Erros de Ricardo Gomes foram decisivos



Ricardo Gomes vem realizando um bom trabalho no Botafogo. Mas não dá para negar que suas escolhas para o jogo contra o Cruzeiro foram as principais responsáveis pelo primeiro tempo para ser esquecido e pela derrota por 1 a 0.

O treinador tentou usar o esquema com três volantes, que deu certo em boa parte do Campeonato Carioca. Sempre sentindo a falta de Aírton, que vinha dando equilíbrio ao setor, o comandante optou por “ousar” com Dierson. Uma escolha equivocada. Perdido em campo, o garoto errou tudo o que tentou, inclusive quando buscava sair jogando em momentos que o chutão se fazia mais do que necessário.

Com Dierson perdido, Bruno Silva sem acertar nada e Fernandes sem inspiração, coube a Juan Salgueiro, de maneira isolada, buscar a criação de jogadas. O ideal era iniciar o jogo com mais um meia. Leandrinho mostrou que poderia ter sido mais útil se tivesse começado desde o primeiro minuto.

Ricardo errou no meio e no ataque. Não deu para entender a opção por Anderson Aquino. Neilton já mostrou ser o companheiro ideal de Ribamar. Além disso, Sassá quando tem entrado, tem se mostrado mais agresssivo, no melhor sentido da palavra, do que Aquino.

Com um meio bem recuado, sem criatividade, com Salgueiro isolado na criação, Aquino perdido na frente e Ribamar solitário, o Botafogo não conseguiu fazer muito de bom e perdeu pontos importantes. Agora, é preciso reagir contra o Santos.



MaisRecentes

Que venha 2017!!!!



Continue Lendo

O lado bom de começar enfrentando pedreiras



Continue Lendo

Criação de jogadas estará bem entregue



Continue Lendo