Presidente do Sporting e Sindicato de Jornalistas em Portugal abrem guerra



O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, que já foi assunto aqui no blog, virou alvo da imprensa em Portugal. Mas como um ato de defesa. O Sindicato dos Jornalistas acusou o dirigente de insultar, ofender, e até colocar em perigo diversos profissionais da área ao fazer críticas públicas. A resposta do cartola foi rápida e a guerra está aberta.

Bruno de Carvalho não tem papas na língua. Fala o que tem que falar e pronto. Por isso, encontra muita resistência da imprensa portuguesa, e por ser polêmico, cria algumas inimizades. Como tem o hábito de falar mesmo, também tem que escutar muito. Um dos ápices para o ocorrido de agora foi uma reportagem do jornal “O Jogo”.

Bruno de Carvalho sempre acompanha os jogos de dentro do campo (Foto: Francisco Leong / AFP)

Bruno de Carvalho sempre acompanha os jogos de dentro do campo (Foto: Francisco Leong / AFP)

O diário publicou que Bruno abandonou o Estádio José Alvalade após a derrota no clássico contra o Benfica, e que Jorge Jesus, seu treinador teria ficado irritado. O clube, em nota, atacou o jornal, que não teria buscado a veracidade do fato junto à assessoria do Sporting, e ainda insistiu com a informação no dia seguinte. Em seu Facebook, o dirigente chegou a tecer mais críticas, questionando a importância do veículo em parte do país, e ainda citou nomes.

Nesta quarta-feira, o Sindicato dos Jornalistas resolveu se manifestar. Garantiu que vai fazer uma exposição a órgãos como o ministério da Cultura e da Administração Interna, à secretaria de Estado da Juventude e do Desporto, à Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), e à Federação Portuguesa de Futebol (FPFP). Ainda aconselhou aos jornalistas visados a procederem criminalmente.

“O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, tem publicado nos últimos dias, no seu Facebook, infelizes e falsas acusações contra alguns jornalistas, em uma inaceitável tentativa de intimidação.

Por pretender condicionar o livre exercício da profissão de jornalista, imprescindível em democracia, entende o Sindicato dos Jornalistas (SJ) que o presidente do Sporting está tendo uma atitude inqualificável para com os jornalistas de quem ‘não gosta’.

Por ser o futebol um campo de paixões, mas por vezes também terreno de alguma agressividade, entende o Sindicato dos Jornalistas que Bruno de Carvalho está colocando em risco, por razões óbvias, os visados, identificados pelo nome profissional”.

Bruno de Carvalho assumiu o Sporting em 2013 (Foto: Miguel Riopa / AFP)

Bruno de Carvalho assumiu o Sporting em 2013 (Foto: Miguel Riopa / AFP)

O dirigente reagiu imediatamente. Novamente em seu Facebook, mostrou-se surpreso pelo comunicado do sindicato, ironizou a “infinidade” de entidades citadas, e fez um resumo sobre a sua resposta. Disse que não se esconde atrás de supostas fontes para mentir, que nada tem contra jornalistas, mas que apenas não considera os que “envergonham” a classe, e ainda rebateu dizendo que aos repórteres “é permitido mentir, humilhar e enxovalhar pessoas escondendo-se atrás do direito de liberdade de imprensa.

“Agora também este presidente dos jornalistas sindicalizados será alvo de um processo judicial pois terá de provar que, como diz no seu comunicado, faço “falsas acusações”.

Uns usam as televisões, outros os jornais, outros revistas e outros blogs. Eu uso a minha página de Facebook que é a única ferramenta que tenho para informar devidamente as pessoas e para me defender e ao Sporting das mentiras constantes que são passadas às pessoas.

Uns chamam a esta minha prática calamidade, outros tentativa de intimidação. Eu tenho um nome simples: o direito e liberdade de informar e de me indignar com tudo o que eu acho impróprio e indigno.

Manterei o meu total respeito pelos jornalistas. Manterei o meu direito a desmascarar todos aqueles que se escondem atrás dessa profissão para mentir e tentar manipular a opinião pública.”



MaisRecentes

CR7 inaugura seu primeiro hotel e vai batizar o aeroporto da ‘Pérola do Atlântico’



Continue Lendo

Clube português promove dispensa coletiva e causa revolta em sindicato



Continue Lendo

Trio brasileiro estreia com vitória pelo Porto em amistoso de pré-temporada



Continue Lendo