Porto bate o Benfica e assina o maior contrato da história do futebol português



O futebol português pode comemorar um dezembro histórico para os seus dois principais clubes. Pelo menos no lado financeiro. Poucas semanas depois de o Benfica firmar o contrato mais valioso da história da modalidade no país, o Porto assinou um ainda maior. O Dragão divulgou neste domingo que cedeu à Portugal Telecom os direitos de transmissão dos seus jogos em casa na Liga NOS por 10 anos a partir de 2018, além do patrocínio master, já em janeiro e por sete anos e meio. No total, os tripeiros vão levar 457,5 milhões de euros (R$ 1,98 bilhão).

O contrato de TV vale a partir de 2018 porque o Porto já tem um contrato em vigor com a Sport TV. Porém, o patrocínio na camisa já começa a vigorar no início de janeiro, a estreia deve ser no clássico contra o Sporting. O acordo prevê que o uniforme do Dragão estampe alguma marca da PT por sete anos e meio. No total, o acordo dura 12 anos e meio.

O que também é imediato é a cedência dos direitos do Porto Canal, emissora do clube, na Meo, empresa de telecomunicações, que tem uma TV por assinatura. Espaços de publicidade no Estádio do Dragão serão utilizados.

Para se ter uma ideia do acréscimo de investimento que o Porto vai receber, o seu atual contrato com a Sport TV garante 15 milhões de euros (R$ 65 milhões) aos cofres do Dragão por temporada. No novo contrato, o clube vai levar 38,1 milhões de euros (R$ 165,3 milhões) por ano. Como o patrocínio da camisa é por apenas sete anos e meio, se a PT quiser prolongar, vai acabar aumentando este valor.

O acordo é bem semelhante ao que o Benfica fez com a NOS, concorrente da PT e da Meo. O contrato do Encarnado é de três anos, mas opção de mais sete. As Águias, que também cederam a sua emissora à TV por assinatura da empresa, vai receber um total de 400 milhões de euros (R$ 1,73 bilhão), caso o compromisso dure toda a década.



  • Jose Freitas

    Maior? Porque vendeu tudo, jogos, os direitos da tv do porto , publicidade estática e das camisas, enquanto o Benfica só vendeu as transmissões dos jogos e os direitos da tv do clube. e por um período inferior de tempo… fazendo as contas é fácil ver quem fez o maior contrato.

    • Thiago Correia

      Caro José. Pode ser menos vantajoso, mas é o maior, tem os números superiores, o que é diferente de melhor. Concordo com você, na ponta do lápis, o do Benfica é melhor. Abraço!

  • filipe sousa

    Esta noticia é parcialmente incorrecta. Porque o contracto do Porto inclui a transmissão dos jogos mais o patrocínio oficial nas camisas, no estádio, etc, pelo período de 12 anos. O do Benfica é de 10 anos para somente a transmissão dos jogos. Já para as camisas temos a FLY EMIRATES. e do Estádio vai ser uma multinacional japonesa. Se formos fazer as contas o negocio do Benfica consegue ser bem superior.

    • Thiago Correia

      Olá Filipe, isso tudo está dito na publicação. E como disse ao José Freitas, o do Porto pode ser menos vantajoso, mas é o maior, tem os números superiores, o que é diferente de melhor. Concordo com você, na ponta do lápis, o do Benfica é melhor, isso é evidente. Abraço!

  • Romarino

    ainda recebe menos que o coringão..

MaisRecentes

CR7 inaugura seu primeiro hotel e vai batizar o aeroporto da ‘Pérola do Atlântico’



Continue Lendo

Clube português promove dispensa coletiva e causa revolta em sindicato



Continue Lendo

Trio brasileiro estreia com vitória pelo Porto em amistoso de pré-temporada



Continue Lendo