O torcedor do Botafogo ainda vai lembrar muito desta Libertadores



O Botafogo viu o sonho de conquistar a Copa Libertadores ir embora na derrota de 1 a 0 para o Grêmio. Ganhar e perder são situações que fazem parte do jogo. O Glorioso perdeu de pé. Lutando, sendo melhor que o adversário em alguns minutos e não se intimidando. Se não fosse o pênalti ignorado em cima de Gilson no primeiro jogo poderia ter tido melhor sorte. Mas esse Botafogo não fica lamentando arbitragem. Não faz cara de derrota mesmo quando perde. Esse grupo aos poucos conseguiu eliminar o histórico pessimismo do botafoguense.

Jair Ventura e seus comandados estão fazendo história. O marco zero de conquistas que estão por vir começou com essa arrancada. Esse Botafogo não aceita perder. Em agosto do ano passado o discurso era que “da Série B não escapa”. Saiu de uma zona de rebaixamento e foi para a Copa Libertadores. “Do Colo-Colo não passa”. E agora? “Duvido que elimine o Olimpia”. Gatito não pensava assim. “Grupo da morte, deu azar”. Azar do Atlético Nacional e do Estudiantes. “Xi, Nacional é f…”. Foi mesmo, mas para os uruguaios.

São situações como essas que fizeram esse grupo diferente. Ele não acreditou que não dava. Esse elenco não quis aceitar as próprias limitações. Fez a torcida acreditar. Já sei, alguém vai dizer: “Agora desandou, vai descer a ladeira”. Tá bom. O futuro dirá. O torcedor do Botafogo ainda vai lembrar muito desta campanha. Pois com ela Alvinegro aprendeu e vai realizar coisas ainda mais bonitas. Podem esperar.



MaisRecentes

Valentim e o caminho errado



Continue Lendo

O desejo de priorizar o elenco passa por Carli



Continue Lendo

Jogador gosta de competição



Continue Lendo