A boa estreia do Vasco no Carioca



Montoya iniciou a jogada do 1º gol (Foto: Cléber Mendes/LANCE!Press)

Montoya iniciou a jogada do 1º gol (Foto: Cléber Mendes/LANCE!Press)

O Vasco precisava vencer. Para dar moral, começar a espantar as dúvidas sobre o time e, principalmente, para dar tranquilidade à nova equipe comandada por Doriva.

Não foi uma atuação de gala, com inúmeras chances de gol, mas foi uma apresentação segura, apesar do time ter se exposto no fim da partida. O Vasco dominou o jogo do início ao fim e mostrou que pode sim brigar pelo título.

Os pessimistas podem até falar que vencer a Cabofriense era uma obrigação. É e sempre será, mas entre ser uma obrigatoriedade e uma certeza de vitória, há um longo caminho. Basta lembrar que foi o time de Cabo Frio o único chamado pequeno a bater o Cruz-Maltino no Carioca do ano passado.

A pressão na saída de bola adversária, imposta pelo quarteto ofensivo, mais uma vez funcionou e assim saiu o primeiro gol vascaíno. Montoya roubou a bola, lançou Bernardo e correu para o abraço. E o caminho parece ser esse, principalmente quando enfrentar equipes mais fechadas.

O esquema de Doriva, com todos voltando para compôr a defesa e saindo em velocidade para o ataque, deu certo, mesmo faltando um pouco de perna no fim. Mas é normal neste início de temporada.

Luan fez mais uma excelente atuação. Rodrigo, seu parceiro, também foi seguro. Madson estreou bem e poderia ter sido ainda melhor caso seus companheiros enxergassem algumas de suas subidas ao ataque em velocidade.

Serginho foi outro que surpreendeu positivamente em seu primeiro jogo pelo Gigante, mantendo uma boa pegada no meio de campo e ajudando Lucas na distribuição das jogadas. Marcinho não brilhou mas deixou a sua marca.

Afim de jogo, Bernardo foi decisivo e mostrou que pode sim reviver o bom momento de 2011. Bola para ele não falta, tem é que manter a regularidade e a cabeça no lugar.

Na frente, quem segue devendo é Rafael Silva e a busca por um artilheiro está mantida. Com um atacante mais finalizador à frente – que pode ser Thalles -, as vitórias talvez possam vir de uma forma mais tranquila e soberana.

O Vasco vem em evolução, ganhando corpo e padrão de jogo.

Sim, é possível sonhar mais alto!

Saudações vascaínas! /+/

Facebook – https://www.facebook.com/BlogDoGarone
Twitter – https://twitter.com/BlogDoGarone



MaisRecentes

Artilheiro do Vasco, Pikachu vem tendo sua maior média de gols da carreira



Continue Lendo

Sempre eles! Andrey e Pikachu pontuam novamente no Troféu Ademir Menezes



Continue Lendo

A real vitória do Vasco



Continue Lendo