não disse que ele esteve próximo, apenas que o clube deveria ter aproveitado melhor ele e tentado envolvê-lo em alguma das negociações. Mas obrigado pela participação, amigo. Abraço!

      • ageu celestino

        A torcida vaiadora vascaina precisa,tbm, pegar mais leve.Nilton no Cruzeiro,Allan Kardec no Palmeiras,Felipe Bastos no Grêmio, todos fazendo grandes apresentações e que foram vaiados e xingados pela torcida ..

  • Fernando Augusto

    Futebol é muito complexo, a crise vascaina teve razão financeira, se for olhar desse maneira, cruzeiro e atletico são exemplos da má administração corinthiana nos casos willian, everton ribeiro…..
    Dagoberto, Borges,Tardelli,Ricardo goulart( são paulo)

    Quando não tem dinheiro o amor acaba

    • André Schmidt

      Com a diferença que estes clubes se desfizeram dos jogadores mas montaram equipes competitivas. O Vasco não.

  • então vamos analizar

    NIlton – ficou mais de um ano no estaleiro no vasco , na primeira oportunidade deu linha, isso sem contar com o monte de penalts cometidos na nossa arêa.

    Marloni – nunca se firmou , ia para o ataque e na hora de fianalizar ou dar o ultimo passe tocava para trás.

    André – Indiciplinado .

    Alison – jogador emprestado quase não vi jogar.

    Fabio não lembro o porque de sua saida

    Dedé – esse eu sinto falta , mais infelizmente o nosso grande presidente banana vendeu .

  • Dedé – vendeu a preço de BANANA.

  • sem contar com Marcelo oliveira que também abandonou a nau vascaina.

  • nomes que seu fosse Eurico nunca mais pizava em São Januario

    Celso Rorth
    Paulo Autori
    Marcelo Oliveira
    Bernado
    Nilton
    Fernando Prass
    Roberto Dinamite
    Carlos Alberto

MaisRecentes

O clássico Evander



Continue Lendo

Evander e Andrés Ríos ganham posições no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

O Vasco e a ‘síndrome da Caverna do Dragão’



Continue Lendo