Ricardo Gomes está se perdendo



Naturalmente quando os resultados não aparecem em campo o treinador trabalha para mexer no time. Com Ricardo Gomes e com o Botafogo isso também acontece. O comandante, com alguns atletas lesionados e sem poder contar com os reforços que só vão estrear depois da abertura da janela de transferências internacionais, tem mexido no time em busca da melhor formação. Porém, alguns equívocos saltam aos olhos e são facilmente analisados após as partidas. Hoje, porém, vou tratar de um erro que pode ainda acontecer, no jogo de logo mais contra o América-MG.
Ricardo Gomes acena com a presença de Yaca Núñez entre os titulares. O jogador já teve diversas oportunidades e em todas elas se mostrou sem a menor condição de vestir a camisa do Botafogo. Em alguns momentos o argentino chega a dar impressão de que seria um grande jogador caso não tivesse que conviver com a bola. Em outros momentos, parece ter mais do que duas pernas e escorrega em todas elas.

Apostar em Yaca neste momento do campeonato é prova de desespero de um treinador que precisa começar a insistir em uma formação. Mudar quando mais opções aparecerem, ótimo. Porém, com o que tem atualmente o ideal é investir na permanência do time para ganhar em conjunto. Ao contrário de Yaca, jogadores como Neilton e Sassá, por exemplo, deram provas de que podem incomodar muito mais os marcadores adversários, mesmo quando não jogam tão bem. Em um jogo que vale passar o bastão da lanterna e em casa, talvez fosse o caso de investir em um trio mais ofensivo, com Neilton, Sassá e Ribamar.

Como existem os chamados comentaristas de resultado, já aviso antes da bola rolar: com Yaca a noite será de sofrimento para o torcedor alvinegro.



MaisRecentes

Jair: decisão acertada e corajosa



Continue Lendo

Botafogo copeiro mostra que pode ir longe



Continue Lendo

Separando os homens dos meninos



Continue Lendo