Análise tática: entrada de Andrezinho mudou o Vasco



Andrezinho entrou no 2º tempo e equilibrou o time (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Andrezinho equilibrou o time no 2º tempo(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Não foi uma partida perfeitamente tática, mas foi um bom jogo do Vasco fora de casa contra o Cruzeiro. Principalmente por Jorginho conseguir suprir as perdas de Jorge Henrique e Leandrão fazendo uma leve mudança na postura do time em campo.

Se sua referência no ataque, mesmo como visitante, o treinador adiantou a marcação do meio-campo e aproveitou a boa movimentação de Rafael Silva e Herrera para dificultar a saída de bola cruzeirense. Apresentação bem diferente das que vinha tendo longe do Rio, onde costumava se retrair no campo de defesa e jogar por um lance que pudesse definir o placar.

Análise Vasco x Cruzeiro - 1 gol Vasco
Com essa atitude o Cruz-Maltino jogou de igual para igual nos 20 primeiros minutos e conseguiu abrir o placar. Porém, um erro infantil de Jordi colocou os mineiros rapidamente de volta ao jogo e complicou a partida para o Gigante.

O camisa 1, que substituiu Martin Silva, tentou sair jogando rápido de forma desnecessária, já que a equipe vinha conseguindo um excelente resultado, e acabou escolhendo a pior opção. Na ânsia de encaixar o contra-ataque, o arqueiro fez o passe no meio para Nenê que, de costas, teve pouco tempo para reagir antes que a marcação chegasse e lhe roubasse a bola. O belo chute de William, que pegou Jordi adiantado, deixou tudo igual no marcador.

Análise Vasco x Cruzeiro - erro Jordi
A igualdade no placar animou os donos da casa e assustou o time do Vasco, que voltou a se encolher. Ao contrário das últimas rodadas, o lado esquerdo foi pouco utilizado, voltando a sobrecarregar Madson, que deu brechas na defesa. Com Nenê pouco inspirado – acertou somente 8 passes na partida – e menos centralizado em relação as últimas partidas, muito em conta da ausência de Jorge Henrique, a equipe se desequilibrou e sofreu a virada.

Análise Vasco x Cruzeiro - lado direito
Jorginho foi para o intervalo precisando reorganizar as coisas, e conseguiu. O Vasco voltou a atuar como no início da etapa inicial, mas o ataque ainda parava na noite ruim de camisa 10, que perdeu grande chance após jogada de Herrera. O domínio das ações só passou a ser real quando Andrezinho foi posto em campo.

Ao contrário de Nenê, o meia atuou mais na faixa central do gramado, caindo pela direita, o que aliviou as subidas do lateral, que pôde se ater mais a marcação, assim como Julio dos Santos – expulso no fim. A entrada do apoiador balanceou a equipe, melhorando a troca de passes e a circulação do jogo.

mapa de calor nene x andrezinho

Os mapas de calor mostram bem como mudou o Vasco após a entrada de Andrezinho – segundo mapa – que ocupou mais o círculo central e o lado direito. Enquanto isso, Nenê se ‘escondeu’ na esquerda, participando pouco e errando muito.



MaisRecentes

Vasco prorroga os contratos de dois jogadores do sub-20



Continue Lendo

Mais do que casa, São Januário é a arma do Vasco



Continue Lendo

Em fase artilheira, Pikachu já é um dos maiores goleadores do Vasco neste século



Continue Lendo