Artilheiros do Vasco ano a ano



Edmundo e Romário foram artilheiros do Vasco em algumas temporadas (Foto: Julio César Guimarães)

Edmundo e Romário foram artilheiros do Vasco várias vezes (Foto: Julio César Guimarães)

Roberto Dinamite, Ademir Menezes, Ipojucan, Vavá, Almir, Romário, Mandeca, Valdir, Edmundo… O número de goleadores que vestiram a camisa do Vasco é grande, porém, em 2015, os artilheiros cruz-maltinos têm tido dificuldades para estufar as redes e fazer jus a fama do clube de sempre contar com grandes matadores.

Gilberto, que deixou o time em julho, e Rafael Silva, suspenso dos próximos jogos, ocupam atualmente o topo da artilharia vascaína no ano, mas com apenas 9 gols marcados. Caso este número não seja batido, esta será a pior marca de um artilheiro em uma temporada vestindo a camisa da equipe de São Januário desde  1954 – antes disso há muitos erros, súmulas incompletas e informações desencontradas sobre as partidas.

Nos últimos 60 anos, a pior marca obtida foi a de Dodô, com apenas 11 tentos marcados em 2010. Porém, o atacante atuou apenas no 1º semestre daquele ano, deixando o clube no início do Brasileirão. Ou seja, nas últimas seis décadas, nenhum jogador se tornou artilheiro do ano no Vasco tendo marcado menos de 10 gols, algo que poderá ocorrer em 2015.

Dinamite é o maior artilheiro da história do Vasco (Foto: Divulgação)

Dinamite é o maior artilheiro da história do Vasco (Foto: Divulgação)

Veja os números do levantamento feito pelo blog e confira quem foram os goleadores ano a ano do Gigante desde 1954:

1954 – Ademir Menezes – 21 gols
1955 – Pinga – 34 gols
1956 – Vavá – 32 gols
1957 – Válter Marciano – 37 gols
1958 – Pinga – 26 gols
1959 – Pinga – 33 gols
1960 – Pinga – 33 gols
1961 – Sabará – 18 gols
1962 – Saulzinho – 34 gols
1963 – Célio – 25 gols
1964 – Célio – 29 gols
1965 – Célio – 32 gols
1966 – Célio – 14 gols
1967 – Nei – 18 gols
1968 – Valfrido – 21 gols
1969 – Nei – 16 gols
1970 – Silva – 17 gols
1971 – Dé – 18 gols
1972 – Silva – 14 gols
1973 – Roberto Dinamite – 19 gols
1974 – Roberto Dinamite – 37 gols
1975 – Roberto Dinamite – 54 gols
1976 – Roberto Dinamite – 38 gols
1977 – Roberto Dinamite – 33 gols
1978 – Roberto Dinamite – 43 gols
1979 – Roberto Dinamite – 55 gols
1980 – Roberto Dinamite – 36 gols
1981 – Roberto Dinamite – 61 gols
1982 – Roberto Dinamite – 36 gols
1983 – Roberto Dinamite – 22 gols
1984 – Roberto Dinamite – 28 gols
1985 – Roberto Dinamite – 49 gols
1986 – Romário – 38 gols
1987 – Romário – 33 gols
1988 – Romário – 24 gols
1989 – Sorato – 15 gols
1990 – Sorato – 23 gols
1991 – Sorato – 23 gols
1992 – Bismarck – 27 gols
1993 – Valdir – 42 gols
1994 – Valdir – 22 gols
1995 – Valdir – 34 gols
1996 – Válber – 15 gols
1997 – Edmundo – 42 gols
1998 – Luizão – 24 gols
1999 – Edmundo – 18 gols
2000 – Romário – 66 gols
2001 – Romário – 42 gols
2002 – Romário – 26 gols
2003 – Marcelinho Carioca – 17 gols
2004 – Valdir – 23 gols
2005 – Alex Dias e Romário – 30 gols
2006 – Romário – 18 gols
2007 – Leandro Amaral – 30 gols
2008 – Edmundo – 24 gols
2009 – Élton – 28 gols
2010 – Dodô – 11 gols
2011 – Bernardo – 18 gols
2012 – Alecsandro – 26 gols
2013 – André – 12 gols
2014 – Douglas e Edmílson – 14 gols



  • ODILON SILVA = RJ

    Sem falar que ADEMIR MENESES foi o primeiro artilheiro da história do maracanã………………….O bacana dessa estatística é, que a maioria desses artilheiros vascaíno, fizeram esse monte de gols no maracanã, ou seja, quase a totalidade desses gols foram em épocas de maracanã, o que mostra a força, a presença do VASCÃO no maracanã………………….Por isso compreendemos o desespero, a luta de alguns para afastar o VASCÃO e os vascaínos do maracanã, chegar ser digno de pena como tem gente que não é vascaíno, que ficam pregando o afastamento dos vascaínos do maracanã, eles não aceitam em constatar que o VASCÃO teve esse monte de artilheiro brilhando na era maracanã, que o VASCÃO é pioneiro de grandes conquistas na vida do maracanã…………………….São uns infelizes, que sofrem sozinhos, a história vascaína maltrata eles………………….

  • Ricardo

    Nos anos 50 havia apenas o campeonato carioca e o Rio-São Paulo, fora as excursões ao exterior, e os artilheiros – Pinga, Vavá, Marciano, etc. – enchiam os inimigos de gols. Hoje, com muito mais do dobro de jogos, nossos goleadores – todos os times – são medíocres, porque os nossos bravos treinadores preferem armar os times na defesa. Então, os gols somem. E tome volantes…

  • Ricardo

    Brilhante a participação Dinamite na artilharia – 13 anos consecutivos. Pena que não foi o mesmo como cartola…

  • Pingback: Vasco pode perder seu artilheiro do ano pela 10ª temporada seguida | Blog do Garone()

MaisRecentes

Base do Vasco traz boas novas



Continue Lendo

Vasco renova o contrato de promessa da base



Continue Lendo

Só coração não basta



Continue Lendo