É preciso admitir o erro



A diretoria do Botafogo errou na escolha do treinador para esta temporada. Confesso que elogiei a preferência por Felipe Conceição quando anunciada, levando em consideração as opções do nosso mercado. Mas passada a fase de classificação da Taça Guanabara e a participação meteórica na Copa do Brasil é preciso dar o braço a torcer. Felipe se mostrou ainda cru. Logicamente não pode ser crucificado e nem ter o futuro na profissão prejudicados por isso. Mas a necessidade de amadurecer é real.

Agora, a diretoria precisa entender que errou também. Afastar Felipe da função. Porém, a escolha equivocada custou caro aos cofres do clube e agora não há espaço para outras apostas. A necessidade é de se buscar um treinador experiente e cascudo.

O elenco está longe de ser uma maravilha. Confiar em Gilson na lateral esquerda, por exemplo, é complicado, com todo o respeito que o treinador merece. É fundamental uma boa referência no ataque. Kieza em forma pode ajudar. Mas se faz necessário um homem-gol. As perdas de Aírton e Bruno Silva geraram ainda insegurança ao meio-de-campo, outro setor que carece de qualidade.

Mas mesmo com todos esses problemas é possível fazer o elenco rodar. Mas agora um treinador cascudo é quem pode fazer isso acontecer.

PIMPÃO: Não é a primeira vez que o jogador perde a cabeça e prejudica o time em campo. Isso também precisa ser revisto.



MaisRecentes

Valentim e o caminho errado



Continue Lendo

O desejo de priorizar o elenco passa por Carli



Continue Lendo

Jogador gosta de competição



Continue Lendo