Jair Ventura acertou o time



Um time mais consistente. Essa foi a principal contribuição de Jair Ventura nesses dez dias de trabalho à frente do elenco do Botafogo. Se a estreia contra o São Paulo não pode ser creditada totalmente na conta do novo treinador, o resultado contra o Sport não deixa dúvidas de que o Botafogo é diferente do visto nas mãos de Ricardo Gomes.

Sei que muitos vão dizer que isso é uma análise de resultado. Mas vai muito além. A serenidade, que muitas vezes era confundida com passividade, no banco do Botafogo já não existe mais. Ventura vibrava a cada jogada que o time acertava, cantava a bola quando podia e lamentava os erros.

Aquela história de que sem um dos volantes o time não rende, também não funcionou mais. Bruno Silva não jogou, Aírton saiu no segundo tempo e o Botafogo jogou bola. Jogou inclusive com o talentoso Fernandes, que se tiver sequência pode assumir perfeitamente seu espaço.

Personalidade também não faltou. A lateral, na minha modesta opinião, é o setor que mais revela a personalidade de um time. Analisem os senhores o trabalho de Luis Ricardo e de Diogo Barbosa contra o Sport.

Isso sem falar em Sassá. Que vai mostrando cada vez mais qualidades, embora esteja longe de ser um craque.

Sei que nada resolveu. Sei que derrotas acontecerão. Porém, também sei que o Botafogo vai atravessar essa caminhada sem lamentar mais a questão do treinador.



  • Ednei

    Foi uma grande partida do Luis Ricardo, mas ainda joga sozinho na frente, falta aproximação de um meia no setor para triangular com ele e Neilton.

    • Jorge Luis

      Está faltando ele efetivar o Leandrinho ao lado do Camilo e jogar com apenas 2 volantes, sem contar o xerifão da zaga, Carli, pois é brincadeira ficar na reserva do Renan Fonseca. Precisamos contratar mais um meia, um lateral direito e um atacante para compor o elenco. Saudações botafoguenses.

  • Dino Xavier

    Sim, já notasse o time mais compacto, um técnico a beira do campo mas, Fernandes talentoso?Você só pode estar brincando. Apesar dele o time venceu.

  • Nilson de Lucas

    na verdade nos ja preçisavamos de um treinador que ficasse a beira do gramado a muito tempo e com todo respeito ao sr r.g mas no futebol de hoje nao e mais possivel ficar somente a beira do gramado e assistindo as derrotas e quando tem a oportunidade de fazer as substituiçoes ainda fazia erradas e nao cobrava .nao gritava nao chamava atençao de nada pois pareçia que nen se importava com as derrotas ok nos sabemos perfeitamente que nao temos o melhor time do mundo ok mas tambem sabemos que estavamos muito mal treinado e temos time o sufiçiente para fazer bem melhor que aquilo que estavamos vendo

  • Nilson de Lucas

    muita força ao furacaonzinho pois nos seres humanos preçisamos de desafio e preçisamos sempre ser cobrados para ser melhores a cada dia e vc começou e esta indo muito bem pois e assim mesmo que tem que ser feito pois queremos um time que jogue com entrega e que goste de vençer os jogos pois esses jogadores sempre pode render muito mais e tem que ter orgulho de jogar em time com essa camisa de tantas alegrias ok jogar com raça e determinaçao sempre ok o algo a mais e o que estava faltando a muito tempo e nosso antigo treinador nao perçebia isto e nao conseguia mais fazer isso ok parabens ao novo treinador e muita sorte pois ainda vamos bem mais longe de que muitos nao acreditan

  • Pedro A. Silva

    O Fernandes tem talento sim, acontece é que ele às vezes quer enfeitar e quando perde a bola não se empenha para retomá-la, o Jair que o conhece, pode dar-lhe bons conselhos e cobrar mais dele, assim ele poderá evoluir!

  • FERNANDO SERGIO MENDES

    Mais atacante já tem um monte lá, e ainda tem garotos na base para serem testados o que deve ser feito por que tem bons valores .

  • paulo cesar oliveira

    Correta sua análise, Mansell. O Ventura tem método de trabalho, usa informação e as repassa aos jogadores, inflama o time á beira do gramado. Com ele alguns jogadores rendem melhor, caso do Fernandes, que é ótimo com a bola nos pés e bom chutador, caracteristica cada vez mais rara nos volantes. Talvez não seja bom na recuperação, tem alguma lentidão e correria de atletas não é sua praia. Ele vai ter que compensar com posicionamento e antevisão de jogadas, é ficar ligado o tempo todo para não ser surpreendido, usar mais o passe para evitar perda da bola, essas coisas que os craques do passado faziam para evitar os carregadores de piano adversarios. O elenco está comprometido, todos apoiando , ambiente bom e resultados chegando. Efeitos do Ventura.

  • Enfim, um treinador que grita com o time na beira do campo. Não dava mais para aceitar um treinador passivo e sem talento para motivar os jogadores. Agora temos um que tem sangue correndo nas veias, aliás, sangue alvinegro!

MaisRecentes

Jefferson e Gatito: tem espaço para os dois



Continue Lendo

As lições da vitória no Uruguai



Continue Lendo

Botafogo precisa ser rápido sem Montillo



Continue Lendo