A origem dos reforços do Vasco



Victor Bolt é um dos reforços do Vasco para 2015 (Foto: Vinicius Gonçalves/Vasco)

Victor Bolt é um dos reforços do Vasco para 2015 (Foto: Vinicius Gonçalves/Vasco)

Aqui no blog eu tenho uma ferramenta onde acompanho os acessos das matérias, para analisar qual está tendo um desempenho melhor e outros dados importantes. Ela me mostra também quais palavras foram pesquisadas para que se chegassem ao Blog do Garone pelos sites de busca (Google, Bing e outros).

E esta semana eu reparei um aumento nas pesquisas por informações sobre a origem dos reforços do Vasco, de onde vieram e quem são estes jogadores. Em razão disso, resolvi fazer esse post com todas as informações referentes às contratações vascaínas para 2015.

Aproveitei também para gerar algumas estatísticas em cima disso e puxar algumas curiosidades. Confira!

TODOS OS REFORÇOS DO VASCO PARA 2015 (até 25/02):
(Clique nos links nos nomes para conferir as estatísticas dos atletas em 2014)

JOGADOR – POSIÇÃO – CLUBE ANTERIOR
Aislan – zagueiro – Madureira
Bruno Ferreira – lateral-direito – Portuguesa (foi emprestado ao Bragantino)
Christiano – lateral-esquerdo – Vila Nova-GO
Erick Brandão – lateral-esquerdo – Boavista
Erick Luís – atacante – Bragantino (Foi emprestado ao Bragantino)
Gilberto – atacante – Toronto-CAN
Jean Patrick – volante – Luverdense
Julio dos Santos – meia – Cerro Porteño-PAR
 Lucas – volante – Macaé
Madson – lateral-direito – ABC (estava emprestado pelo Bahia ao time potiguar)
– Marcinho – meia – Vitória
 Matheus Índio – meia – Santos
Mosquito – atacante – Atlético-PR
Romarinho – atacante – Brasiliense
Serginho – volante – Criciúma (Estava emprestado pelo Atlético-MG ao time catarinense)
Victor Bolt – volante – Madureira

CURIOSIDADES:

– Dos 16 reforços confirmados até agora, apenas dois vieram de fora do Brasil: Julio dos Santos e Gilberto.

– Da lista, três passaram pela base vascaína e deixaram o clube na administração de Roberto Dinamite: Mosquito, Matheus Índio e Romarinho.

– Quatro contratados terminaram 2014 atuando por clubes pequenos do Rio: Aislan, Lucas, Erick Brandão e Victor Bolt. Christiano, pelo Bangu, e Erick Luís, pelo Olaria, também passaram pela Cidade Maravilhosa no início da temporada.

– Somente três atletas disputaram a Série A do Brasileiro no ano passado: Serginho, Marcinho e Mosquito. Índio pertencia ao Santos mas defendia o time sub-20.

ACOMPANHE O BLOG DO GARONE NAS REDES SOCIAIS:

– Facebook – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
– Twitter – https://twitter.com/BlogDoGarone



  • Pablo

    Dos contratados eu acho que tem que ser repensado,só 4 deles ficariam no clube Gilberto,Madson,Lucas e Marcinho os dois últimos opções no banco o Vasco é enorme, os três revelados na base que voltaram tem que jogar pra saber se vão da caldo,digo e repito um 10 armador nesse citamos pra ontem dois volantes ,lateral esquerdo e um atacante pelas laterais e todos experientes com costume de ganhar títulos falei fui.

    • Reginaldo Rabelo

      Eu incluiria aí Julio dos Santos, Serginho e Jean Patrick, bem como considero que Mosquito e Matheus Indio, podem ser testados e terem chances reais de jogar(assim como o Guilherme Costa), para que se possa melhor avaliá-los.
      Quanto ao Romarinho, pelo que rendeu durante toda a sua passagem pela base do Vasco – que não foi pequena – e pelo que não rendeu no Brasiliense – acho muito difícil que venha a se tornar um jogador ao nível do Vasco(mesmo deste Vasco que temos hoje).
      Pior: o BIRA de hoje já publica a quase contratação(aguardando apenas liberação da CBF) do Daniel Rozem. Para mim é outro que chega para atrapalhar a evolução dos nossos jogadores da base(somente para citar a área do campo em que atua o Daniel, temos esperando vez: Matheus Indio, Guilherme Costa, John Cley(que tem entrado bem), Bruno Cosendey, Mateus Santana, além de Evander e Andrey Ramos(ambos sub-17, mas que vêm voando: especialmente o Evander).
      Cada “meia-boca” que se contrata – além do gasto quase sempre inútil – é uma porta que se fecha para os jovens da casa. Veja quantas oportunidades se dá a Montoya e Rafael Silva, em detrimento a Yago e Marquinhos do Sul.

  • concordo em tudo reginaldo rabelo,se é pra apostar que seja nos jogadores de casa,da base.que por sinal sao bons jogadores.

  • Vamos ver o que vai acontecer com os novos contratados;se são mesmo bons ou se são apenas mais uma leva de más contratações.

  • JC

    Bastante interessante a ideia do Garone em analisar a origem dos reforços do Vasco. Normalmente antes de emitir minha opinião leio a dos colaboradores do Blog e faço um texto novo aproveitando a ideia deles e cada um apresenta pelo menos um parágrafo interessante. Como exemplo temos a opinião do Pablo dizendo que os próprios dirigentes dificultam o trabalho do treinador o mesmo dizendo o Reginaldo. Nota-se que não há um critério para selecionar quem vai mesmo ficar no time, ser contratado, falta um Nelsinho, ex-treinador que batia o olho no profissional e já sabia se o elemento poderia ter futuro. Hoje, estamos dando excesso de oportunidades a alguns, caso de Montoya e Rafael Silva. No meio de campo temos elementos que nunca vi jogar e falam que é promessa como Matheus Índio, Guilherme Costa, Mateus Santana, Evander, Andrey, Mosquito, Bruno Cosendey, Andrey Ramos, Romarinho ( que está aí por ser filho do Romário a quem Eurico deve favor, etc.) e por aí vai. Descobrir promessas é realmente muito difícil mas tem uns elementos aí no plantel que logo se vê que não vai dar em nada. O olheiro tem de ter critérios para escolher como tinha o Elba de Pádua Lima, o Tim. Jogador tem que apresentar determinadas característica para a posição a que se propõe jogar. Quando vi Jean Patrick jogar percebi logo que se tratava de um bom jogador ao contrário do Ney que nem no banco deve ficar. Esse Lorran com 1,66 m não pode ser jogador de defesa nem para a lateral. Vê-se que joga direitinho, então experimentem ele como médio, ponta esquerda, etc.,, porque de lateral não dá mesmo. Então, senhores dirigentes, vocês devem trabalhar em equipe no caso de contratações e não colocar um punhado de eventuais promessas e atrapalhar o trabalho do treinador.

  • ODILON C SILVA – RJ

    Tudo emparasado, bolo doido.

  • Joao

    Por que não vão ver videos dele jogando?? Adoram criticar sem saber de nada

MaisRecentes

Vasco rescinde contrato de goleiro do sub-20



Continue Lendo

Nenê volta a abrir vantagem na liderança do Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

Nenê se isola como o 4º maior artilheiro do Vasco neste século



Continue Lendo