Monstro, Beckenbauer e Diós Lugano



Caros tricolores, tricampeões mundiais, sem querer me intrometer no trabalho de Don Edgardo, mas preciso fazer um pedido ao Patón do Soberano:

“No alto de sua elegância digna de noite de gala no festival de Cannes, peço que considere a hipótese de escalar nossa linha defensiva com três zagueiros. A nobreza clama por isso!

Pela direita, nosso Beckenbauer de Cotia, com sua classe e destreza para desarmar os adversários e inteligência para ler o jogo como quem folheia Os Lusíadas, de Luís de Camões.

Como líbero, o imponente Diego Alfredo Lugano Moreno, de Canelones. Basta lembrar que trata-se de Diós. Apenas isso!

Por fim, nosso Monstro… Mais forte do que o mais temido minotauro de Creta, fará do lado esquerdo da zaga um labirinto sem saída para os atacantes.”



MaisRecentes

Brainstorm* de apelidos para o Mito treinador



Continue Lendo

Não tirem a educação física das escolas!



Continue Lendo

É o Clube da Fé: Vamos São Paulo, carajo!



Continue Lendo