A diretoria precisa ficar em alerta



Leio a matéria do companheiro Felippe Rocha falando sobre a situação de Luis Henrique no Botafogo e para mim fica muito claro que a diretoria precisa agir com muita inteligência e cautela em relação ao assunto. O jogador já mostrou que é promissor e que tem tudo para ter uma bela carreira. Ainda cru, vai depender de amadurecimento profissional, o que não é nenhum problema para quem tem 18 anos. O fato é que não pode passar pela cabeça do presidente Carlos Eduardo Pereira e do departamento de futebol deixar um talento ir embora.

Se Luis Henrique vai ficar em condições de assinar com outro clube nos próximos meses, então a diretoria deve agilizar a renovação. Apresentar um plano de carreira para o atleta e até mesmo tentar alguma negociação por empréstimo que realmente represente algum avanço para o jogador.

O presidente prometeu que o Botafogo não perderia mais seus talentos com facilidade, como aconteceu em gestões anteriores. Esse episódio deve mostrar isso. Pois, do contrário, depois não adianta ficar jogando para a galera após derrotas em tribunais.



  • Quem parece estar jogando pra galera é o caro jornalista. Aliás, ele não, boa parte daqueles que escrevem sobre o Botafogo. Um deles já decretou a queda, como decretaram a falência no fim do ano passado. Lembrar das questões jurídicas é mexer no imaginário recente da torcida, mexida com fatos que ainda não foram totalmente julgados, mas que muitos insistem em cravar a derrota do Botafogo e muitos torcedores vão atrás. É desonesto esse posicionamento meu caro Eduardo Mansell. Sobre Luis Henrique, bom, é promissor, não passa disso, o que o torna um jogador comum…

    • Eduardo Mansell

      Caro Alex, não há desonestidade nenhuma nas minhas palavras. Não sou especialistas jurídico, mas me parece ingênuo acreditar que o clube vai receber algo pelo Gabriel ou pelo Daniel. O único caso que ainda acho possível reverter é o do Arão porque o processo guarda semelhanças com o Leandro Amaral pelo que tenho percebido. Os processos jurídicos têm sido uma realidade no Botafogo infelizmente, portanto, não estou tentando mexer no imaginário da torcida. Pode acreditar. Obrigado por prestigiar o blog. abs

      • Mansur, com todo respeito, reitero que é desonestidade sim bicho, ainda mais quando você afirma não ser conhecedor do direito, logo, se está falando sobre o assunto, está especulando. E tem muito “blogueiro” fazendo isso, quase sempre pra bater no Botafogo. Se a questão jurídica carece de melhor entendimento para ser discutida, quiçá a situação do jovem Luiz Henrique. A fala da mãe dele hoje dá a entender que o filho é um craque, que tem time se acotovelando por causa dele e, convenhamos, não é pra isso tudo…

MaisRecentes

Gostei do futebol do Marcinho



Continue Lendo

Sassá ou Roger?



Continue Lendo

Vitória com cara de Libertadores



Continue Lendo