Era para servir apenas salada!



Alô, Turma da Fuzarca! O nosso Reizinho tem razão em reclamar de uma melhor organização do Gigante da Colina. Os nossos gajos não podem comer chuleta, cupim e outras coisas mais na véspera de um jogo importante como foi o de domingo passado.

Nem se fossem bolinhos de bacalhau, cairia bem para o time. Era para servir saladinha no almoço, ainda mais depois de três horas na estrada, entre Florianópolis e Criciúma.

E se algum gajo tivesse má digestão no dia seguinte, como seria para escalar a equipe? Como sugere o título da matéria dos meus amigos do LANCE!, é preciso bom senso nessas horas também.

E o que foi  esta logística em Floripa? Da proóxima vez, mandarei meu assessor Dom Manolo nas viagens para deixar tudo bem amarradinho.

Saudações vascaínas!



  • A Era Dinamite é indigesta !

  • JOÃO SALGADO – DUQUE DE CAXIAS – RJ

    NESTE MOMENTO PRECISAMOS PENSAR SOMENTE NO TIME. DEPOIS VAMOS EXIGIR MUDANÇAS DE POSTURA DE NOSSOS DIRIGENTES.

  • Marcos Ranquine

    Jogadores sem qualquer indentificação com o clube e completamente egocentricos fazem o feijão com arroz e acham que está muito bom. Aqueles que são vascaínos e tem um mínimo de vergonha na cara ficam como o Juninho de “cara quente” com esses muquiranas….
    Se não houver um “arrocho” pra cima desses camaradas seremos rebaixados por causa deles.

  • Se os jogadores entrarem em campo com disposição e raça,certamente sairemos da situação incômoda em que nos encontramos,mas é preciso raça,disposição e amor a comisa.De um modo geral o elenco não é ruim,mas a meu ver os jogadores que certamente iraim fazer diferença,não por serem melhor ou pior do que os que estão jogando,mas porque provavelmente entrariam com maior disposição e comprometimento e isso faria a diferença.Hoje eu acredito que vamos ganhar do GOIÁS,mas não será suficiente,a equipe tem que continuar evoluindo para que não tenhamos surpresas desagradáveis no futuro.

MaisRecentes

Chupem esse Manga, pá!



Continue Lendo

O Gigante acordou!



Continue Lendo

Moisés fará a diferença por aqui



Continue Lendo