Camilo tem consciência de seu papel



Gostei da apresentação de Camilo no Botafogo nesta quarta-feira. O jogador chega ciente da responsabilidade que vai carregar, já que se espera dele a criatividade, produto em falta no mercado e que no Alvinegro já fez a torcida perder a paciência com Gegê. Há muito tempo, inclusive.

“É a minha função, meia. Espero ter oportunidade de fazer esse papel e ser esse homem (o camisa 10). É uma das grandes marcas da minha carreira (estar aqui). Com 21 anos eu vesti a camisa do Cruzeiro. Acredito que, agora, estou mais maduro”. Uma frase animadora de quem parece não fugir da responsabilidade.

Camilo continua sendo apenas uma aposta, porém, pelo menos é uma aposta que vem para jogar, para ser titular, para mostrar que pode ser dono de posição. Não chega a ser a certeza que é Pimpão, que já deu certo no clube no passado. Mas, menos mal, não chega lesionado, como o Canales, que carrega um histórico de lesões.



MaisRecentes

Jair: decisão acertada e corajosa



Continue Lendo

Botafogo copeiro mostra que pode ir longe



Continue Lendo

Separando os homens dos meninos



Continue Lendo