As chances do Vasco



Nenê foi bem contra o Grêmio (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Nenê foi bem contra o Grêmio (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Nunca, nesse Brasileiro, o Vasco criou tanto como nos últimos jogos. As chances apareceram, mas foram mal aproveitadas. Contra o São Paulo, foram 16 finalizações, sendo 12 certas e dois gols marcados. Contra o Grêmio, foram 20, mas 12 erradas e nenhuma na rede.

Nenê, que não fez parte do elenco desesperançoso e ‘sem chance’ do pífio 1º turno vascaíno, mais uma vez foi o destaque do time. Aliás, mesmo tendo sido um dos últimos a chegar a Colina, já é quem mais cria chances na equipe. O camisa 10 lidera o time nos quesitos finalizações certas (19), finalizações erradas (25) e assistências para finalizações (37), além de ser o segundo em cruzamentos certos (22)*.

Chances criadas pelo meia e que fizeram falta ao clube no início do campeonato. Esse Vasco, com Nenê, Bruno Gallo, Andrezinho e cia desde o início do Brasileiro, dificilmente brigaria para não cair. Sem chances! Mas a chance é real e a briga continua.

Há a chance de cair. Porém, ainda há também a chance de permanecer. Principalmente se Nenê continuar criando chances como tem feito. Mas é preciso saber aproveitá-las.

E por falar em aproveitar, é o aproveitamento dos adversários que vem dando uma sobrevida ao Vasco. O Avaí, primeiro clube fora do Z4, termina a 32ª rodada do Brasileirão tendo obtido 35% dos pontos que disputou. Se mantida essa média, o clube termina a competição com 39/40 pontos. Bem menos do que os 45 tão falados desde o início da disputa. Ou seja, dá – não quer dizer que vá – para se salvar com estes números. Essa chance também existe.

O time que só perdia no começo do Brasileiro, agora pontua em todas as rodadas – são nove jogos invicto. Ainda que num torturante ‘um a um’, de grão em grão. Mas até assim há chances. Faltam seis jogos para encerrar, quatro pontos para tirar e 18 ainda para disputar. Mais do que acreditar, é possível sonhar.

Ainda há chances de salvação.

* Estatísticas do Vasco e de Nenê obtidas no site Footstats



MaisRecentes

Ríos diminui vantagem de Pikachu no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

Ríos se torna o 2º estrangeiro com mais gols pelo Vasco na história do Brasileiro



Continue Lendo

As duas faces de um empate



Continue Lendo