Taça Rio? Você está brincando….



Falta mais de uma semana para o próximo jogo do Botafogo. Na quinta-feira o time visita o Atlético Nacional em um duelo que tem tudo para ser muito complicado pela Copa Libertadores. Mas o próximo jogo é a Taça Rio, semifinal contra o Fluminense? Só pode ser uma brincadeira. A Ferj conseguiu montar um regulamento que torna semifinais e uma decisão em jogos sem a menor importância. Algo que seria inimaginável.

Não quero discutir de quem é a culpa. Em arbitrais na entidade, me lembro de ver na década de 90 os dirigentes aprovarem os maiores absurdos e depois colocarem a culpa no Eduardo Viana. O falecido Caixa D´água levava na esportiva e dizia que presidente de Federação servia para assumir a culpa das besteiras feitas pelos clubes. Se ele estava certo, até hoje não sei. Apenas sei que os absurdos continuam e que por isso mesmo cada clube precisa pensar no seu lado.

Para o Botafogo, pensar no seu lado é ignorar a Taça Rio. Jogar com um time de reservas mais ingênuo do que aquele que ganhou do Flamengo em 1997. Em um cenário em que o clube perde de um a dois jogadores por partida devido a lesões (e ninguém vai preso) é melhor não correr nenhum tipo de risco.

O duelo contra o Fluminense pode servir para dar ritmo a quem está voltando de lesão, como Matheus Fernandes e Leandrinho, além de dar oportunidade a outros menos votados, como Gilson, Igor Rabello, Joel, dentre outros. O resto do grupo precisa entender que foco é Libertadores. Mais do que nunca.



MaisRecentes

Valentim e o caminho errado



Continue Lendo

O desejo de priorizar o elenco passa por Carli



Continue Lendo

Jogador gosta de competição



Continue Lendo