Como funciona o ataque do Vasco?



Gilberto e Madson tem tido atuações destacadas pelo Vasco (Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br)

Gilberto e Madson tem tido atuações destacadas pelo Vasco (Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br)

O Vasco marcou gols nos últimos 14 jogos que disputou no ano, tendo passado em branco apenas no clássico com o Flamengo disputado em Manaus, na estreia da temporada. De lá pra cá, foram 14 partidas e 24 gols marcados, média inferior a dois por jogo.

Apesar da regularidade, a equipe tem se mostrado com dificuldades para criar e armar jogadas de perigo que não sejam através de bolas paradas. E os números mostram isso.

Fiz uma análise detalhada de como os gols vascaínos tem surgido neste início de ano, desde a criação, o momento da partida, até a finalização. Confira!

GOLS DO VASCO EM 2015

TEMPO DE JOGO
0-15 minutos – 2 (8%)
15-30 minutos – 5 (21%)
30-45 minutos – 6 (25%)
45-60 minutos – 4 (17%)
60-75 minutos – 2 (8%)
75-90 minutos – 5 (21%)

ORIGEM
Jogadas pelo meio – 1 (4%)
Jogadas pela direita – 5 (21%)
Jogadas pela esquerda – 3 (12%)
Cruzamento na bola parada – 8 (33%)
Gols de falta – 3 (13%)
Gols de pênalti – 4 (17%)

POSIÇÃO DA FINALIZAÇÃO
Dentro da área – 17 (71%)
Fora da área – 7 (29%)

FORMA DE FINALIZAÇÃO:
Pé direito – 15 (63%)
Pé esquerdo – 2 (8%)
Cabeça – 5 (21%)
Gols contra – 2 (8%)

Ao avaliar estes dados, notamos algumas curiosidades. Por exemplo, quase metade dos gols do time – 11 no total – saíram entre os 15 e os 45 minutos do primeiro tempo. Outro detalhe é que nenhum gol de cabeça foi marcado em uma jogada de bola trabalhada, com os laterais executando o cruzamento. Todos os gols de bola aérea saíram após cobrança de escanteio, falta ou até mesmo lateral, como o gol de Dagoberto, contra o Nova Iguaçu, após rebote da zaga.

Ou seja, o chuveirinho que a equipe tem insistido nas últimas partidas, muitas vezes em ligações diretas da defesa, não têm resultado em nada. Com a bola parada, ok. No levantamento de qualquer jeito, não.

Outro dado importante é a falta de jogadas iniciadas pelo meio, onde falta um camisa 10. Somente um gol nasceu de um lance por aquele setor, todos os outros foram criados pelo lado de campo, como o gol de Gilberto após belo lançamento de Madson, contra o Botafogo.

Aliás, o lado direito tem sido a segunda arma mais eficiente do Vasco, ficando atrás apenas da bola parada. Mais de 20% dos gols do Cruz-Maltino nasceram por ali.

FACEBOOK – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
TWITTER – https://twitter.com/BlogDoGarone



  • Rodrigo

    O que falta ao CRVG é um camisa 10 criativo.
    Jhon Cley tem lampejos,mas está muito aquém do que se espera dele.
    Marcinho não é esse jogador.
    Falta um talento como P.Coutinho, um jogador de visão clara e objetiva.

  • Pedro Faria

    Boa análise! Isso só evidência a falta de um 10 de qualidade no elenco, ao meu ver Guilherme Costa tem mais bola que o John Cley, mas foi emprestado, e o pior é que John Cley é o melhor armador dos que já foram usados como 10 este ano. Madson é atualmente a melhor contratação do Vasco de 2015 – ao lado de Gilberto -, mas tem que treinar mais cruzamentos de fundo. Nossa outra lateral – e problema desde que Ramon parou de jogar no Vasco – não consegue acertar nada, pois o homem da função é bem fraco, Cristiano deveria ser sacado para dar mais experiência ao Lorran ou até mesmo Henrique. De resto o time é até bom, longe de conseguir uma vaga para a Libertadores 2016, mas dá pra ficar na metade de cima do BR15 e até pensar em ganhar o fraco carioca 15.

  • Além da falta de um camisa 10,também acho que falta um volante com bom passe(não que Guiñazu tenha um passe ruim) mas que seja moderno que dá passe vertical com qualidade…pra começar uma jogada…

  • No meu ponto de vista, esse 10 bem que poderia ser o Montoya. Basta o Doriva ter uma conversa reservada com ele e mostrar o quanto ele seria importante no time se ao invés de ser um individualista, fizesse lançamento para os atacantes. Acredito que ele tem condições de ser esse 10, ou estou falando besteira. Basta ter confiança no atleta.

    • O SANTIAGO MONTOYA,é um jogador de qualidade e se for bem orientado.pode sim.ser o camisa 10 que precisamos.

  • Matheus Brito

    Diagnóstico simples: Temos uma boa defesa, um lateral voador, boa marcação, conjunto, atacante que saber fazer gols (o cara quase não tem oportunidade e marca em todo jogo), Temos Dagoberto se recuperando. Mas tem um armador. Julio dos Santos é bom, mas longe de ser o cérebro do time. Pedir isso do John Cley é exigir de mais de um jogador que não tem essa qualidade. Precisamos de um meia urgentemente.

  • Luciano

    bom , falta um camisa 10 de oficio no vasco , falta bernado e montoya cair na real e tentar melhorar , vasco tem uma otima defesa , um otimo lateral direito , otimos volantes , mais na criação de jogadas é muuuuuuito fraco , com dagol 100% temos uma dupla de ataque que vai dar frutos , precisamos do bernardo de 2011 que ele jogue bola !!

  • Rodrigo

    Esquece o Bernardo.
    Parece que a surra e as ameaças do Menor P. não surtiram efeito.
    Não quer nada de bola.
    Só festinhas.
    Honestamente, como tem bom relacionamento com o Cruzeiro, tenta o Julio Baptista.
    Tá encostado lá.
    Jogador forte, rápido e de visão.
    Seria um 10 diferente do Douglas, que era lento e sem vontade.

  • Reginaldo Rabelo

    Não concordo que o problema seja de “criação” das jogadas.
    É mais de falta de qualidade nas finalizações. Neste último jogo, mesmo, tivemos como lances com perigo iminente de gol(só para citar 3 situações):
    1) jogada trabalhada pela esquerda – logo após o gol inicial – Jhon Cley vai ao fundo e coloca o Gilberto de frente para o gol – em cima da linha da grande área – sem marcação. Gilberto tinha 3 opções: a) dominar a bola com um pequeno toque e finalizar ao gol(estava bem de frente); b) rolar para a sua direita onde o Júlio dos Santos entrava livre; c) chutar de primeira – foi o que ele fez, mas finalizou torto pela linha de fundo(seria o 2 x 0 do 1º tempo);
    2) jogada em que o Gilberto fez o pivô e rolou para o Lorran na entrada da área. O garoto, ao invés de ajeitar a bola e finalizar com chance clara de gol, preferiu chutar de primeira e mandou muito alto;
    3) jogada do Madson pela direita – já no final do jogo – que rolou para o Thalles. Ao invés de chutar de primeira(estava quase na marca do pênalti), ele tentou dominar e perdeu a bola.
    Lances como estes, que se apresentam como reais oportunidades – são perdidas a cada jogo e dificultam o time na medida em que os jogos ficam mais tensos(já não basta o supertenso Guinazu), com a demora em definí-los.

  • O vasco da gama vai melhorar muito com o meio de campo com benardo,biancuchi,dagoberto,gilberto
    Para o vasco so falta 2 laterais direito e esquerdo
    A defesa com martin silva,rodrigo,luan. Time ideal do vasco
    Martin silva
    Rodrigo
    Luan
    Guinazu
    Serginho
    Benardo
    Biancuchi
    Dagoberto
    Gilberto
    So falta 2 laterais bons que saiba cruza a bola para o gilberto,dar os passes para o dagoberto dar velocidade ao jogo e isso qui falta para o ataque do vasco 2015.

  • Horlando Rocha

    Seu eurico precisamos de um 10 de armacao das jogadas.e é uma dificuldade do caralho pra bola chegar boa pros atacantes.assim atacante nenhum faz gols.

  • O Vasco precisa mesmo e traser de volta o Diego Sousa q está no esport ele sim faria a diferença os laterais e só treinar crusametos q eles se sai bem vamos. Vascão

  • Nosso Vasco e grande pouco q estão no nosso time são dignos nem como reserva mas vamos coupera com.o sócio torcedor e ajudar o nosso Vascão. Ameta é Diego sousa

  • Alo meu presidente temos um camisa 10 aqui no futebol do Rio cairia como uma luva no nosso vasco . Trata se do Almir do Bangu sabe jogar ta no bom momento seria um bom reforso pro Brasileiro . Nao seria tao caro . Presidente

  • JMS

    A equipe do Vasco não é ruim, no entanto do meio campo para frente não funciona. O Gilberto fica o tempo todo isolado. O Júlio dos Santos é muito lento, o John Cley é trombador assim como o Talles. O Cristiano é muito fraco. Depois que o Juninho se aposentou, a sua posição ficou vazia, nenhum dos jogadores que estão lá tem condições de ser um 10, talvez(?) o Biancuchi, vamos aguardar. Pelo menor o Vasco conseguiu montar uma Boa defesa, que durante um bom tempo era horrível.

  • ODILON SILVA = RJ

    Só não não pode ser ataque de nervos ou ataque do coração.

MaisRecentes

Vasco acerta reforço para o sub-20



Continue Lendo

Base do Vasco traz boas novas



Continue Lendo

Vasco renova o contrato de promessa da base



Continue Lendo