E se fosse o contrário?



O Botafogo na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, com uma atuação apática diante da Ponte Preta em Campinas. Minutos depois do jogo o presidente Carlos Eduardo Pereira concede entrevista coletiva e anuncia a demissão de Ricardo Gomes. As críticas seria inúmeros. Iriam falar que o dirigente era ingrato porque o treinador fez um bom trabalho com um material humano limitado, conseguiu o acesso, blá blá blá

Nesta sexta-feira Ricardo Gomes abandonou no meio um trabalho, deixando o Botafogo na zona de rebaixamento. Não deixou para trás apenas mais um clube na carreira de um treinador que teve como seu maior momento de glória a conquista da Copa do Brasil pelo Vasco, depois de inúmeros fiascos na função, sendo o maior deles o de conseguir não classificar uma geração promissora para os Jogos Olímpicos. Deixou para trás o clube que lhe devolveu a carreira, a chance de recomeçar. Que lhe abriu as portas quando todas estavam fechadas.

Ricardo Gomes poderia deixar o Botafogo sim, mas teria sido mais digno se o fizesse quando o Cruzeiro lhe procurou, antes de começar o Campeonato Brasileiro. Mas no meio da competição apenas mostra que como técnico não parece ter a mesma elegância que desfilava em campo atuando como zagueiro. E sai sem se posicionar. Deveria estar sentado ao lado dos dirigentes nesta manhã de sábado, na sede do clube. Não estava. Saiu de forma tão discreta quanto a maioria dos seus trabalhos como treinador. Uma pena, muito mais para você do que para o Botafogo, Ricardo. O clube vai seguir sua centenária história de sucesso. Quanto a você…. boa sorte no Morumbi.



  • Edu BlackandDecker Bauer

    MIMIMIMI…SAIU DO PÉSSIMO E FOI PRO RUIM…SUBIU UM DEGRAU NA CARREIRA….

    • Rogério Barroso

      CALA A BOCA, SEU FLAMERDA…VAI COMENTAR AQUELA BOSTA DO SEU TIME

      • Edu BlackandDecker Bauer

        VAI TOMAR NO CÚ BICHA DA BAIXADA FLUMINENSE, SOU PAULISTA E SÓ PRO RIO COMER PUTA, PQ O RIO É TERRA DE PUTA….SEU VIADO….

  • paulo cesar oliveira

    Está correto seu recado, Mansell. Tremendamente anti ético da parte do São Paulo aliciar profissionais de outros clubes com a competição rolando, e pior, exatamente na semana do jogo exatamente contra o clube do aliciado. Muito covardão da pate deles ,atitude deselegante e suspeita. Mas isso é corriqueiro na vida do São Paulo, um clube que se acha acima dos demais e que pode fazer qq coisa. Aliás, o canibalismo anda imperando no futebol brasileiro, os mais fortes dilapidando o patrimonio dos clubes menos favorecidos ou dos que andam mal das pernas nas finanças.
    A geração 7 X 1 segue mostrando sua cara. Não foram os jogadores fracassados que perderam aqulee jogo, isso já vem se desenhando há tempos, com atitudes covardes e mesquinhas por parte de jabazeiros e oportunistas, uma parasitagem sem limites que está matando o futebol brasileiro. Não melhorou nada desde o sarrafo dos alemães e acho que este esporte está com dias contados aqui na terrinha.

  • DOUTOR ROBSON TORRES

    BOTAFOGO É POBRE, LIDER EM DIVIDAS.

    E SE FOSSE A PONTE, CHAPECOENSE, CORITIBA ? DIRIAM QUE FOI OPCAO DE CARREIRA, O BOTAFOGO HOJE TA NIVEL DESSES CLUBES.

    ACEITE, QUE FICA MENOS RIDICULO

    • George

      E voce, fique calado, que não parecerá tão idiota, seu merda.

    • Rogério Barroso

      DOUTOR ROBSON TORRES…POBRE EH VC, SEU MERDAICUMERO

    • Peter

      Pior de tudo é que o tal Doutor Robson, está coberto de razão. Infelizmente.

  • julio

    Ótima análise, e excelente visão do que aconteceu. Ideais como “palavra de honra”, “reconhecimento”, etc. estão decididamente fora de moda com o reinado do deuses “dinheiro” e “prestígio”. Pior para o Ricardo Gomes.
    Por outro lado, olhando o lado bom, a aposta no Jair de Andrade é coerente com o que há de melhor na história do Botafogo: a identificação com o alvinegro da estrela solitária de General Severiano. Poderíamos ter outras opções? Talvez.
    Mas, que Jair Andrade, filho de um dos maiores jogadores que este país já produziu (e que nunca foi reconhecido ao seu justo valor), saiba que o coração de todos os botafoguenses está com ele.

  • George

    Perfeita análise. Do São Paulo não se espera outra coisa, clube antiético, sempre aliciando jogadores e agora treinadores. É uma pena mas o Ricardo pisou na bola, boa sorte a ele e que cuide da saúde. Mas se o contrato permitia, espero que a diretoria não seja tão amadora quanto está parecendo.

  • Peter

    Nos livramos do Ricardo Gomes, mais não adiantou nada. O CEP, cabeça de vento, efetiva o interino aspone filho do furacão. Então ficamos na mesma, ou até pior. O rebaixamento é questão de mais algumas rodadas.

  • Pedro A. Silva

    Ele poderia ao menos ter se pronunciado. É um técnico igual a maioria dos outros técnicos brasileiros: sem ética.

  • Miguel Laskoski

    Numa realidade que faz parte da realidade brasileira, não se pode cobrar ética do São Paulo Futebol Clube que tem uma história de aliciamento de jogadores, para se ter uma idéia do Botafogo pelo menos três jogadores foram tirados na mão grande, Gerson. Rogerio Pinheiro e Daniel. A palavra ética infelizmente parece estar fora de moda no Brasil!

MaisRecentes

Libertadores é obrigação! Mas para quem?



Continue Lendo

Nelson Mufarrej x Marcelo Guimarães: o curioso lado da eleição



Continue Lendo

O alerta de Jair Ventura



Continue Lendo