Que saudade da minha amiga Dulce Rosalina!



Alô, Turma da Fuzarca. Quando o pessoal aqui do L! falou sobre esta matéria, as lágrimas desceram dos meus olhos. A lembrança da grandiosa Dulce Rosalina me veio à mente na mesma hora. Que saudade!

Assisti a muitos jogos ao seu lado e afirmo com todas as letras que ela representava a torcida vascaína em sua raiz. O fanatismo dela pelo nosso Vascão era contagiante. Pessimismo não era algo que combinava com Dulce, sempre disposta nos dias das partidas e acreditando na vitória.

Fizesse chuva ou fizesse sol, lá estava Dulce Rosalina tentando passar a vibração da arquibancada para o campo e fazendo com que os jogadores entendessem o que era vestir esse manto cruz-maltino.

Que hoje a vitória venha para ela e todas as mulheres vascaínas!



MaisRecentes

Chupem esse Manga, pá!



Continue Lendo

O Gigante acordou!



Continue Lendo

Moisés fará a diferença por aqui



Continue Lendo