Caiu a máscara, o pá!



Alô, Turma da Fuzarca!

Infelizmente, não venho aqui para falar sobre coisas boas. Por mais que eu seja um portuga para lá de otimista, não posso tapar os olhos para a verdade. A saída do Vasco do G4 após 54 rodadas traz em paralelo a queda da
“maquiagem” que essa situação oferecia ao nosso amado clube.

Sim, porque o bom momento da equipe dentro de campo apenas encobria os inúmeros problemas que
o Gigante da Colina tem acumulado. Ora, afinal de contas, a questão dos salários atrasados, por exemplo, vem desde o ano passado e nunca foi solucionada, o pá!

Nas minhas andanças por São Januário, o nosso templo sagrado, vejo o grau de insatisfação que há
no elenco. Ninguém acredita nas promessas não cumpridas da diretoria. Tem jogador por aí que não vê a hora de o ano acabar para se mandar de mala e cuia da Colina.

Como também achar que, com as saídas de Diego Souza, Fagner, Rômulo e Allan, manteríamos o mesmo nível de atuações, se não
conseguimos repor as perdas do elenco à altura?

Vice-presidentes deixam cargos em demanda e as substituições acontecem na base do remendo. Quando o Rei Juninho classifi-
cou o time como “heroico”, teve lá suas razões, pois tem que ser muito profissional para lidar com tanto anti-profissionalismo.

Ainda creio que nos classificaremos para a Liberta, mas já passou da hora de mudarmos as coisas internamente.

Acorda, Dinamite!

Saudações.



MaisRecentes

Chupem esse Manga, pá!



Continue Lendo

O Gigante acordou!



Continue Lendo

Moisés fará a diferença por aqui



Continue Lendo