Tá lá! Brasil vai do sexto lugar à vaga antecipada na luta pelo hexa em 2018



O maior campeão voltou. O país que esteve em todas as Copas do Mundo até hoje marcará presença em mais uma, agora na Rússia, em 2018. Depois de um começo cambaleante na caminhada, a camisa amarela com cinco estrelas no peito, manchada por um vexame histórico recente em casa, retomou o respeito e, com muitos méritos próprios, conquistou a vaga no Mundial faltando ainda quatro rodadas a serem disputadas.

Quem te viu, quem te vê, Seleção Brasileira! Quanta transformação daquela estreia com derrota no Chile (a única até o momento nas Eliminatórias, e eu estava lá em Santiago) para a vitória incontestável sobre o Paraguai, que completa uma sequência de nove triunfos (sendo um deles em amistoso), jogo bonito e eficiente, encantando o torcedor.

O Brasil – com um “não vale a pena ver de novo” Dunga como técnico – chegou a ocupar o sexto lugar na sexta rodada. E agora se dá ao luxo de, transformado pelo toque de Midas de Tite, entrar em campo nas próximas quatro vezes já sabendo que, pela 21ª edição de Copa do Mundo, estará na disputa. Independentemente de Marco Polo Del Nero, confirmados só estamos nós, os brasileiros, e os russos, donos da casa.

Voltando a disputar Eliminatórias neste ciclo, já que foi anfitrião em 2014, o Brasil retomou a condição de ser a equipe mais forte do continente e não por acaso chegou aos 33 pontos com 14 rodadas. O craque Neymar, que vivia esquentadinho, levando cartões em série, punições a rodo, agora só sabe comemorar gols (da maior beleza) ou abrir caminho para que os companheiros também brilhem.

Com cada peça da engrenagem no seu devido lugar, proposta de jogo definida e um treinador que soube canalizar as forças do time no objetivo de dar espetáculo, a Seleção atropelou. E agora já pode pensar, definitivamente, na busca do hexa. A contagem regressiva já começou.

Em tempo: o Peru teve “contribuição” fundamental nessa história toda. Foram os peruanos que eliminaram o Brasil de Dunga da Copa América-2016 (gota d’água para a queda do treinador) e agora venceram o Uruguai (resultado que confirmou o Brasil na Copa).

Só pra não esquecer: A Seleção Brasileira está confirmada na Rússia em 2018. Marco Polo Del Nero não.



MaisRecentes

Foi épico. Mas o Tucumán flertou com a tragédia



Continue Lendo