Baú: há 15 anos, Romário reestreava pelo Vasco



Romário retornou ao Vasco e conquistou a Mercosul de 2000 (Foto: Paulo Hitaker/Heuters)

Romário retornou ao Vasco e conquistou a Mercosul de 2000 (Foto: Paulo Hitaker/Heuters)

Uma contratação inesperada mobilizou o mercado brasileiro no fim de  novembro de 1999.

Romário, criado no Vasco mas que há cinco anos vinha atuando pelo Flamengo, brigou com a diretoria do rubro-negro e decidiu retornar ao clube que o revelou. Um baque para os torcedores de ambos os times. Mais uma jogada de mestre de Eurico Miranda no campeonato paralelo que trava com o arquirrival.

O retorno inesperado daquele que um dia já havia sido ídolo vascaíno, mas que havia se transformado em vilão quando se transferiu para Gávea, em 94.

Começava ali a montagem do “dream team” vascaíno de 2000, que conquistaria o Campeonato Brasileiro e a Copa Mercosul daquele ano.
Além do Baixinho, viriam também o lateral Jorginho, o zagueiro Júnior Baiano, o polivalente Válber, que já havia conquistado a Libertadores pelo Cruz-Maltino em 98, o meia Juninho Paulista e o atacante Euller.

E, no dia 22 de dezembro de 99, um amistoso foi realizado no Maracanã para que o camisa 11 fizesse a sua reestreia pelo clube após 11 anos longe da Colina. O adversário foi o Santa Cruz, que teve a honra de sofrer também o primeiro gol de Romário após sua volta ao Gigante.

Romário encerrou sua carreira como jogador tendo disputado 414 partidas pelo Vasco e marcado 326 gols.

Facebook – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
Twitter – https://twitter.com/BlogDoGarone

FICHA DO JOGO

Vasco Da Gama 2 x 0 Santa Cruz (PE)
Data: 22/12/1999
Amistoso
Local : Maracanã (Rio De Janeiro – RJ)
Arbitro : Amaurílio Machareth Sá Leão
Gols : Romário (Vasco 34/1ºT) e Viola (Vasco 31/2ºT)

Vasco – Carlos Germano (Hélton), Jorginho (Fabrício Carvalho), Odvan, Alex (Fabiano Eller), Gilberto (Flavinho), Amaral, Felipe, Juninho (Paulo Miranda), Ramón (Alex Oliveira), Donizete (Viola) e Romário Técnico : Antônio Lopes

Santa Cruz – Nílson, Arley, Tinho, Janduir, Marquinhos, Marcilio, Renato Carioca (Batata), Helder, Marcelinho (Guilherme), Toninho (Jarlan) e Cláudio (Ilan) Técnico : Nereu Pinheiro



MaisRecentes

Ríos se torna o 2º estrangeiro com mais gols pelo Vasco na história do Brasileiro



Continue Lendo

As duas faces de um empate



Continue Lendo

Artilheiro do Vasco, Pikachu vem tendo sua maior média de gols da carreira



Continue Lendo