Sem querer, gandulas causam racha interno em tradicional clube português



O Belenenses, um dos clubes mais tradicionais de Portugal, está em uma verdadeira guerra interna. A curiosidade é em relação aos pivôs involuntários disso: os gandulas. Na última partida dos Azuis do Restelo em casa, contra o Benfica, houve um incidente entre os “apanha-bolas”, como eles chamam lá, e a segurança privada. Os agentes teriam incomodado as crianças, e as duas partes da diretoria estão em verdadeiras discussões públicas.

Para entender isso de “as duas partes da diretora… Lá na Terrinha, os times têm as Sociedades Anônimas Desportivas (SAD) e as suas direções normais. Basicamente a primeira toma conta da grana, e a segunda do clube em si.

Belenenses vive fase de reestruturação (Foto: Divulgação)

Belenenses vive fase de reestruturação (Foto: Divulgação)

No jogo com o Encarnado, os guardas contratados pela SAD incomodaram os jovens, que são cuidados pela diretoria, e os presidentes de cada um dos órgãos, que já não se dão muito, praticamente romperam de vez. A separação é tão evidente, que existe até um Twitter oficial para cada parte do clube.

O presidente da diretoria, Patrick Morais de Carvalho, decidiu que depois do incidente, não iria mais ceder os gandulas, que são jovens das categorias de base do Belenenses.

– Há vários meses solicitamos o afastamento de elementos envolvidos em incidentes intimidatórios ou violentos. Não iremos mais tolerar o clima de permanente intimidação existente – publicou a diretoria em um comunicado.

Já Rui Pedro Soares, que comanda a SAD, veio a público através de suas redes sociais para criticar a decisão.

– Há, na parte mais ocidental da Ibéria, um povo muito estranho: não se governa, nem se quer deixar governar. Mensagem escrita numa carta ao Imperador de Roma, séc II AC (2200 anos atrás) – citou Rui Pedro Soares, para depois citar uma série de contradições que, segundo ele, a diretoria pratica, e ainda falar mais:

– Até poucos anos atrás, melancolicamente, quase todos lamentavam o inevitável triste destino do Belenenses. Entretanto, subimos de divisão, e alguém não subiu. Não descemos de divisão e alguém desceu. Fomos à Liga Europa e alguém não foi. Felizmente, hoje os ataques são diários e cada vez mais fortes.

De fato, o momento é favorável. Além dos três grandes de Portugal, apenas Boavista e Belenenses já ganharam o Campeonato Português. Mas ambos sofreram muito nos últimos anos e voltaram recentemente à elite.

O time do Restelo retornou à Primeira Divisão depois de conquistar a Segundona em 2013. No primeiro ano salvou do rebaixamento no fim. No ano seguinte foi sexto e foi à Liga Europa, e neste ano está em uma honrosa nona colocação.



  • Vitor Rodrigues Francisco Jr

    Vindo do Restelo não surpreende.O Belém é um clube tradicionalíssimo,mas é muito mal gerido não é de hoje.Essas picuinhas internas destroem o clube e prejudicam os resultados no campo.Tenho parentes meus ligados ao Belenenses e sei um pouco da confusão por lá.O Restelo é um estádio charmoso,uma obra-prima perto do rio Tejo.

MaisRecentes

CR7 inaugura seu primeiro hotel e vai batizar o aeroporto da ‘Pérola do Atlântico’



Continue Lendo

Clube português promove dispensa coletiva e causa revolta em sindicato



Continue Lendo

Trio brasileiro estreia com vitória pelo Porto em amistoso de pré-temporada



Continue Lendo