Federação Portuguesa de Futebol inaugura moderno CT para as suas seleções



Falamos aqui na terça-feira da semana passada sobre o novo centro de treinamentos das seleções portuguesas (clique aqui para lembrar os detalhes). Nesta quinta-feira, enfim, ela foi inaugurada em Oeiras, na Grande Lisboa. Com um custo de 15 milhões de euros (R$ 61 milhões), valor que ficou dentro do orçamento inicial, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) contou com a presença do presidente da República na cerimônia de abertura, e todas as palavras dos presentes foram de elogio. Inclusive da imprensa. Em seu discurso, o político exaltou a importância do futebol para momentos de orgulho da Terrinha.

– Portugal merece acreditar muito mais em si próprio. Quem não se lembra de pelo menos meia dúzias desses momentos de agregação nacional, instantes inesquecíveis vividos a propósito da seleção nacional? – disse Marcelo Rebelo de Sousa, presidente de Portugal.

Já Fernando Gomes, presidente da FPF, demonstrou emoção durante a inauguração. Fez questão de lembrar da Fifa e da Uefa, que bancaram quase metade da construção do CT, que foi aberto no dia do aniversário de 102 anos da entidade.

– Esta é a casa de todos os que trabalham e vivem o maior esporte de Portugal, o futebol. A FPF faz 102 e esta cidade abre uma nova forma de pensar o futebol e o esporte. E prova que é uma instituição secular, credível e socialmente responsável – disse em seu discurso.

Outros dirigentes importantes do futebol nacional também falaram sobre o momento. Pedro Proença, principal árbitro português dos últimos anos, e hoje presidente da Liga de Portugal, que comanda o Campeonato Português, disse que o CT tem um potencial enorme em vários aspectos.

– É algo que pode mudar o futebol português em todos os níveis. Isto dá uma imagem de profissionalismo, rigor e autonomia completa em relação aos investimentos públicos, percorrendo o seu caminho e mostrando a força e dignidade que o futebol merece. Tive a sorte como esportista de estar em espaços internacionais. E ao ver hoje este novo espaço sinto orgulho – disse Proença.

Vista aérea do CT (Foto: FPF)

Vista aérea do CT (Foto: FPF)

Quem mais vai se beneficiar disso também ficou satisfeito. Para Fernando Santos, técnico da seleção portuguesa, ter o CT garante mais calma ao time.

– Não vamos andar mais com a casa às costas, vamos passar a ter as nossas coisas aqui. É ótimo – disse.

Porém, a inauguração teve uns contra-tempos. Por exemplo a ausência do Porto. Ainda magoado por não ter sido lembrado com destaque na festa do centenário da FPF, o clube não enviou representantes. E lá na cerimônia, os presidentes de Benfica e Sporting, Luis Filipe Vieira e Bruno de Carvalho, respectivamente, evitaram-se o tempo todo. Mesmo sentando próximos.



  • Zeca

    Bom CT, mas não chega aos pés do de Cotia.

MaisRecentes

CR7 inaugura seu primeiro hotel e vai batizar o aeroporto da ‘Pérola do Atlântico’



Continue Lendo

Clube português promove dispensa coletiva e causa revolta em sindicato



Continue Lendo

Trio brasileiro estreia com vitória pelo Porto em amistoso de pré-temporada



Continue Lendo