Era para servir apenas salada!



Alô, Turma da Fuzarca! O nosso Reizinho tem razão em reclamar de uma melhor organização do Gigante da Colina. Os nossos gajos não podem comer chuleta, cupim e outras coisas mais na véspera de um jogo importante como foi o de domingo passado.

Nem se fossem bolinhos de bacalhau, cairia bem para o time. Era para servir saladinha no almoço, ainda mais depois de três horas na estrada, entre Florianópolis e Criciúma.

E se algum gajo tivesse má digestão no dia seguinte, como seria para escalar a equipe? Como sugere o título da matéria dos meus amigos do LANCE!, é preciso bom senso nessas horas também.

E o que foi  esta logística em Floripa? Da proóxima vez, mandarei meu assessor Dom Manolo nas viagens para deixar tudo bem amarradinho.

Saudações vascaínas!



  • A Era Dinamite é indigesta !

  • JOÃO SALGADO – DUQUE DE CAXIAS – RJ

    NESTE MOMENTO PRECISAMOS PENSAR SOMENTE NO TIME. DEPOIS VAMOS EXIGIR MUDANÇAS DE POSTURA DE NOSSOS DIRIGENTES.

  • Marcos Ranquine

    Jogadores sem qualquer indentificação com o clube e completamente egocentricos fazem o feijão com arroz e acham que está muito bom. Aqueles que são vascaínos e tem um mínimo de vergonha na cara ficam como o Juninho de “cara quente” com esses muquiranas….
    Se não houver um “arrocho” pra cima desses camaradas seremos rebaixados por causa deles.

  • Se os jogadores entrarem em campo com disposição e raça,certamente sairemos da situação incômoda em que nos encontramos,mas é preciso raça,disposição e amor a comisa.De um modo geral o elenco não é ruim,mas a meu ver os jogadores que certamente iraim fazer diferença,não por serem melhor ou pior do que os que estão jogando,mas porque provavelmente entrariam com maior disposição e comprometimento e isso faria a diferença.Hoje eu acredito que vamos ganhar do GOIÁS,mas não será suficiente,a equipe tem que continuar evoluindo para que não tenhamos surpresas desagradáveis no futuro.

MaisRecentes

O Gigante acordou!



Continue Lendo

Moisés fará a diferença por aqui



Continue Lendo

Faltará apenas melhorar o setor criativo



Continue Lendo