Vai de ponta, professor Batistão!



Alô, Turma da Fuzarca! Um antigo personagem da televisão brasileira pedia ao então técnico da Seleção, antes da Copa de 1982: “Bota ponta, Telê!”. Pois bem, a qualidade não é a mesma, mas a lógica, sim.

Nosso time não é o que sonhamos, nem estamos onde deveríamos, mas já que – por méritos – nossa equipe é organizada, por que não atuarmos com três atacantes? Seguramos, assim, os laterais adversários e nos colocamos mais próximos do gol, ó pá!

Não custa nada, professor Batistão! E até contra os pequenos times da Série B será importante. Tenho certeza de que, assim que puder, você vai escalar o time todo para a frente e, desta forma, vamos atropelar quem vier! Não vai ter arbitragem que nos segure! A todos as minhas saudações cruz-maltinas!



MaisRecentes

Chupem esse Manga, pá!



Continue Lendo

O Gigante acordou!



Continue Lendo

Moisés fará a diferença por aqui



Continue Lendo