Presidente da Fifa, Infantino faz cobrança e pede título à seleção portuguesa



Gianni Infantino, presidente da Fifa, esteve em Portugal nesta terça-feira. O dirigente foi acompanhar a posse de mais um mandato de Fernando Gomes na Federação Portuguesa de Futebol (FPF), elogiou bastante a estrutura da Cidade do Futebol, novo centro de treinamento para as seleções do país, e até já cobrou algum título para os Quinas. E ainda declarou o seu amor pela Terrinha.

 

– É com muito prazer que estou aquiPortugal está no meu coração, de verdade. A Eurocopa de 2004 foi o meu primeiro evento como dirigente e me marcou. Descobri um país de futebol, um país de paixão, de coração. Um país fantástico, que vive o futebol todos os dias. Portugal deu-me muito como pessoa e como apaixonado pelo futebol – disse Infantino, para depois pedir algum título para o país:

– Basta olhar para a cidade do futebol, que é fantástica. É incrível o que vai dar ao futebol português no futuro. Agora Portugal não tem desculpas, tem mesmo de ganhar. O que está aqui é fantástico. Portugal tem os melhores do mundo, como Eusébio, Figo e Cristiano Ronaldo, tem também os clubes, a Liga, a Federação, a paixão e a infraestrutura.

A primeira chance de Cristiano Ronaldo e companhia cumprirem o pedido é já neste ano na Eurocopa. A seleção das quinas está no Grupo F e estreia contra a Islândia na terça-feira da semana que vem. Áustria e Hungria completam a chave.

Atual presidente da Fifa e ex-secretário geral da Uefa, Infantino tem participação decisiva na construção da Cidade do Futebol. As duas entidades tiveram papel importante na construção do CT. Juntas, elas repassaram 6 milhões de euros (cerca de R$ 24 milhões), praticamente metade do valor total das obras.

Infantino ainda fez questão de mostrar que Portugal é um país importante para a entidade mundial. Ele também elogiou o presidente Fernando Gomes, no cargo desde 2011.

– Quando falei com Fernando Gomes, fui muito claro que teria de de estar aqui hoje como presidente da Fifa, para mostrar a Portugal e a todos que este é um país muito importante para a Fifa. Portugal é um líder no futebol mundial. Quero que países como Portugal possam ajudar a liderar a Fifa. Falamos pouco, mas agimos muito. É assim que deve ser. Falar pouco, mas trabalhar muito – concluiu.



MaisRecentes

CR7 inaugura seu primeiro hotel e vai batizar o aeroporto da ‘Pérola do Atlântico’



Continue Lendo

Clube português promove dispensa coletiva e causa revolta em sindicato



Continue Lendo

Trio brasileiro estreia com vitória pelo Porto em amistoso de pré-temporada



Continue Lendo