90 anos de São Januário: os maiores públicos da história do estádio



Torcida do Vasco faz a festa em São Januário (Foto: Divulgação/Vasco)

Torcida do Vasco faz a festa em São Januário (Foto: Divulgação/Vasco)

Desfile de carnaval, pronunciamento do Presidente da República, shows musicais… Tudo isso já teve em São Januário nestes 90 anos do estádio. Porém, foi o futebol que arrastou milhões de espectadores para a Colina Histórica nestas nove décadas.

O recorde de público é da década de 70, em jogo disputado em 78, mas válido pelo Brasileirão de 1977. Noite histórica, porém, ruim para o torcedor vascaíno, que viu o clube ser derrotado pelo Londrina, por 2 a 0, e eliminado do campeonato.

FICHA DO JOGO

Vasco Da Gama 0 x 2 Londrina (PR)
Data: 19/02/1978
Campeonato Brasileiro
Local: São Januário 
Árbitro : Maurílio José Santiago
Público : 40.209
Gols : Brandão (Londrina 8/1ºT) e Carlos Alberto Garcia (Londrina 4/2ºT)

Vasco – Mazarópi, Orlando, Abel, Gaúcho, Marco Antônio, Zé Mário, Paulo Roberto, Guina, Wilsinho (Capitão), Roberto Dinamite e Ramon (Paulinho) Técnico : Orlando Fantoni

Londrina – Mauro, Claudinho, Carlos, Arenghi, Dirceu (Zé Antônio), Zé Roberto, Carlos Alberto Garcia, Xaxá, Brandão, Ademar e Nenê (Sérgio Américo) Técnico : Armando Renganeschi

Extra-oficialmente, entretanto, o maior público já comportado por São Januário aconteceu em 1949, num amistoso entre Vasco e Arsenal, da Inglaterra. A visita dos campeões ingleses atraiu cerca de 60 mil espectadores, de acordo com a imprensa esportiva da época.

FICHA DO JOGO

Vasco da Gama 1×0 Arsenal-ING 
Data: 29/05/1949
Estádio: São Januário
Público: 60.000 
Árbitro: Cyril John Barrick
Gol: Nestor aos 33’ do 2º tempo 

Vasco: Barbosa, Augusto, Sampaio; Ely, Danilo, Jorge; Nestor, Maneca, Ademir, Ipojucan (Heleno 14’/2ºT) e Tuta (Mário 14’/2ºT). Técnico: Flavio Costa.

Arsenal: Swindin, Barnes, Smith; Macaulay, Daniel (Fields 30’/1ºT), Forbes; McPherson, Logie, Rooke, Lishman e Vallance. Técnico: Tom Whittaker.

O mesmo número de torcedores foi estimado no triunfo sobre os uruguaios do Wanderers, em 1928. Jogo, inclusive, que ficou marcado na história por ter tido o primeiro gol olímpico registrado em uma partida realizada no Brasil. O meia Sant’Anna, do Vasco, foi o autor do tento que garantiu o 1 a 0 no placar.

O jogo marcou também a inauguração dos refletores de São Januário e do anel da arquibancada, posicionado atrás do gol à direita das cabines de imprensa.

FICHA DO JOGO

Vasco da Gama 1×0 Wanderers-URU
Data: 31/03/1928
Estádio: São Januário
Árbitro: Orlando Eduardo da Silva
Público:  60.000 
Gol: Sant’Anna (olímpico) 15’/2º tempo

Vasco: Valdemar, Hespanhol e Itália; Brilhante, Nesi e Lino; Paschoal, Russinho, Bolão, Thales e Sant’Anna. Técnico: Harry Welfare.

Wanderers: Cabrera, Tomazzini e Tejeira; Labrada, Lobos e Carriza; Guido, Conti, Ochusi, Casanell e Serradno. 

MAIORES PÚBLICOS OFICIAIS DE SÃO JANUÁRIO

1º – 19/02/1978 – Vasco 0x2 Londrina – 40.279 torcedores
2º – 21/11/1999 – Vasco 2×2 Vitória – 36.910 torcedores
3º – 12/08/1998 – Vasco 2×0 Barcelona-EQU – 36.273 torcedores
4º – 26/09/1999 – Vasco 2×0 Internacional – 35.308 torcedores
5º – 20/08/2000 – Vasco 2×1 Ponte Preta – 34.147 torcedores

MAIORES PÚBLICOS NÃO-OFICIAIS DE SÃO JANUÁRIO

1º – 31/03/1928 – Vasco 1×0 Wanderers-URU – estimativa de 60 mil torcedores
25/05/1949 – Vasco 1×0 Arsenal-ING – estimativa de 60 mil torcedores
3º – 21/04/1927 – Vasco 3×5 Santos – estimativa de 50 mil torcedores
4º – 31/07/1937 – Vasco 3×2 América-RJ – estimativa de 40 mil torcedores
5º – 30/12/2000 – Vasco 0x0 São Caetano – estimativa de 35 mil torcedores



MaisRecentes

O ‘anti-gol’



Continue Lendo

Vasco volta a vencer três jogos seguidos na Série A do Brasileiro após cinco anos



Continue Lendo

Em enquete, Anderson Martins é eleito o melhor do Vasco em campo pelo segundo jogo consecutivo



Continue Lendo